Blog EntreMentes

Em 1900, todo o conhecimento matemático da humanidade cabia em cerca de 80 livros. Hoje, pouco mais de um século depois, seriam necessários cerca de 100 mil livros para armazenar tudo o que se sabe sobre a matemática. Comparativamente, estima-se que existam hoje cerca de 130 milhões de diferentes livros sobre todos os tipos de temas (ficção e não-ficção).

– Quando você faz parte de uma empresa que está tentando digitalizar todos os livros do mundo, a primeira pergunta que muitas vezes recebo é: "Quantos livros estão lá fora?"


Leonid Taycher, engenheiro de software

Exibições: 72

Comentário de Capa Dura em 12 agosto 2014 às 19:55

É realmente existe muitos livros escritos sobre matemática. Muitos escrevem a mesma coisa de modo diferente...Mas na realidade após o "Calculo diferencial e integral" não há nada mais novo nesta ciência...Ela estancou com Isac Newton e outros da mesma época.

Gde Abraço

Comentário de Paulo Gurgel Carlos da Silva em 13 agosto 2014 às 1:20

Ensaio cego

Em 2008, Avraham Trakhtman, um matemático israelense de origem russa resolveu um problema que estava sem solução, desde que o mesmo fora formulado há 40 anos. Em sua versão mais simples, o problema era o seguinte: “como alguém que chega a primeira vez numa cidade, cujas ruas não têm nome, pode encontrar uma casa com indicações de... 'agora à esquerda' e 'agora à direita'?”
Cá no blog EntreMentes andávamos bem perto de resolver o problema pelo lado prático. Com o auxílio de um colaborador cego a quem eram dadas essas instruções: “agora à esquerda” e “agora à direita”. Em mictórios públicos os resultados alcançados já eram animadores (ver foto). E faltavam apenas alguns ajustes direcionais em nosso colaborador para que, a seguir, repetíssemos os experimentos - com boa probabilidade de sucesso - nas ruas de uma cidade.
Infelizmente para nós, Avraham foi mais rápido.
Andando é que a matemática amplia os conhecimentos, amigo Capa Dura.
Comentário de Capa Dura em 27 agosto 2014 às 23:03

É, a matemática é uma ferramente incrível. Os arranjos, permutações e combinações são infinitos. E, simplesmente me atendo a aritmética, o dia a dia comum da maioria das instituições, lhes bastam a aritmética.

Gde Abraço

Comentar

Você precisa ser um membro de Portal Luis Nassif para adicionar comentários!

Entrar em Portal Luis Nassif

Publicidade

© 2020   Criado por Luis Nassif.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço