TeoFranco

22 anos se passaram da promulgação da Constituição de 1988 e os congressistas não regulamentaram o direito de greve dos servidores públicos. Nesta semana vimos mais uma situação, esdrúxula por sinal, consequência da ausência de ação dos parlamentares nesse quesito. Os coveiros da cidade de São Paulo cruzaram os braços e, por uma semana, 1.366 funcionários do Serviço Funerário de São Paulo ficaram parados, provocando um verdadeiro caos no setor.

Com a regulamentação, certamente haveria a devida restrição – baseada nos princípios da OIT – Organização Internacional do Trabalho – ao exercício do direito de greve nos serviços essenciais cuja interrupção possa pôr em perigo a vida, a segurança ou a saúde, no todo ou em parte, da população. O direito de servidor deve estar sempre limitado pelo da coletividade. Enquanto isso, seguem as conversações entre o Governo Federal e as Centrais para a regulamentação da Convenção 151 da OIT. Segue o enterro…

No Congresso Nacional os coveiros trabalham

O único enterro rápido e sem qualquer obstrução foi o sepultamento da honestidade com a “absolvição” de Jaqueline Roriz e o liberou geral da corrupção.

BLOGdoAFR.com

Exibições: 59

Comentar

Você precisa ser um membro de Portal Luis Nassif para adicionar comentários!

Entrar em Portal Luis Nassif

Publicidade

© 2019   Criado por Luis Nassif.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço