Quando se diz "pais", nesse País machista, a mãe se faz presente formando a dupla. Naquele tempo a mãe, exceções a parte, era uma figura muito mais interessante que o pai e aí vem o questionamento: porque não falávamos "mães" quando nos referíamos ao casal? Pura discriminação com as mulheres, ou não?

 

Hoje em dia não é mais a mesma coisa. Depois que a mulher começou a ganhar dinheiro, exceções a parte, já não se faz mais mães como antigamente, à medida que o sexo frágil começou a passar a perna no mais forte e copiar seus defeitos e desvios no âmbito familiar.

 

Antigamente a grande maioria dos homens casados quando servia de exemplo, no mínimo pulava a cerca de vez em quando e, nos casos mais escancarados, digamos assim, cheguei a conhecer um cidadão em cuja fazenda “Cabaceiras” existia uma vila de casas com uma amante em cada uma, coisa assim para duas dúzias, além da oficial.

 

As más línguas questionavam se o "garanhão" chegava junto a todas elas, mas, que as mesmas chegavam juntas aos seus "motores de agave" diariamente disso ninguém duvidava na região.

 

Recentemente em Sergipe, lá para as bandas do Mangue Seco, famoso por conta da Tieta do Agreste, me contaram que um tal de "Zé do Forró", mantém uma parceria com 12 mulheres, movido a "mangaba", fruta com potentes poderes afrodisíacos, dormindo com uma a cada dia da semana, dando a entender, matematicamente falando, que semanalmente cinco delas tiram folga e aí é justamente onde mora o perigo, em virtude da quebra de pontualidade.

 

O pai ainda hoje é vítima daquele conceito inventado na cozinha e que ganhou as ruas, shoppings e empresas, uma verdadeira unanimidade junto à população de saias, de que "homem não presta" nem banhado em ouro, o que na verdade não passa de uma tremenda injustiça com essa classe vítima de tantas acusações infundadas. Ainda bem que Deus é homem e nós a sua imagem e semelhança.

Exibições: 119

Comentar

Você precisa ser um membro de Portal Luis Nassif para adicionar comentários!

Entrar em Portal Luis Nassif

Publicidade

© 2020   Criado por Luis Nassif.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço