Dentro das tradições católicas, o mês de maio é dedicado à Maria, definida por parte dos cristãos como a “Mãe de Deus”, enquanto outros simplesmente urinam sobre qualquer coisa que lembre a sua passagem pelo Planeta Terra, mesmo sustentando que se trata da mãe do “Filho de Deus”.

 

            Como tudo que envolve as questões espirituais são na verdade um grande mistério a começar pela própria existência de Deus, prefiro acreditar que Maria, na pior das hipóteses, teve o merecimento de gerar em seu ventre um ser humano tão especial que conseguiu dividir a história do mundo entre o antes e o depois dele.

 

            Como verdadeira mãe, Maria jamais se vangloriou desse fato para chamar a si os méritos de ser a genitora de Jesus, muito pelo contrário, arriscou a própria vida para protegê-lo e cumprir a divina missão de criá-lo, conforme a Vontade do Pai e na qualidade de mãe, simbolicamente a mãe de todos nós.

 

            E assim, o povo do meu pé de serra costumava fazer uma novena a cada dia do mês, carregando a imagem de Maria em procissão de uma casa para outra até a coroação que se dava justamente no “Derradeiro de Maio”, onde invariavelmente acontecia uma festa na casa dos organizadores do novenário.

 

            E como festa é festa, depois da reza pintava a melhor parte para as pessoas menos experientes, que hoje são conhecidas como jovens e, em meio às brincadeiras, geralmente as coisas começavam com um “braço no pescoço” e daí para frente a natureza assumia o comando dos acontecimentos.

 

            Bastava a gente saber que haveria um “Derradeiro de Maio”, mesmo que fosse a duas ou três léguas de distância, para se prestigiar o evento, que ia muito além da tarefa dos tiradores de terços e das beatas que entoavam os benditos, pois quando se retiravam para o justo descanso davam lugar a descendência.

 

            E hoje é “Derradeiro de Maio”, embora sem a graça do de antes.

Exibições: 189

Comentar

Você precisa ser um membro de Portal Luis Nassif para adicionar comentários!

Entrar em Portal Luis Nassif

Publicidade

© 2020   Criado por Luis Nassif.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço