Os grandes desafios para o PT e partidos de esquerda:

Eu começo dizendo: tenho mais dúvidas do que certezas. Aliás, penso que não tenho nenhuma certeza. Por exemplo; a) num estado de hegemonia capitalista como é possível uma democracia real, quando o pressuposto da democracia é a isonomia , a equivalência de poder de todos os os sujeitos sociais. b) é claro que o poder do capital elimina qualquer chance de isonomia na manifestação e expressão do poder dos indivíduos. c) na hegemonia do capital sempre haverá uma hipertrofia que tira da democracia representativa sua possibilidade de ser o que pretende ser, ou seja o governo do povo. d) Claro que toda forma de democracia é adjetivada. Mas como romper a espinha dorsal do poder do capital que sempre conseguirá se impor a seu favor em todas as instâncias do Estado? Isto aliás fica explicito quando os neoliberais propõe o afastamento do Estado em favor do Mercado. No mercado a balança sempre penderá para o mais poderoso (isto não é um problema moral. É apenas a lógica do mercado). No mercado o que chamamos de competência é sinônimo de maior ou menor posse do capital (em suas muitas formas) . Quem está excluído desta posse (os pobres) não tem qualquer poder de mando. Assim os pobres ficam excluídos também do exercício do poder político, levando a democracia representativa a ser uma grande falácia. e) O papel de contrapeso via Estado, com poder de interferir no mercado a favor dos pobres, deveria ser o papel fundamental do PT ou de qualquer partido de esquerda. Creio que o PT cumpriu parte deste papel, com o apelo a uma estratégia keynesiana. Em algum momento esta estratégia ameaçou os ganhos do capital (isto ocorre na situação de pleno emprego - percentual abaixo de 5%). O atual nível de desemprego (próximo a 10%) garante o papel do que é chamado de exercito industrial de reserva, ou seja um nível de desemprego que pressiona para baixo os salários recompondo o poder de acumulação do capital. f) O PT não conseguiu sustentar a estratégia keynesiana simplesmente porque ela opera no âmbito de uma economia capitalista, em que os ciclos de expansão e contratação é de sua própria natureza. g) Talvez a atual tarefa do PT seja aglutinar forças dos legítimos movimentos sociais (CUT, MST. UNE, MTST, etc) para uma nova Constituinte que garanta maior poder de representação buscando uma nova hegemonia a favor dos detentores do Trabalho. h) A ideologia para alimentar este novo sonho ou nova utopia é a preservação da vida no planeta (a ecologia). Hoje a grande contradição não se limita ao confronto entre Capital e Trabalho, mas entre Capital e Todos os Meios de Subsistência. O Mercado precisa ficar sobre o controle da Ecologia (administrado pelos mecanismos sociais), com a vigorosa implantação do Princípio da Precaução.

Exibições: 122

Comentário de Marcos Carnavale em 30 novembro 2015 às 12:18

 Frederico,meu caro,o capitalismo tem suas crises cíclicas há décadas,volta e meia elas acontecem,mas como bem disse Marx um dia ela poderá ser terminal.

 As condições objetivas estão dadas,porém as subjetivas inexistem no momento.

 Por mais numeroso que seja o proletariado mundial,mais culto e de melhores condições sócio-econômicas em relação ao proletariado século XIX,infelizmente o verdadeiro marxismo revolucionário não seduz tanto o proletariado atual como foi,por exemplo na construção da I e II Internacionais socialistas.

A última tentativa de experiência se verificou na Grécia com o Syriza,porém a direita desta frente,após plebiscito sobre a dívida com Troika,traiu os trabalhadores gregos.

Comentário de Marcos Carnavale em 30 novembro 2015 às 12:21

 E para fechar: muitas pessoas ,algumas por pura ignorância,outras por serem tendenciosas,como Jabor,jornalistas da Veja,rotulam o PT como um partido de esquerda,com um forte segmento marxista,uma análise fictícia da realidade.

Comentar

Você precisa ser um membro de Portal Luis Nassif para adicionar comentários!

Entrar em Portal Luis Nassif

Publicidade

© 2019   Criado por Luis Nassif.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço