Pesquisador britânico diz ter desvendado o ‘Código de Platão’

(BBC Brasil)

Um pesquisador britânico afirma ter desvendado os segredos ocultos nas obras do filósofo grego Platão, mais de dois mil anos após sua publicação.

A existência de um suposto ‘Código de Platão’, com mensagens ocultas em seus textos, era debatida há tempos por estudiosos da filosofia.

Segundo Jay Kennedy, professor de história da ciência na Universidade de Manchester, sua descoberta tem o potencial de revolucionar o entendimento da história da origem do pensamento ocidental.

Segundo ele, Platão utilizaria um padrão regular de símbolos, herdados dos antigos seguidores do filósofo e matemático Pitágoras, para dar aos seus livros uma estrutura musical.

Um século antes de Platão, Pitágoras declarou que os planetas e as estrelas produziam uma música inaudível, chamada por ele de “harmonia das esferas”. Platão teria seguido essa ideia em seus escritos, segundo Kennedy.

O estudo, publicado na revista especializada americana Apeiron, afirma que Platão teria antecipado a revolução científica promovida por Galileu Galilei e por Isaac Newton em 2 mil anos ao entender a estrutura básica do universo de forma matemática.

Platão (nascido por volta do ano 427 antes de Cristo e morto por volta de 347 antes de Cristo), ao lado de seu mentor Sócrates e de seu estudante Aristóteles, é considerado um dos fundadores da filosofia e da ciência ocidentais modernas.

Kennedy, que passou cinco anos estudando os escritos de Platão, descobriu que em uma de suas obras mais famosas, A República, ele colocou grupos de palavras relacionadas à música após cada duodécimo do texto.

Segundo o pesquisador, cada uma delas representava uma das doze notas da escala musical grega – algumas notas harmônicas, marcadas por descrições de sons associados com o amor ou o riso, e outras dissonantes, marcadas por descrições de sons de chiados, a guerra ou a morte.

“Ao ler seus livros, nossas emoções seguem os altos e baixos de uma escala musical. Platão utiliza seus leitores como instrumentos musicais”, afirma.

Segundo Kennedy, o filósofo teria escolhido essa maneira para conseguir passar de maneira oculta sua mensagem de que o mundo é regido por leis matemáticas, não por Deuses, o que contrariava a crença religiosa grega e ameaçava sua segurança.

Sócrates, o mentor de Platão, foi condenado e executado por heresia, e a decisão de esconder sua mensagem em seus textos poderia ter sido uma maneira encontrada por Platão para evitar destino semelhante, na avaliação de Kennedy.

Exibições: 114

Comentário de Simone-Rosa Tupinambá em 1 julho 2010 às 21:12
Gregório,

estudei Platão com afinco. mas ninguém ligava muito para Atlântida ou para a música das esferas, a não ser uma colega teóloga. mas os norte-americanos e ingleses adoram descobrir segredos científicos na obra do velho grego, ou esotéricos, de um Platão vinculado às obscuridades pitagóricas e sua aritimética das profundezas.
no entanto, adorei esse artigo. Platão maior que Galileu? enfim, abaixo o "lapso" da Idade Média.
um abraço.

Comentar

Você precisa ser um membro de Portal Luis Nassif para adicionar comentários!

Entrar em Portal Luis Nassif

Publicidade

© 2019   Criado por Luis Nassif.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço