ATUALIZAÇÃO

vide atualização no final do post.

 

O Samba Carioca de Wilson Baptista é composto de dois discos.

 


No primeiro desfila um super time de intérpretes, por ordem alfabética, Céu, Cristina Buarque, Elza Soares, Marcos Sacramento, Mart’nália, Nina Becker, Roberto Silva, Rosa Passos, Samba de Fato, Tantinho da Mangueira, Teresa Cristina, Wilson das Neves e Zélia Duncan. Esse time interpreta 29 composições de Wilson, 7 delas inéditas em disco e 19 nunca antes regravadas.


O segundo contém a trilha sonora do musical “O samba carioca de Wilson Baptista” (vencedor do Fundo de Apoio ao Teatro da Prefeitura do Rio de Janeiro em 2010), um “cabaré-documentário” em que os atores/cantores Claudia Ventura e Rodrigo Alzuguir interpretam passagens da vida do compositor, personagens criados por ele e todos aqueles sucessos que não podem faltar.



O encarte do CD é primoroso. Vale a pena adquirir. Enquanto isso não acontece, curtam algumas faixas.

 

DISCO 1 - 20 faixas



Não sei dar adeus” (Wilson Baptista / Ataulfo Alves) # Marcos Sacramento.


É inexplicável essa beleza de Wilson e Ataulfo não ter tido nenhuma regravação desde seu lançamento em disco, por Déo, há 72 anos. Mas nunca é tarde!

 

 

 

 

 

Nelson Cavaquinho” (Wilson Baptista / Manoel Pereira de Andrade) # Teresa Cristina

Wilson Baptista adorava encontrar o colega Nelson Cavaquinho nas madrugadas boêmias do centro do Rio. Manoel Cartaz, alfaiate e grande amigo de Wilson, “também toma parte nos salgadinhos” dessa marcha-rancho inédita, composta na década de 1960, que Teresa lança agora em disco.

 

 

 

 

Vedete” (Wilson Baptista / Jorge de Castro) / “Felicíssimo (Wilson Baptista / Alberto Jesus) / “Vagabundo” (Wilson Baptista / Jorge de Castro) # Roberto Silva.

Em seus mais de 70 anos de carreira, Roberto (Napoleão) Silva, o Príncipe do Samba, lançou vários sucessos de Wilson. Aqui ele dá lição de vida, regravando, aos 90 anos de idade, três raridades lançadas por ele em disco nos anos de 1955, 52 e 57 (pela ordem acima). Viva o Príncipe!

 

 

 

 

 

Sobre o DISCO 2 – 24 faixas



A obra de Wilson Baptista é peculiar em muitos aspectos, mas dois deles me fizeram sonhar em levá-la para o palco.

1- Wilson compôs sobre o que viveu. Vida e obra em irmandade absoluta. Podemos biografá-lo através de sua música, num “audiorretrato” sob medida para seus dramas, aventuras e sucessos.

2- Sua obra é uma coleção deliciosa de personagens, crônicas e situações. Músicas como “Acertei no milhar”, “Oh, seu Oscar!”, “Papai não vai” e “Diagnóstico”, para citar apenas uma ou outra, são cenas completas, quase minioperetas, com diálogos e tipos prontos para ganhar a ribalta. Daí os depois viés do roteiro: o perfil biográfico de Wilson Baptista e as cenas ficcionais.


Alinhavar um espetáculo musical a partir dessa matéria prima foi uma honra e uma escola para mim. E ter Caudinha (talento, alta voltagem e coração) Ventura como colaboradora e parceira, não menos.

No estúdio da Biscoito Fino, buscamos preservar o calor e a demonstração que Sidnei Cruz extraiu de todos no palco. O roteiro musical (com arranjo de Roberto Gnattali e Nando Duarte) foi gravado na íntegra, com os cortes, apenas de texto, que se fizeram necessários.

Destaque para as inéditas “Transplante do coração” (em duas versões, uma cantada pelo próprio Wilson) e “La Balzacienne”. Os textos sobre Campos e Café Nice foram baseados em escritos do compositor. (Rodrigo Alzuguir).



Café Nice” (Wilson Baptista / Jorge de Castro / 1965) # Cláudia Ventura / Rodrigo Alzuguir.

 

 

 

 

Transplante de coração” (Wilson Baptista – inédita) # Wilson Baptista.


Foi com o trágico “Transplante de coração” que Wilson Baptista tentou participar da 1ª Bienal do Samba, 1968. A gravação enviada para o concurso (inutilmente, pois o prazo de inscrição havia terminado) está na faixa 23 do Disco 2.

É o próprio Wilson cantando, semanas antes de sua morte. Um transplante de coração seria a única solução para o compositor, que sofria de problemas cardíacos e faleceu em julho do mesmo ano.

 

 

 

 

Meu mundo é hoje” (Wilson Baptista / José Baptista / 1966) / “Mundo de zinco” (Wilson Baptista / Antônio Nássara / 1952) # Cláudia Ventura / Rodrigo Alzuguir.

 

 

 

 

 

E aí, gostaram do aperitivo? No site da Biscoito Fino o CD Duplo “O Samba Carioca de Wilson Baptista", com 44 faixas e mais de 80 músicas, está esgotado. Outras fornadas sairão, com certeza.  

 

 

Encontrei alguns videos do musicalO Samba Carioca de Wilson Baptista”.  

 

 

 

 

 

 

 

 

Atualização  (03/07/2011)

A gravadora Biscoito Fino acaba de lançar nova fornada do CD "O Samba Carioca de Wilson Baptista". Agradeço ao amigo Luiz Eduardo Brandão pela informação, logo no dia do aniversário do Wilson Baptista. Um duplo presente :))

Exibições: 435

Comentário de Gregório Macedo em 26 junho 2011 às 2:19

O time de intérpretes é realmente de primeira. À altura da genialidade de Wilson Baptista.

Beijos.

Comentário de Laura Macedo em 26 junho 2011 às 14:49

Gregório,

Quando cheguei na "Tocata" (loja de discos) e as meninas me mostraram este - "O Samba Carioca -, de Wilson Baptista" fiquei super feliz, já que tinha dormido no ponto (quando procurei no site da Biscoito Fino estava esgotado).

Eu só queria fazer o post se pudesse disponibilizar os áudios, por isso demorei. Esse foi um dos posts que amei fazer :))

Beijos, fofinho.

Comentário de Luiz Eduardo Brandão em 3 julho 2011 às 22:31
Laura, acabo de entrar no site da Biscoito Fino, o CD está disponível, sim, a 39,90. Olha só:

http://www.biscoitofino.com.br/bf/catalogo.php?var=wilson+baptista&...

Falando na gravadora, o recente CD do casal Olivia e Francis Hime, também lançado por ela, é uma beleza.
Obrigado pela sua dica.
Comentário de Laura Macedo em 3 julho 2011 às 22:58

Oi Luiz,

Maravilhosa a notícia de uma nova "fornada" do CD "O Samba Carioca de Wilson Baptista". Na ocasião da publicação do post (19/06/2011) ele encontrava-se esgotado. Vou agora mesmo atualizar o post. Grata pela informação.

Deixo um  link sobre o excelente CD da dupla Olívia e Francis Hime.

Abraços

Comentar

Você precisa ser um membro de Portal Luis Nassif para adicionar comentários!

Entrar em Portal Luis Nassif

Publicidade

© 2019   Criado por Luis Nassif.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço