“PT está a beira de ataque de nervos”, disse Aécio Neves

O presidente do PSDB, senador Aécio Neves, rebateu nesta terça-feira (11), após reunião da executiva nacional da legenda, as declarações de integrantes da cúpula do PT e da presidente Dilma Rousseff, realizadas nas comemorações do aniversário de 34 do PT, em São Paulo, na noite de ontem.
Assistimos ali, de forma patética, uma sucessão de neologismos absolutamente desencontrados, que remontam aos mais gloriosos tempos dos aloprados”, disse o senador.
Na evento, Dilma chamou os adversários de pessimistas, "caras de pau" e disse que ninguém cobra mais resultados do seu governo do que ela mesma. 
Infelizmente, acho que o PT protagonizou não uma festa, um evento partidário, mas, eu diria que inspirado talvez em Almodóvar, nós assistimos ali um partido à beira de uma crise de nervos. E está muito cedo, para um partido que nós sabemos que está preocupado com o cenário eleitoral, mostrar tanto desequilíbrio”, afirmou Aécio.
O presidente nacional do PT, Rui Falcão, também críticou os prováveis adversários da presidente na eleição deste ano. Sem citar nomes, Falcão criou dois termos para se referir a eles: "neopassadista" e "novovelhista". 
"É lamentável que o presidente de um partido que está no governo redija uma documento de sete laudas e não dê uma palavra em relação à gravíssima crise de energia, sobre os direitos trabalhistas dos médicos cubanos ou em relação ao estado de calamidade que tomou conta da Petrobras, ou sobre a crise de confiança que se abateu sobre o País", concluiu Aécio.

Questionado sobre as ofensas da presidente Dilma, Aécio disse que "a minha boa formação mineira me impede de respondê-la no mesmo tom."

 

Exibições: 63

Os comentários estão fechados para esta mensagem de blog

Publicidade

© 2019   Criado por Luis Nassif.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço