Faço as contas de quanto tempo estou nesse lugar 

   Me perco nas minhas andanças sem fim

   O finito à espreita,ceifa,ceifa os amores sinceros

   Zanzibar é meu lugar !

      Letícia,minha vida,por quê me deixou aqui a mercê dos ingleses ? !

 Incautos taxistas que não param de rodar.

     Lugares lúgubres,estreitados pelas mortes de milhares.

  

  Sensações térmicas de um inverno infernal !

  Fugirei para o Largo da Carioca à procura de bons ouvintes.

  Falarei sem cessar e utilizarei uma Kalshinikov para metralhar todos !

  Letícia,minha vida,aonde está você ?

  Não me deixe morrer à míngua com um retrato pintado por Di Cavlcanti.

  Os elegantes bretões me seguem.

  Os leões querem minhas fontes.

  Estou zonzo,zonzo.

Exibições: 76

Comentar

Você precisa ser um membro de Portal Luis Nassif para adicionar comentários!

Entrar em Portal Luis Nassif

Publicidade

© 2019   Criado por Luis Nassif.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço