vou arguir meu lábio de montanha
por tua pele em luz, por tua mão tamanha.

vou recontar um verso de vinicius
por todo o meu espanto em todos os suplícios.

vou contundir a noite, estatelar o dia
por revidar a vida e corroer os vícios.

por toda a culpa carregada e pia
vou me afagar em todos os silícios.

(romério rômulo)

Exibições: 27

Comentar

Você precisa ser um membro de Portal Luis Nassif para adicionar comentários!

Entrar em Portal Luis Nassif

Publicidade

© 2019   Criado por Luis Nassif.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço