Não gosto de xadrez.
David Ogilvy disse que, junto com a atividade publicitária é uma das melhores formas de se desperdiçar inteligência.
Mas não posso negar que é um jogo que exemplifica bem alguns conceitos de estratégia, se bem que finitas e sem imaginação ou originalidade.
É basicamente um jogo de memória e concentração.
Recorro ao xadrez por causa de uma jogada específica, a Promoção, que é troca do Peão por outra peça, normalmente a Rainha.
Esta jogada quase sempre ocorre na segunda metade do jogo e dá ao jogador que consegue levar o peão ao fim do tabuleiro um fato novo.
Se algum enxadrista achar que fui leviano ou simplista demais pode comentar.
A saída de Aécio Neves dá margem para algumas ponderações.
Uma delas eu tuitei após uma troca de mensagem com amigos. “Aécio se vestiu de noiva e foi para as escadas da igreja.”
Mas podemos avançar no exercício das estratégias políticas que como disse um mineiro, “são como nuvens, mudam de forma e de lugar.”
Aqui cabe uma pergunta, qual vai ser a reação dos colunistas e articulistas de nossa imprensa ao comentar as próximas pesquisas eleitorais sem o nome Aécio e seu respectivo percentual para presidência da república?
E quanto a primeira pesquisa para Senador em Minas?
Aécio sai das menções de menos de 10% das intenções de voto para presidente para mais de 50% das intenções de voto para senado.
No ano eleitoral.
Em termos de midiologia é um avanço e tanto.
A percepção da importância deste ator político muda e muito.
Quantos candidatos ao Senado terão índices que podem chegar a 70% do eleitorado?
Justamente no ano em que cada vez mais setores de nossa população passam a prestar mais atenção as questões políticas eleitorais.
Com a boa vontade da imprensa ele terá sempre destaque desta informação no noticiário nacional, mesmo sendo uma candidatura regional.
Aécio fora da cena presidencial fica livre dos temas espinhosos que tiram votos, criam resistência e até rejeição e deixa para Serra o desgaste do confronto pré-eleitoral com os possíveis candidatos.
Deixa de ser vidraça para ser Vitrina Decorada.
Só para lembrar a legislação eleitoral permite a troca do Vice e até mesmo do Candidato Majoritário depois da convenção.
A data limite é bem perto da eleição.
Luiz Barbosa Neves

Exibições: 44

Comentar

Você precisa ser um membro de Portal Luis Nassif para adicionar comentários!

Entrar em Portal Luis Nassif

Publicidade

© 2020   Criado por Luis Nassif.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço