Programa Jogo do Poder (CNT) com Dilma Rousseff # Entrevistadores:Alon Feuerwerker e Cristiano Romero


















Fontes:

Blog do Alon


Blog Os Amigos da Presidente Dilma

Exibições: 57

Comentário de Oswaldo Conti-Bosso em 12 fevereiro 2009 às 19:13
Querida Cafu,

Boa diga,

Vou fazer três comentários,

1- Dilma manda um recados para o Nassif e demais no ramo, que são divugadores (muitos caem de amores) do choque de gestão do Aécio, e por ai vai.

No bloco 6 aos 6:55 ela diz: "Choque de gestão é a maior enganação para a população, porque não se faz choque de gestão, gestão é processo e micro, ....", blablablá, confere lá.
parte 6-6: http://www.youtube.com/watch?v=p9qdK9aMk5w

2-Como somos fracos em matéria de jornalismo e jornalistas, Cristiano Romero, poderia colocar a Ministra na parede sobre a "BROI", a grana do BNDES na empresa, sobre os riscos de a empresa ser vendida (o Mino já lançou a aposta no Carlos Salin), sobre os absurdos preços muito acima do mercado mundial que o governos e agências não fizeram nada até agora. Ou falhou, ou falta-lhe capacidade, ou tem o rabo preso.

3- O progama do Alon é bom, pode ser melhorado e mostra que o Roda Vida da TV Cultura, já não é tão viva assim, e não é de hoje.

Sds,
Comentário de Cafu em 12 fevereiro 2009 às 22:03
Hehehe. O Nassif bate mesmo uma asinha pro choque de gestão do Aécio. As minhas voam mais alto e mais longe.
Experiência prática e observação crítica: quando precisamos de um documento, ou de um serviço, ou de reclamar de um direito, ou atender a um dever de cidadania,na Receita Federal, no INSS, num hospital público, numa escola, ambulatório ou centro de saúde, num delegacia, num juizado,enfim, em todos os níveis de administração pública, os problemas sistêmicos ficam escancarados. Falta gente, gestão eficiente, fluxo inteligente, capacitação de pessoal, informação de qualidade, profissionalismo, infraestrutura, recursos, desburocratização, boas maneiras, boa vontade, respeito etc. Uns mais, outros menos e raríssimas ilhas de excelência. O Estado brasileiro ainda é atrasado, caro e ineficiente.

Eu gostei bastante da entrevista e até escrevi um comentário no blog do Alan parabenizando-o pelo programa. Achei a entrevista equilibrada e os jornalistas permitiram que a Dilma desenvolvesse minimamente as questões e fundamentasse as respostas. Normalmente, os jornalistas são hiperansiosos, falam mais que o entrevistado, interrompem o tempo todo, não sabem ouvir nem esperar a vez. E o público recebe informação truncada, pelas metades, fragmentada, insuficiente. Acho um saco e muito cansativo ser forçada a montar quebra-cabeças o tempo todo.
Saudações.

Comentar

Você precisa ser um membro de Portal Luis Nassif para adicionar comentários!

Entrar em Portal Luis Nassif

Publicidade

© 2020   Criado por Luis Nassif.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço