.

"O único país do mundo que se leva comunismo a sério é o Brasil. E é tudo bafo de boca, no primeiro tiro, sai todo mundo correndo."

Paulo Francis.

.

.

Globo News - Espaço Aberto Literatura.

Sexta-feira, 23/07/2010

.

Livro narra a fama polêmica de Paulo Francis

.

.

Os aspectos pessoais e profissionais do jornalista são contados, por Paulo Eduardo Nogueira, no livro ´Paulo Francis polemista`, que também revela as influências ideológicas do comentarista político.

Entrevista a Edney Silvestre.

.

.

Exibições: 393

Comentário de Euripedes Ribeiro de Sousa em 13 agosto 2010 às 22:02
Paulo Francis: extraordinária memória, que lhe valeu invejável erudição. (erudição, não cultura) Arrogante, menosprezava os conhecimentos de outros, quiça tão vastos quanto os dele. Capacidade de raciocínio limitada. Ideologia adotada, inicialmente, pelo charme que a mesma oferecia na época. Depois passou a ser aquela que fosse útil a quem melhor lance desse. Quando morreu, para mim já tinha se convertido em um pulha! Mas não estava sozinho como vendilhão de ideias. Hoje, sua erudição seria facilmente superada pelo Google e a Wikipédia. Ou seja, seria completamente desnecessário.
Comentário de Euripedes Ribeiro de Sousa em 13 agosto 2010 às 22:03
Em tempo: não vou ler esse livro!
Comentário de Marco Antônio Nogueira em 13 agosto 2010 às 22:58
Eh,

Paulo Francis, de tanto dizer
mentiras, asneiras,
irresponsabilidades,
acabou pagando
pelo que fazia:
Um processo que a Petrobras
lhe moveu levou-o,
após ser condenado,
a um enfarte fulminante,
deixando nosso PAÍS
com um pulha a menos.
Comentário de elizabeth em 13 agosto 2010 às 23:55
Eu mudei minha opinião sobre o Francis depois de ler o ótimo livro de Paulo Nogueira, meu querido colega e companheiro inclusive da mesma coleção Imprensa em Pauta. Não gostava de sua fase final, mas ele se tornou um personagem dele mesmo. Os motoristas de táxi o conheciam, Chico Anisio o imitava e li que um homem num bar, ao ver o Francis na TV, comentou: "Esse Chico Anisio tem cada uma"...

Atrás daquela figura preconcietuosa, era mesmo um doce de pessoa, como me dizia o querido e ido amigo artista grafico Tide Hellmeister, que ilustrou durante anos suas colunas no Estadao e no Globo.
Como diz o Paulo no video, nao foi o processo que causou sua morte, ficou amargurado, mas a questao nao prosperou.Ele ficou marcado pela falta de solidariedade de amigos próximos.

A condição humana, meus caros, é bem complexa.Nada é só preto e branco, existem nuances de cinza.
Eu ri muito com ele no Pasquim,o admirei muito durante a ditadura, e fiquei muito furiosa depois É uma personagem importante, queiram ou nao, da história do nosso jornalismo.Seu estilo é inigualável.
Recomendo o livro.

Comentar

Você precisa ser um membro de Portal Luis Nassif para adicionar comentários!

Entrar em Portal Luis Nassif

Publicidade

© 2019   Criado por Luis Nassif.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço