Na mitologia greco-romana, a promiscuidade campeava feio. Todo mundo comia todo mundo. As deusas, todas elas, que a julgar pelas representações dos pintores e escultores eram bonitas e “boas” pra dedéu, davam adoidado. Menos Palas Atena, a Minerva dos romanos, que ao nascer da cabeça de Zeus (Júpiter) já foi dando seu grito de guerra: homem aqui não! E permaneceu virgem. Já as outras, credo! Como davam! E brigavam pelos bonitões, tanto fazia se fossem humanos ou deuses. Afrodite (Vênus) era a mais devassa mas também era a mais “gostosa”. Anquises, Adonis, Hermes (Mercúrio), Ares (Marte) foram alguns dos que compartlharam seu leito. Na tentativa de maneirar a fogosa libido de Afrodite, Zeus fê-la casar-se com seu filho Hefestos (Vulcano) deus do fogo e dos metais. Ledo engano. Acabou foi engendrando o maior corno de todos os tempos. Hefestos era um cara probo, digno e trabalhador, mas era feioso. E manquitola, pois por ter nascido feio, Hera, sua mãe, jogou-o fora e ele quebrou a perna. Parece que os ortopedistas daquela época não eram lá essas coisas, pois o feiosinho acabou ficando manqueba.

Esse pessoal todo foi parar lá no céu, depois que Ptolomeu nasceu. Mercúrio e Marte estão lá vigiando um ao outro, de olho em Vênus. Até Vulcano, esteve lá bem perto do sol, mas depois que apareceu Netuno, virou apenas hipótese. Júpiter, grandão, também está lá, com todas as suas amantes rodeando-o. Marte levou com ele seus ajudantes de ordem, Fobos e Demos. (nada a ver com aquele partidinho político cheio de gente falsa) Saturno também, vaidoso que nem ele só, (engolia os filhos para não ter concorrência) está brilhando soberbo, com seu anéis. Até Plutão, o capeta lá deles, foi para o céu, mas parece que os astrônomos resolveram tirar-lhe o título de planeta.

Ptolomeu estudou os movimentos dessa turma de luxuriosos, e conforme a posição deles em relação com as várias constelações no dia que a gente nasce, estabeleceu diretrizes e bases para augúrios e prognósticos. Criou o zodíaco e inventou o horóscopo. São doze signos, mas tem gente querendo um décimo terceiro, devido à um inédito movimento da terra. Meu signo é leão, o que me confere uma personalidade marcante, de lider inconteste, com descomensurada soberba e fidalguia. Sou o maioral. Meu signo justifica minha megalomania e minha egolatria, mas suas previsões nem sempre me agradam. Hoje, por exemplo, fui fazer o mapa astral e encontrei Vênus, Mercúrio e Marte numa escandalosa “menage a trois”. Com o sol passando pela constelação de Leo, eles me disseram o seguinte: Leão, Você saberá gerenciar muito bem um encargo que lhe será confiado nesta fase, terá a possibilidade de pôr-se sob os holofotes pelas suas idéias. Você viverá emoções intensas que farão viver uma fase mágica e cheia de brio e de novidades agradáveis que tornarão a sua relação mais equilibrada.

Agora, fico eu aqui pensando: Que diabo de encargo para gerenciar, vai querer um “véinho” de 73 anos, aposentado, que vive de polpudas rendas, que nada tem a fazer na vida a não ser ler e escrever besteiras? Que emoções intensas são essas que viverei? Ora bolas, nem as vitórias espetaculares do Fluminense me emocionam mais.

Exibições: 187

Comentário de José Roque da Silva Neto em 3 janeiro 2012 às 16:02

Bacana, Eurípedes também sou leonino (14/08) e tenho 51 anos. Qual a diferença de um jovem de 51 anos para outro jovem de apenas 73 anos? Quado eu tinha 15 anos e conhecia alguém de 20 ficava imaginando, vinte anos muito é velho. Pois bem, quando eu chegava aos 20 achava que essa idade ainda é muito novo e foi sempre assim com 30 anos, 40 anos e agora 50 anos. Acredito até que quando eu chegar aos 60 anos acharei a mesma coisa e aos 70 também. Vi outro dia uma reportagem onde os especialistas falaram que o homem que viverá 150 anos já nasceu, que bom! Conheci um cidadão de 110 anos que é um cara incrível, infelizmente não gosta de falar diz ele que já viu muita coisa e agora é tempo de só observar. Eurípedes, seus textos são ótimos, aquele do trabalho ou não gosto de trabalhar ainda hoje repito-o aqui no meu trabalho e sempre recebo inúmeras gargalhadas. Parabéns! Sim, sou rubro negro=Sport Club do Recife que a duras penas e um caminhão de sorte chegamos a série A.

Comentário de Marco Antônio Nogueira em 3 janeiro 2012 às 21:08

 

EURÍPEDES,

 

Χρόνια πολλά σε εσάς για το πλούσιο κείμενο.
Αλλά, να είστε προετοιμασμένοι να μία από αυτές

θα εμφανίζονται εδώ σεμνός και μέτρια παρθενική ό

τι θα ρίξει πέτρες σε αυτόν, καλώντας τον αγενής,

κατηγορώντας τον για του Κείμενο λάγνος.

 

Με εκτίμηση,

 

Marco Nogueira

 

 

Comentar

Você precisa ser um membro de Portal Luis Nassif para adicionar comentários!

Entrar em Portal Luis Nassif

Publicidade

© 2020   Criado por Luis Nassif.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço