Os 80 anos de Hermínio Bello de Carvalho

 

O compositor, produtor musical, escritor e poeta Hermínio Bello de Carvalho completa (28/03/2015) 80 anos de existência e excelentes serviços prestados à cultura brasileira. Deixou sua marca nas revistas “O Cruzeiro”, “Leitura”, “Revista da Música Popular” (Lúcio Rangel) e no jornal “O Pasquim”, entre outras publicações.

 

 

 

 

 

Frequentador assíduo das noitadas do Zicartola (restaurante comandado por Cartola e Dona Zica) Hermínio interagia com os sambistas/cantores da época a exemplo de Zé Kéti, Nelson Cavaquinho e Aracy de Almeida e introduzia alguns desconhecidos, como Paulinho da Viola. Foi no Zicartola que se tornou amigo de Elton Medeiros. Mais tarde ambos viriam a serem seus parceiros. Hoje seu leque de parceiros/admiradores é imenso.

 

 

 

 

Hermínio foi diretor-roteirista do antológico show “Rosa de Ouro” que lançou no cenário artístico Clementina de Jesus e Paulinho da Viola.

Concordo plenamente com Haroldo Costa quando diz que “se não tivesse feito mais nada (e como faz!) bastariam os fatos de ter revelado Clementina de Jesus, inventado os projetos ‘Seis e Meia’, com Albino Pinheiro, no Teatro João Caetano, e o ‘Pixinguinha’, que viajou o Brasil inteiro”.

 

 

 

 

 

Aniversário sem BOLO, MÚSICA e POESIA não tem graça. Por isso compartilho com vocês algumas faixas do excelente CD “Manuscrito Sonoro - Hermínio Bello de Carvalho”.

 

 

 

 

Rastejando” (Henrique Annes/Hermínio Bello de Carvalho) # Hermínio (voz) / Henrique Annes (violão) / Arismar do Espírito Santo (violão 7 cordas).

 

 

 

 

 

 

 

 

Quando o amor acaba” (Moacyr Luz/Hermínio Bello de Carvalho) # Áurea Martins (voz) / Maurício Carrilho (arranjo/violões) /André Santos (baixo acústico).

 

 

 

 

 

 

 

 

Penugem” (Luiz Ribeiro/Hermínio Bello de Carvalho) # Zezé Gonzaga/Zé Renato (voz) / Luiz Ribeiro (arranjo/violões) / Neymar Dias (baixo acústico).

 

 

 

 

 

 

 

E o vento levou” (Zé Renato/Hermínio Bello de Carvalho) # Zé Renato (arranjo/violão/voz) / Toninho Ferragutti (acordeon) / Neymar Dias (baixo acústico).

 

 

 

 

 

 

 

 

Samba pro Maurício” (Joyce/Hermínio Bello de Carvalho) # Joyce (arranjo/violão/voz) / Zé Renato (voz).

 

 

 

 

 

 

 

Lúcio Rangel” (Hermínio Bello de Carvalho) # Hermínio (voz/violão/construção).

 

 

 

Abaixo fragmento do Show "Timoneiro", gravado ao vivo no Teatro SESC Pompéia (SP) em 21 de outubro de 2005, em homenagem aos 70 anos do multifacetado Hermínio Bello de Carvalho.

Hermínio, Áurea Martins, Zé Renato, Zezé Gonzaga, Zélia Duncan, Simone, Alaíde Costa e Vital Lima cantam "Alvorada", música de Cartola, Carlos Cachaça e Hermínio, e "Sei Lá, Mangueira", de Paulinho da Viola e Hermínio.

 

 

 

 

 

 

 

 

Hermínio Bello de Carvalho falou ao jornal - O Globo - sobre os seus 80 anos. Confiram alguns trechos.

 

 

 

- “Tem um livro de poemas inéditos a ser lançado pela Folha Seca, ‘Meu zepelim prateado’, e outro com 50 crônicas ilustradas pelo cartunista Bap. Além disso, um disco preparado (‘falta só o patrocínio para gravar’) com o parceiro Vidal Assis, de 29 anos. E, no segundo semestre, o Centro Cultural Correios abrigará a série ‘Hermínio aos 80’, com quatro shows com recortes temáticos sobre sua obra”.

 

 

 

 

- “Desde criança, em meu primeiro emprego como entregador de roupas, levando sutiãs a rendez-vous, tento manter uma margem de felicidade no meu trabalho. Aos 80, as coisas não são fáceis. Tenho muito material para publicar, começo a ter medo do tempo. Nessa idade, ele é decisivo. É hora de avaliar, jogar fora o que não presta. Mas medo da morte, não tenho. Tive câncer duas vezes, um AVC e um infarto. Mas consigo ter ideias e sonhar. Quando perder isso, visto a mortalha e fico esperando”. (Matéria completa aqui)”.

 

 

 

 

 

A figura lendária de Hermínio Bello de Carvalho está, embrionariamente, associada à cultura brasileira. O raio de amplitude de sua atuação engloba, praticamente, todas as áreas e ferramentas afins a cultura, inclusive a “online” É um patrimônio vivo que merece ser reverenciado, valorizado e lembrado, sempre. PARABÉNS, HERMÍNIO!

 

 

 

************

Fontes:

- Áudios do CD Manuscrito Sonoro (Montagem áudios: Laura Macedo).

- Fotomontagens: Laura Macedo.

- HISTÓRIA DO SAMBA. Rio de Janeiro: Globo, 1997-1998. Quinzenal. 40 fasc. 40 CDs.

- Jornal O Globo (Edição: 21/3/2015).
- Timoneiro - Perfil biográfico de Hermínio Bello de Carvalho, de Alexandre Pavan. - Rio de Janeiro: Casa da Palavra. 2006.

************

Exibições: 317

Comentário de Laura Macedo em 2 abril 2015 às 22:19

Este Post foi destaque no Blog GGN / Luis Nassif Online

Confiram os Comentários AQUI.

Agradecimentos aos comentaristas: Urariano Mota, Nira, Jair Fonseca, Luciano Hortencio, Jota A. Botelho, Nilva de Souza e Gregório Macedo.

Super abraços a todos

Comentar

Você precisa ser um membro de Portal Luis Nassif para adicionar comentários!

Entrar em Portal Luis Nassif

Publicidade

© 2019   Criado por Luis Nassif.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço