POSSIDÔNIO NUNES QUEIROZ (1904/1996) NASCEU EM OEIRAS, 1ª CAPITAL DO PIAUÍ POR 93 ANOS (1759-1852), TERRA DOS MEUS ESTIMADOS AMIGOS GUTEMBERG E GARDÊNIA.


FLAUTISTA TALENTOSO, COMPOSITOR DE LINDAS VALSAS.


ORGULHO DOS PIAUIENSES.



Possidônio era um apaixonado por Oeiras. Chegou a ter uma livraria em pleno Mercado Municipal onde atendia a todos que o procuravam com a mesma atenção e respeito. A meninada era seu xodó. Deixava tudo e todos, de lado, para paparicá-las.
Foi fundador do Instituto Histórico de Oeiras e chegou a organizar pequenas orquestras.

Era um autodidata em todos os sentidos, inclusive na música.

Só na segunda metade da década de 1990 é que teve suas composições gravadas no CD Valsas Piauienses, com a participação da Orquestra de Câmara de Teresina, hoje Orquestra Sinfônica, graças ao trabalho de pesquisa do maestro Emmanuel Coêlho Maciel, que diz no encarte:

"Enquanto os atabaques seminus da velha Oeiras repicavam pelas vielas, nem todas calçadas, aquele pequeno homem negro e sua flauta, cercado de livros e de poeira, compunha valsas".



CONFIRAM ALGUMAS DESSAS VALSAS


"Horas de Melancolia"


 

"Valsa da Serenata"



 



"Valsa da Sagração"



 


UMA HISTÓRIA QUE MERECE SER RELEMBRADA...

"Em 1987, Oeiras recebeu as visitas de Luís Carlos Prestes, o Cavaleiro da Esperança, e de sua filha (com Olga Benário), Anita Leocádia.

Em 1926 a Coluna Prestes havia passado por Oeiras e o jovem Possidônio Queiroz confraternizara com os revoltosos. Coube a ele, como era de se esperar, o discurso de boas vindas aos ilustres visitantes. Em seu agradecimento Prestes disse que não estava acostumado a ser tão bem recebido como o foi em Oeiras.

Anos depois, Anita Leocádia escreveu uma carta rememorando o episódio e falando da profunda emoção que se apossou de ambos, pai e filha, diante do discurso de Possi, como muitos o chamam, até hoje, carinhosamente
".





Parabenizo ao pequisador musical e maestro Emmanuel Coêlho Maciel, pelo resgate das valsas de Possidônio Queiroz que estavam, literalmente, sendo devoradas por traças e cupins e pelo esmero na elaboração dos arranjos.



Profundo conhecedor da música instrumental, o maestro Emmanuel desenvolve inúmeras atividades como regente do "Coral das Mil Vozes", "Coral de Vaqueiros de União"...
Tem um livro finalizado sobre a música brasileira que, brevemente, será lançado.




Nunca é tarde para o reconhecimento dos nossos artistas... Lutemos por isso, hoje e sempre.

************
Fonte:
- Jornal Meio Norte, edição do dia 02/06/07.
- Encarte do CD Valsas Piauienses.
- Site Entre-Texto (Dilson Lages Monteiro).

************

Exibições: 368

Comentário de moacir oliveira em 14 dezembro 2009 às 18:59
Que maravilha!!!Aqui na tarde cinza de Sampa,ouvindo valsas.Só podia ser post da Laura.Obrigado!!!
Comentário de Laura Macedo em 14 dezembro 2009 às 19:22
Moacir, eu que agradeço. Valeu!
Abraços.

Comentar

Você precisa ser um membro de Portal Luis Nassif para adicionar comentários!

Entrar em Portal Luis Nassif

Publicidade

© 2019   Criado por Luis Nassif.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço