Caros,ontem,dia 19,o latifundiário de Anapú(PA),Vitalmiro Bastos Moura,o BIDA,foi condenado a 30 anos de prisão,ainda cabe recurso,pelos jurados da Segunda Vara de Belém,por ser o mandante da morte da missionária católica Dorothy Stang,em 2005,em emboscada em Anapú.Foi o quarto julgamento do latifundiário,sendo que o terceiro,em que ele teve a mesma pena de ontem,foi covardemente anulado pelos togados do STF em maio deste ano.Apesar da sentença Bida terá direito ao regime semi-aberto.Uma aberração !

 Os togados do STF,principalmente o seu presidente Joaquim Barbosa,que tanto proferem o discurso da moralidade e da justeza,principalmente quando atacam o parlamento e partidos políticos,especialmente o PSOL,PSTU,PCB e PCO,como partidos sem caráter ideológico e que,recentemente,aliviaram os mensaleiros numa manobra em que envolvem todos os togados,são contraditórios na prática,como foi no caso de Dorothy Stang,ao anularem o terceiro julgamento de Bida  pelo motivo de cerceamento da promotoria em relação ao advogado do assassino da missionária católica.

 Por que o STF,através do seu presidente,tanto exalta uma reforma política drástica e não defende uma reforma  no judiciário ? Ao meu ver,e foi uma das bandeiras das jornadas de junho,os ministros do STF deveriam ter 4 anos de mandato e não deveriam ser indicados pelo executivo.Essas bandeiras não são sequer cogitadas pelo Joaquim Barbosa.

 O Vaticano,por seu turno,e voltando ao caso Dorothy Stang,calou-se em 2005 e permance calado com o Papa Francisco, "O bondoso,o Justo",sobre a morte da missionária norte-americana.O motivo é plausível para o Vaticano.D.Stang estava na luta pela reforma agrária e na desfesa da preservação ambiental em Anapú,o que significam uma afronta ao ideário conservador do catolicismo de direita,ao ideário do Vaticano. 

Exibições: 70

Comentar

Você precisa ser um membro de Portal Luis Nassif para adicionar comentários!

Entrar em Portal Luis Nassif

Publicidade

© 2019   Criado por Luis Nassif.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço