Portal Luis Nassif

Estava tentando entender a literatura dos economistas... O que significa a Senhoriagem Capitalista? Foi preciso imaginar o contexto da realidade de uma nação quando produz um produto que, ao invés de ter o seu valor de primeira mão, fará o país cair de joelhos para o mercado financeiro ou terá que ser entregue na formula das exportações.

Ora, concluia: por que a Ciência Econômica ficou em desvantagem de poder com a Novissima Ciência da Razão, que agora têm a medida para dominar o ciclo industrial e expandir a base monetária pelo PIB? Porque o que se tem para medir a economia não se relaciona com o mundo real da produção e sim com a busca de moeda fictícia das reservas internacionais, e; em correlação à títulos da divida pública.

O poder compartilhado justifica o artificio da Senhoriagem do Bloco Econômico da “UE” – inversão interna pela externa – estabelecendo uma Base Monetária para atribuir a inferência socializada; fazendo a “conversão da produção centralizada” em moeda única (das soberanias), a qual suprime o custo do ônus de titutos públicos quando há crescimento.

A Senhoriagem em bloco não explicava (agora fica entendido) para que serve um conjunto recíproco de nações semelhantes à antiga URSS, contra os EUA. Sem objeções, os norte-americanos perderam o poder econômico sobre 27 países da Europa. Agora, em “bloco” capitalizam sua reflexão externa, sem dever nada pelo determinado a moeda; e não perdem as exportações pela sucessão ao dólar.

O que está sobre esta lógica é que o bloco da UE está se desalienando da “Balança Comercial.” Isto é, não dependem do dólar, entre si. Para a União Européia e China, eles asseguram internamente a propriedade da produção, que passava para a “alienação da própria razão”, ao sabor dos EUA.

Ocorre que, para essa elite do socialismo, existe somente a aritmética. Ignoraram uma Razão Pura, sem o seu adjacente do poder no universo - O fenômeno da liberdade está em uma criação errônea, por falta da natureza exterior. Em seu uso abstrato, a moeda está sendo usada como uma forma perigosa para concretar os números (sem grandeza) do espaço exterior.

Previno aos governantes para se anteciparem com medidas de cautela aos acordos de unificação aleatórias no espaço tempo (NAFTA, UE, MERCOSUL, BRICs): Observem que não existe um mirante sobre a razão de referencia de cada um no espaço tempo, para se ir a frente (acumulando a economia pura), ou como voltar atrás.


Por volta dos anos 2010 e 2020 deve surgir as conseqüências das fusões entre o sujeito e objeto, em seqüência comparativa ao valor do “Comércio Exterior" entre todas as nações - “A moeda digital (meio externo) se constitue em "inter-base do sentido espacial da história monetária das nações".


Tomemos esta reflexão por exemplo: Algum país irá se manter fiel ao valor de senhoriagem dos EUA ou UE, tendo que passar pela barganha da “União Européia” e Mercado Financeiro – e aceitarão ficar na dependência pela qual renunciaram ao futuro de fazer a própria história – interna ao ciclo de razões tecnológicas do valor de si mesmas ...???

Chegaremos até lá, subsequentes, sem os demais sentidos dos fundamentos sociais e; neste incidente a memória de que não estavamos prestando a mínima atenção a este aviso empírico: A produção será elevada a soberania de cada nação...

Logo, 27 nações da UE que aprovaram a alienação da soberania serão um dia para si – porquanto virá essa Nova Era – mas, será doloroso não saberem separar o começo absoluto de cada país da “concreção em comum”!!!

-----------------------------------------------------------------------------------------------

FICHET PAG 291– A DOUTRINA DA CIENCIA E O SABER ABSOLUTO – (dois parágrafos):

“A ENTRADA DA DOUTRINA DA CIÊNCIA É A LIBERDADE; POR ISSO ELA NÃO PODE IMPOR-SE – COMO SE ALGUÉM, EM SEU SABER EFETIVO, JÁ A TIVESSE, E ELA PUDESSE SER DESENVOLVIDA, PARA ELE, APENAS POR ANALISE A PARTIR DESTE – MAS REPOUSA EM UM ATO ABSOLUTO DA LIBERDADE, EM UMA NOVA CRIAÇÃO.”

“O SABER HABITUAL, MESMO FILOSÓFICO, ENTENDE, POR CERTO, SEGUNDO LEIS DA RAZÃO (DO PENSAR) , FORÇADO A ISSO, POIS DO CONTRÁRIO NÃO SERIA SABER: PORTANTO, ELE TEM RAZÃO, MAS NÃO CAPTA A RAZÃO. PARA ESSES FILÓSOFOS, SUA RAZÃO NÃO SE TORNOU INTERIOR, NÃO SE TORNOU PARA SI: ESTÁ FORA DELES, NA NATUREZA, NA MARAVILHOSA ALMA DA NATUREZA, QUE CHAMAM DE DEUS. SEU SABER (ENTENDER) PÕE, PORTANTO OBJETOS – ISTO É JUSTAMENTE A RAZÃO ALIENADA.TODA A SUA MERA CERTEZA DE ENTENDIMENTO PRESSUPOE AO INFINITO, ALGO OUTRO QUE SEJA CERTO; NÃO PODEM IR ALÉM DA REGRESSÃO AO INFINITO, POIS NÃO CONHECEM O FUNDAMENTO, A CERTEZA ORIGINARIA,7 O SABER ABSOLUTO. SEU AGIR (APENAS INTELECTUAL) PRESSUPOE UM FIM, QUE É TAMBEM A RAZÃO ALIENADA, CONSIDERADA POR OUTRO LADO, E JÁ ESTA CISÃO INTEIRA DA RAZÃO EM TEÓRIA E PRÁTICA, E NA RAZÃO PRATICA, A CISÃO NA OPOSIÇÃO ENTRE OBJETO E FIM, SURGE DO FATO DE TEREM NEGLIGENCIADO A RAZÃO.”

(KANT PAG.36) - KANT INSISTE QUE O DEUS QUE HÁ DENTRO DE NÓS É O ÚNICO EM CONDIÇÕES DE REVELAR AQUILO QUE SE OFEREÇA A CONSIDERAÇÃO PROCLAMANDO SE A VERDADE REVELADA... O REINO DE DEUS NÃO É, CONSEQUENTEMENTE, UM REINO DE SACERDOTES, AOS QUAIS A ERUDIÇÃO HISTÓRICA E A HABILIDADE DE LER AS ESCRITURAS CONFEREM O MONOPÓLIO DE UNIÃO COM O DIVINO. MAS É UM MUNDO ABERTO A TODOS QUANTOS, PELA SINCERIDADE DOS SEUS CORAÇÕES, DESCOBRIRAM POSSUIR RELAÇÃO IMEDIATA E INTIMA COM A VERDADE.

LENDO ESSAS PASSAGENS, PENSAMOS EM CHATEAUBRIAND E EM ERNEST RENAN, AO DECLARAREM QUE O CRISTIANISMO, LONGE DE DEFINITIVAMENTE FORMULADO, ESTÁ EM PROCESSO DE FORMAÇÃO E QUE SÓ NO FUTURO SE REALIZARÁ VERDADEIRA E COMPLETAMENTE.

Exibições: 34

Comentar

Você precisa ser um membro de Portal Luis Nassif para adicionar comentários!

Entrar em Portal Luis Nassif

Publicidade

© 2017   Criado por Luis Nassif.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço