Por favor, senhores golpistas. Não me venham falar em união pela salvação nacional. Para isto, não seria necessário desfechar o golpe através deste conchavo espúrio entre seus partidos de oposição, a grande mídia e parte do poder judiciário, por ação de alguns magistrados e por omissão dos demais.

 

Se queriam a tal salvação, poderiam ter se unido ao redor da presidenta Dilma, sem que o Brasil precisasse passar esta vergonha internacional de ser agora considerado uma República de Bananas, diante do ridículo deste embuste travestido de processo de impeachment que foi levado ao conhecimento e aos olhos do mundo inteiro.

 

Não me peçam agora para ser magnânimo e me unir aos esforços por um Brasil melhor. Quando nós pedimos este tipo de ajuda vocês nos negaram e fizeram todas as manobras sub-reptícias para levar o nosso país ao caos, pois esta situação os auxiliaria a se aboletarem novamente no poder que já exerciam há quinhentos anos e que haviam perdido com a vitória de Lula para presidente.

 

Vocês sabotaram Dilma não deixando que ela governasse e tomasse as medidas necessárias para evitar o aviltamento da nossa economia e elidisse todos os problemas que agora se acumulam, principalmente a questão do desemprego de milhões de brasileiros.

 

Mesmo eu tendo vivido durante toda a minha vida sob a regência do princípio da solidariedade, vocês acabaram me ensinando toda a sorte de golpes baixos, da política mais suja e escrota que existe e agora receberão de volta aquilo que vocês mesmos plantaram. Os senhores agiram de forma tão rastejante que Machiavel foi relegado ao papel de mero aprendiz se comparado com vocês em matéria de política.

 

Lembram-se quando os senhores começaram a reavivar a memória inflacionária, utilizando o tomate, a cebola e outros produtos que qualquer pessoa que plante uma horta caseira sabe terem seus preços ligados à sazonalidade ou às questões climáticas, tudo com o objetivo de darem a impressão de que estávamos sendo assolados por uma inflação incontrolável? Pois é. Eu lembro bem, inclusive recordo que isto trouxe um efeito cascata e acarretou aumentos preventivos de outros produtos, para gáudio de todos vocês.

 

Se agora os senhores não conseguem colocar a situação deplorável que vocês mesmos criaram sob controle, que se virem. Comigo é que não irão contar, pois perdi a inocência das utopias e não vou ser politicamente correto como estão me pedindo, até porque eu acho que isto não passa de pura hipocrisia, matéria, aliás, na qual os senhores são doutores.

 

Sempre fui um sonhador, mas nunca fugi à luta e não sou de dar a outra face para bater. E de agora em diante, vou assistir de camarote os senhores se perderem em meio às tempestades econômicas que vocês mesmos criaram artificialmente. Virem-se sozinhos, pois pode ser que aprendam que não se mexe com a autoestima de um povo que busca apenas uma democracia mínima e a inclusão social que lhe dê um pouco de dignidade.

 

É isso mesmo. Acham que estou sendo politicamente incorreto? Acertaram e aprendi com vocês. Não é retrocesso que vocês pleiteiam? Pois bem, estou trazendo de volta a Lei de Talião: olho por olho, dente por dente.

 

E de agora em diante vou burilar minhas teorias e práticas de desobediência civil. Aliás, já estou começando a releitura de Henry David Thoreau, meu velho novo autor preferido...

 

Jorge André Irion Jobim

 

Exibições: 132

Comentário de Nena Noschese em 22 maio 2016 às 21:27

Expurgaram o meu Brasil que tanto amo. Sempre que passava frente ao aeroporto de congonhas tinha uma boa sensação que fluía pelo dia todo, agora quando passo no mesmo aeroporto lembro e me desespero com a coercitiva e espúria prisão do Lula lá dentro.Estão me tirando o meu país.

Comentário de Norma da Costa Maia de Mello Mas em 24 maio 2016 às 4:07

GOSTEI DEMAIS DE SEU ARTIGO. EXPRESSA BEM O QUE O BRASILEIRO QUE AMA SEU PAÍS SENTIU DURANTE O SEGUNDO MANDATO DE DILMA. FOI UMA SÉRIE EM CIMA DA OUTRA DE ABSURDOS PROVENIENTES DA OPOSIÇÃO. CHEGUEI A FICAR IRRITADA POR NÃO VER NENHUMA REAÇÃO FORTE DO PARTIDO DELA. FIZERAM UM GRANDE ESTRAGO À NOSSA ECONOMIA COM TUDO ISSO. AGORA, SINCERAMENTE, TAMBÉM NÃO SINTO NENHUMA VONTADE DE ME CONFRATERNIZAR COM ELES.   

Comentar

Você precisa ser um membro de Portal Luis Nassif para adicionar comentários!

Entrar em Portal Luis Nassif

Publicidade

© 2019   Criado por Luis Nassif.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço