O selo VAI apresenta uma versão histórica do balé O Lago dos Cisnes. Musicado por Tchaikovsky e coreografado por Marius Petipa (Primeiro e Terceiro ato) e Lev Ivanov (Segundo e Quarto ato), é um dos balés mais populares do repertório. Os russos o adoram , na guerra fria fizeram de tudo para mostrar sua superioridade, nas artes inclusive, através do balé. A apresentação, gravada no Kremilin e não no bolshoi, mostra o que os russos têm de melhor em matéria de dança, mas falham em demais quesitos.

O corpo de baile e os solistas do bolshoi são de excepcional categoria. Dança que beira a perfeição. Quem está acostumado a assistir as versões modernas pode estranhar o estilo dos comunas, mas para a época era o que melhor existia em matéria de bailado.

Plisetskaya já era uma estrela, contava com 51 carnavais em 1976, ano da gravação do vídeo. Sua dança é magnífica, seus passos são precisos, sua força está nas mãos. Flutuam com seus giros. Mesmo com idade avançada para uma bailarina, consegue fazer uma Odete/Odile apaixonada e sensual. Quando adentra ao palco e assume a quarta posição do Cisne, as palmas da platéia irradiam pelo teatro por eternos 30 segundos. A bailarina não decepciona, seus pas de deux são uma aula de técnica e virtuosi. Equilíbrio e delicadeza, na medida certa, complementam o grande desempenho dessa diva do balé.

As virtudes da gravação acabam por aí. As tomadas do vídeo são infantis, perdem muitas cenas interessantes e mostram outras desnecessárias. A imagem é pobre. A luz é banal, monocromática e estática. Os figurinos são rudimentares, os cenários simples. A década de 70 já apresentava figurinos e cenários mais avançados em teatros ocidentais. O som é de péssima qualidade, um camarada tosse insistentemente todo o segundo ato em diante. As palmas interrompem a todo instante a função, até parece o público brasileiro atual.

Os soviéticos podiam ter o melhor corpo de baile do mundo, faziam isso através de treinos árduos e dedicação excessiva. Mas não conseguiam produzir um vídeo com qualidade satisfatória. Comparados com gravações ocidentais, da mesma época, seu trabalho parece amador. Por isso que o comunismo afundou.

Ali Hassan Ayache

ali.hassan.123@hotmail.com

Exibições: 50

Comentar

Você precisa ser um membro de Portal Luis Nassif para adicionar comentários!

Entrar em Portal Luis Nassif

Publicidade

© 2019   Criado por Luis Nassif.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço