Prateleira Neles:Gravações que merecem ficar mofando na prateleira

Norma de Bellini se passa na Roma Antiga, onde circulam druidas e centuriões . A luta entre o amor (individual) e a obrigação religiosa (Estado) são questões centrais. Tempo e espaço estão bem definidos.

Na leitura amalucada de Guy Joosten, a história se passa nos EUA dos anos 40. Nada contra a transposição de tempo. Muitos diretores fizeram isso com maestria. Mas o amigão se perdeu, sua leitura da obra se mostra errada em todos os sentidos.

Norma é recebida com flashes, como se fosse uma estrela de cinema. Transforma a história em um enredo de filme americano barato. Ambas competem por Pollione em uma produção de Norma( Acho que deu pra entender).Muda-se o final de ópera. Norma acaba nos braços e viverá feliz para sempre com seu amado enquanto o coro canta a tristeza de sua partida.

Os solista são medianos e se perdem na confusão criada pela re-leitura do diretor. A orquestração é normal. Figurinos e cenários ridículos. O selo Opus Arte sempre primou pela qualidade, dessa vez errou feio.

Amigos, Prateleira Neles. Esse merece ser enterrado embaixo da árvore sagrada druida.

Exibições: 45

Comentar

Você precisa ser um membro de Portal Luis Nassif para adicionar comentários!

Entrar em Portal Luis Nassif

Publicidade

© 2019   Criado por Luis Nassif.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço