Richard Wagner reinventou a ópera como drama musical. Sua meta era criar uma ‘obra de arte total’ integrando poesia, drama, música, canção e pintura.

O Ouro do Reno, a primeira das quatro partes do “O anel dos nibelungos”, de Richard Wagner abriu a temporada de ópera no Lincoln Center for the Performing Arts, em Nova York.



Confiram a matéria realizada pelo programa Metrópolis (TV Cultura – 28/09/10)




Para os amantes da ópera, impossibilitados de pegar uma ponte aérea para Nova York, ainda existe uma alternativa: o cinema. Detalhes, aqui.


Exibições: 178

Comentário de Salete Cardozo Cochinsky em 30 setembro 2010 às 22:43
Bárbaro!
Parabéns
Salete
Comentário de Marçal, T. em 1 outubro 2010 às 2:30
Adoro Wagner...
Comentário de Laura Macedo em 1 outubro 2010 às 3:05
Salete e Marçal

O maestro Roberto Minczuk afirma que "é muito difícil escrever sobre Wagner de modo desapaixonado...", no que eu concordo, plenamente, com ele.
Muitos fazem restrições quando aos seus comportamentos políticos e humanos. Mas é impossível questionar a magnitude de sua obra genial.

Grata pela presença e abraços aos dois.

Comentar

Você precisa ser um membro de Portal Luis Nassif para adicionar comentários!

Entrar em Portal Luis Nassif

Publicidade

© 2019   Criado por Luis Nassif.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço