QUEM SÃO? QUANTOS SÃO? NENHUM FOI, É OU SERÁ SÃO!

Estou cá a pensar: As coincidências que ocorrem na América Latina e em diversos países de outros continentes é, a meu ver, muito cristalina. A grande mídia tem por objetivo amputar um lado social, e nem preciso dizer qual lado está em jogo. A perseguição é implacável. A grande mídia divulga escândalos, do passado, causados por políticos capitalistas para inverter os fatos e atingir políticos socialistas. Como sabem todas a tramoias imergem, pressionam e criam elo que pode ou não ser a realidade. Usam promotores novatos que querem fama para, através de power point por exemplo, mostrar esquemas de propinas. Esquemas de velhos tempos que muitos políticos, golpistas, sabem como funcionam por experiência própria. A grande mídia assume o papel de transformar pilhérias gráficas em escândalos. Transforma partidos corruptos em moralizadores e vice-versa. Quando um embuste esgota a paciência do eleitor aliado e este começa a ficar desinteressado, outro embuste já está na gaveta dos promotores. A grande mídia não trabalha de graça e exige novas ações, visto que se beneficiam financeiramente dos "escândalos". O bombardeio é de tal magnitude que em pouco tempo os eleitores aliados crescerão de forma assustadora. O objetivo e exterminar o socialismo. Acredito que dentro de alguns anos teremos países com governos de partido único, ou seja; 100% extrema-direita.
Resta saber se a estratégia da grande mídia (em minha opinião mais poderosa que bomba atômica) explodirá o tubo de ensaio ou manterá o tubo com líquido cristalino soltando fumacinhas coloridas, lindas e harmoniosas decorando todo o planeta. (Taah Diphicy)

Obs. Considero magnífica apresentação do promotor sobre o esquema ilustrado no power point. Parecia a Majú apresentando a previsão do tempo para 2018. Como é previsão, se errar não tem nada a perder e se acertar ganha emprego vitalício.

Exibições: 108

Os comentários estão fechados para esta mensagem de blog

Publicidade

© 2019   Criado por Luis Nassif.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço