Em 1994 a seleção brasileira de futebol foi tetracampeã mundial com justiça ! Como poderia ter sido com justiça se fosse a Itália.A copa do mundo nos EUA foi a mais medíocre de todas as copas e duvido muito que no ex.país do futebol  30% dos seus torcedores saibam na ponta da língua qual era o time brasileiro na final contra a Itália.Terão que pesquisar

 Em 1994 quem comandava a CBF era o já suspeito Ricardo Teixeira,genro de João Havelange,que comandava a FIFA e foi o seu mentor,como foi o mentor do corrupto Joseph Blater.Aliás,Havelange participou de um esquema de corrupção que foi denunciado pelo jornalista investigativo  Andrew Jennings através do livro Foul ! The Secret World Of FIFA,sobre o esquema com a Adidas.

 O fim do jejum de títulos da CBF abafou as sucessivas acusações contra Teixeira e seus asseclas,era hora de comemorar !

 Em 1998,após perder a final para a França por 3 a 0,Teixeira foi acusado armar um esquema de milhões de reais com a Nike,sobretudo por ter forçado a escalação naquela final de um combalido Ronaldo,que até hoje recebe seus dividendos da Nike.Abriu-se a CPI Nike na câmara dos deputados federais,ouve várias oitivas e Teixeira ,através de um laudo médico suspeito,não compareceu a nenhuma delas.Pediu licença da CBF,mas logo retornou ao cargo após o fracasso da CPI que foi abafada pela bancada da bola.

 Em 2002 veio o penta em cima da Alemanha ! O time da CBF era bem melhor que o de 1994,mas precisou de uma ajuda da arbitragem no jogo contra a Bélgica ao anular um gol legítimo de Wilmords quando a partida estava zero a zero.

 Depois de 2002 novas acusações jorravam contra Teixeira nos jornais,porém a bancada da bola na câmara dos deputados segurava firme seu líder.Os fracassos nas copas de 2006 e 2010 e o aprofundamento dos escândalos contra Teixeira o fizeram sair da CBF em 2012,renunciando ao cargo e se refugiando em Miami ( depois das prisões contra Marin e outros dirigentes de confederações retornou ao Rio de Janeiro e em 2015 colocou a venda a sua mansão em Miami).Em seu lugar entrou José Maria Marím,figurinha fácil nas hostes da ditadura militar e delator de Wlado Herzog.

 Marim manteve o esquema de Teixeira,com todas as negociatas já conhecidas por todos,teve seu nome envolvido antes da copa,mas manteve-se no cargo por causa da Copa do Mundo no Brasil que seria realizada em 2014 e seu vice ,bem seu vice,era o ainda mais suspeito Marco Polo Del Nero.

 Vexame na Copa do Mundo ao tomar de 7 a 1 da Alemanha ! E logo depois as acusações contra ele e seu vice pipocaram.Marím foi em cana na Suíça pelo FBI e de lá deportado para os EUA.Del Nero deu sorte,não estava na Suíça e do Brasil nunca mais saiu para não ter o mesmo destino de seu antecessor.

 Além de dirigentes corriptos tanto na CBF quanto em quase todas federações de futebol do país,o nosso futebol anda muito mal dentro das quatro linhas,mais vexames vieram depois dos 7 a 1.

 Nos faltam grandes jogadores,com a exceção de Neymar,atuando dentro e fora do Brasil.As grandes arenas,superfaturadas,vivem às moscas;os clubes endividados , semi-falidos e por falta de talentos contratando jogadores equatorianos,colobianos,argetinos de quinta categoria,venezuelanos e até turcos.

 Na iminência de não se classificar para a Copa da Rússia,o que não acredito pois poderá passar pelo vexame de se classificar na repescagem,Del Nero contratou o Tite,vitorioso no Corinthians.

 Tite,pelo visto,não veio para mudar porque aceita a gestão Del Nero .Tite poderia se tornar uma grande personalidade do futebol mundial se viesse a público declarar que só aceitaria o cargo com a renúncia de toda a diretoria da putrefata CBF,preferiu a grana e a uma falsa visibilidade.

 Para o bem do nosso futebol seria uma vitória não se classificar para a copa de 2018.

Exibições: 66

Comentar

Você precisa ser um membro de Portal Luis Nassif para adicionar comentários!

Entrar em Portal Luis Nassif

Publicidade

© 2019   Criado por Luis Nassif.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço