Paulinho Nogueira, Professor de Delicadeza

PAULINHO NOGUEIRA NÃO FOI SÓ UM GRANDE COMPOSITOR, INSTRUMENTISTA, PROFESSOR DE VIOLÃO..., MAS UM SER HUMANO FANTÁSTICO, ÍNTEGRO, SIMPLES, HUMILDE, GENEROSO, ENFIM, UM PROFESSOR DE DELICADEZA.





Era um apaixonado pela natureza...


Quando o "Parque da Água Branca", na capital paulista, foi ameaçado transformar-se num shopping center, ele agiu rápido mobilizando a comunidade visando preservá-lo.
E conseguiu!!
A cidade de São Paulo deve isso a ele.


HOJE SERIA SEU ANIVERSÁRIO DE 80 ANOS...


Destaco nesta homenagem a música "Parque da Água Branca" - que retrata com delicadeza e emoção o parque vizinho ao bairro que morou por mais de 40 anos -, lançada em 1999, no CD Coração Violão.

O auditório do Parque leva seu nome. Homenagem justíssima por seu carinho as questões ambientais.


"Parque da Água Branca", de Paulinho Nogueira (CD Coração Violão. Movie Play Music.1999).







"PARQUE DA ÁGUA BRANCA"


Esse bosque tão amigo,
Pedaço de São Paulo antigo,
Na saída pro interior.
É um pouco de poesia,
Na luta do dia a dia,
Em busca de paz e calor.
Em meio a tanta beleza,
As cores da natureza
E o canto livre dos pardais,
Jovens casais namorados
Arriscam carinhos ousados,
À sombra dos pinheirais.

No Parque da Água Branca,
A esperança que a gente traz,
Na flor que não se arranca,
Na árvore mansa, deixada em paz.

Entre lembranças que eu trago,
Os "chorões" à beira do lago,
O pombal, o campo, o jardim.
Eu lendo jornal na calçada
E o riso da criançada,
Brincando ali perto de mim.
Mas num dia de sol quente,
Olhando os prédios em frente
E a cidade, doida, a crescer.
Pensei na calma de outrora,
Nessa loucura de agora;
Um dia como há de ser?!

No Parque da Água Branca,
A esperança que a gente traz,
Na flor que não se arranca,
Na árvore mansa, deixada em paz.




Abaixo dois vídeos que retratam sua trajetória. Vale a pena conferir!





Paulinho Nogueira, Grande Mestre.

Site do Parque da Água Branca.


************

Exibições: 706

Comentário de Eduardo Claro da Silva em 8 outubro 2009 às 22:14
Laura, que felicidade encontrar alguem por aqui que admira e respeita Paulinho. Morava perto dele e era comum estar no Parque quasse que diariamente, na parte da manhâ. Morei no bairro de Perdizes de 1975 a 1985 e bem próximo do seu predio. Tom Zé tambem frequentava sua residencia. Pessoa generosa ao extremo, não guardava para si seu conhecimento e sua bondade. Elza, sua paixão sempre estava ao seu lado. Eram realmente um casal. Você o conheceu pessoalmente? Conhece Maria Julia e a Bia? O Artur eu não conheci, na verdade nunca o vi. Conhece seus 2 netos, por parte de Artur? Aguardo seu retorno minha querida quanto aos questionamentos. Não sabes a emoção que sinto agora...
Comentário de Laura Macedo em 9 outubro 2009 às 1:50
Eduardo,
Que baita previlégio você ter morado perto do Paulinho. Eu, infelizmente, não o conheci pessolmente bem como seus familiares. Mas é como se conhecesse... pois há anos curto seu trabalho.
Pode parecer estranho, mas as vezes a admiração que sentimos por uma pessoa (artista ou não), engendra a sensação que já estivemos com ela. É o meu caso com o Paulinho e outros violonistas que admiro.
Se você já deu uma geral na minha página, percebeu, de cara, que uma das minhas grandes paixões é a música, no sentido bem eclético. Mas confesso que tenho predileção pelo violão brasileiro e estou sempre homenageando os nossos talentosos violonistas, como é o caso do Paulinho Nogueira.
Você deve conhecer o DVD "De Coração Pra Coração - Homenagem a Paulinho Nogueira", gravado ao vivo no Tom Brasil - Vila Olímpica, em 27 de outubro de 2003. É fantástico!!
Nele, a música "Parque da Água Branca" é interpretada por Jane Duboc e Renato Braz, tendo Nelson Ayres ao piano. É simplesmente divina a atuação dos artistas citados. Gostaria de ter postado, aqui, esse vídeo, mas não localizei no YouTube.
Grata pelo comentário e pela emoção que você permitiu fluir...
Beijos.
Comentário de Gregório Macedo em 10 outubro 2009 às 3:01
O "Parque da Água Branca" com o Paulinho, que acabei de ouvir, é também sensacional. Compunha, cantava, tocava, amava. Parabéns em quádruplo para o Paulinho!
Beijos.

Comentar

Você precisa ser um membro de Portal Luis Nassif para adicionar comentários!

Entrar em Portal Luis Nassif

Publicidade

© 2019   Criado por Luis Nassif.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço