O Serra está saindo do governo de São Paulo para ser candidato a presidente. A grande obra do Serra em seus governos (prefeito, daí pula para governador) foi ter montado o maior programa de consenso em torno de si por meio da grande mídia. Sua maior vitrine para esta eleição será, na verdade, o que a grande mídia quiser. Vivemos uma época em que até seus erros e omissões são transformados em acertos. Teremos uma eleição em que o grande mérito do candidato será dizer: não sou do PT, não fiz o PAC, não sou a Dilma, não fui terrorista, não sou mulher, não quis recriar a Telebrás… E ele nem precisa falar. Os homens do consenso das redações farão isso por ele.
Pela mão da grande mídia, Serra não precisa ter ideias. Basta colocar no automático. Se ele vencer, o deserto de ideias será terreno fértil para a grande mídia pautar também suas ações de governo. Tudo, claro, de acordo com os interesses mais nobres do que chamam de “jornalismo democrático” ou, para ser mais claro, “oligopólio da opinião visando somas em dinheiro patrocinadas pelo estado”.

Exibições: 45

Comentar

Você precisa ser um membro de Portal Luis Nassif para adicionar comentários!

Entrar em Portal Luis Nassif

Publicidade

© 2019   Criado por Luis Nassif.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço