Brumas

Tristeza leve e profunda

As lágrimas estão paradas no poço.

 

Adeus sem sentido

Elos rompidos ao bem estar do solitário

ser

Avante, sempre avante vislumbre

Novos vínculos de passagem

sentimentos eternizados, eterizados.

 

A água não vem até os olhos, não há impulsão, não há emoção.

 

Lateja o coração na dor infinda e singela da quase morte

Será que o tão antigo tempo descondesará o momento?

Transcrevo, para tentar que adormeça.

 

                                                                                             Erica.    

                      

Exibições: 50

Comentar

Você precisa ser um membro de Portal Luis Nassif para adicionar comentários!

Entrar em Portal Luis Nassif

Publicidade

© 2020   Criado por Luis Nassif.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço