Natural de Teresina (PI) Josué Costa (26 anos) é uma das grandes revelações do violão piauiense. Foi via projeto “Música para Todos” que deu os primeiros passos na arte violonística, tendo como professores Geraldo Brito, Erisvaldo Borges e Damião Bezerra.

Josué Costa, com apenas 18 anos de idade, foi o vencedor no concurso de interpretação violonística do I FENAVIPI (Festival Nacional de Violão do Piauí), realizado no período de 15 a 17 de dezembro de 2004, sob a coordenação e supervisão de Erisvaldo Borges e Cineas Santos, respectivamente. Josué venceu com a música “Brasiliana nº 13”, do maestro/compositor Radamés Gnattali.

Olha só o baita time que constituiu a banca examinadora: Turíbio Santos, João Pedro Borges, Guinga e Alencar 7 Cordas.

No II FENAVIPI foi laureado com menção honrosa, tendo como julgadores Turíbio Santos, Marco Pereira, Nonato Luis e João Pedro Borges.

Já dividiu o palco com grandes nomes do violão brasileiro, a exemplo de Yamandu Costa, Guinga, Nonato Luiz, entre outros.

Foi Diretor Artístico do 8º FENAVIPI, realizado em 2012.

 

Josué Costa, além de desenvolver um trabalho musical de instrumentista, é também Professor no Projeto “Violão na Escola”, da Prefeitura de Teresina (PI).

Josué Costa e Cineas Santos.

Atua como instrumentista âncora do Programa de Televisão “Feito em Casa”, exibido aos sábados às 8h da manhã pela TV Cidade Verde de Teresina, apresentado pelo Professor Cineas Santos.

Acaba de sair do forno o primeiro disco de Josué Costa - CD Luando, totalizando 10 faixas autorais.

Confiram as interpretações de Josué Costa em quatro faixas do CD Luando.

Josué Costa, atualmente, está engajado na divulgação do referido CD, que envolve seis capitais brasileiras (Teresina, São Luis, Recife, Rio de Janeiro, São Paulo e Brasília) e conta com o apoio da Fundação Cultural do Piauí (FUNDAC) através do Sistema de Incentivo Estadual à Cultura (SIEC).

____________

Minha história com o FENAVIPI começou quase por acaso. Após minha aposentadoria como professora da UFPI decidi que tinha chegado a hora de colocar em prática um velho sonho - estudar violão -, mesmo sem aptidão para tal. Pensei: vou iniciar pelo violão popular. Quando estava com apenas dois meses de aulas (sofridas) li na imprensa local sobre a realização do I FENAVIPI e tratei logo de fazer minha inscrição – evidentemente sem qualquer pretensão de concorrer!

Lembro como se fosse hoje. A moça responsável pela inscrição perguntou logo se eu estudava violão, e eu confirmei. Então ela disse: “Você tem que trazer seu violão”. No dia da abertura – no auditório da Oficina da Palavra - cheguei toda compenetrada, com meu violão na caixa. Quando vi o nível dos professores e dos alunos, fiz que nem o velho ditado: coloquei o violão no saco, onde permaneceu até o final do evento (e dos festivais seguintes!).

Foi neste Festival que conheci o garoto Josué Costa e fiquei encantada com seu violão, um misto de erudição com o popular, na medida certa. Outro que ficou encantado com Josué foi Turíbio Santos que não poupou elogios ao garoto prodígio.

Nos intervalos das Master-Class e dos Recitais rolava uma proveitosa interação entre os participantes. Lembro que estávamos na calçada da Oficina da Palavra, no maior papo sobre música/compositores, quando Josué disse: “Laura, aí vai ‘Luiza’ para você que tanto admira Tom Jobim”.

O violão continua, ainda, muito presente em minha vida, só que agora em outra dimensão, ou seja, atualmente dedico-me a divulgá-lo através dos craques desse instrumento, a exemplo de Josué Costa.

Que o talentoso Josué Costa prospere em sua arte.

____________

Fotomontagem de algumas das edições do FENAVIPI.

************

Fontes:

- Acervo da autora (fotos, material impresso do FENAVIPI).

- CD Luando

- Informações do violonista homenageado, Josué Costa.

- Site YouTube.

************

Exibições: 937

Comentário de Gregório Macedo em 7 novembro 2013 às 1:45

O post ficou uma beleza. Valeu o capricho, querida pesquisadora.

Eis o comentário que deixei no Luis Nassif Online:

"O Josué é um talento, e vai evoluir bem mais, pois imagino o quanto se dedica ao ofício; talento é assim: quanto mais se tem, maior é a busca por novas descobertas. 

O garoto aniversariou ontem, mas antes já nos presenteou com o CD (e ganhou este post - que está completo lá em seu blog e vale a pena ser lido/ouvido).

Merece aplauso, também, a iniciativa do Fenavipi, por tudo o que agregou de bom gosto e qualidade."

Beijos.

Comentário de Laura Macedo em 7 novembro 2013 às 23:52

Gregório,

Acho que até hoje o nosso "garoto prodígio" do violão ainda comemora o aniversário, pois até agora não deu sinal de vida. Ele merece! Você sempre acertando na mosca. A tendência do artista talentoso é evoluir, sempre. Quem viver, verá.

Beijos.

Comentar

Você precisa ser um membro de Portal Luis Nassif para adicionar comentários!

Entrar em Portal Luis Nassif

Publicidade

© 2019   Criado por Luis Nassif.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço