Portal Luis Nassif



Está no ar, incorporada ao site do Instituto Moreira Salles, a Rádio Batuta. Em caráter experimental até a estreia oficial, no dia 31 de agosto, a rádio on-line vai funcionar como um ponto de seleção, análise e entretenimento com base no rico acervo de música popular brasileira abrigado pelo IMS.


Ao navegar pela rádio, percebe-se o caráter editorial que forma suas diferentes seções. Em entrevista ao jornal O Globo, o coordenador da Rádio Batuta, Francisco Bosco, chamou atenção para o “objetivo primordial” de “divulgar de maneira atraente e crítica” as músicas digitalizadas pelo IMS, “sob recortes específicos”.

Ao explicar, por exemplo, sobre a divisão que adota em A Canção no Tempo, em parte inspirada pela polêmica sobre o fim da canção no Brasil, Bosco diz que a “ideia é que o ouvinte entenda a aventura da canção brasileira”.

Palestras, shows e debates promovidos pelos Centros culturais do IMS, playlists, seleções feitas por músicos e especialistas e sites especiais são algumas das outras atrações da Rádio Batuta." (Fonte: IMS)

A festa de lançamento, para convidados, acontecerá no IMS do Rio de Janeiro, com show de Pedro Paulo Malta e Alfredo Del-Penho apresentando repertório de Francisco Alves e Mario Reis, transmitido ao vivo pelo site da rádio a partir das 20 horas do dia 31.

Fonte: O Globo, 22-08-2010


Conheça os programas da Rádio Batuta


Sabiás, pardocas e feitiçarias – um documentário sobre Noel Rosa
No ano de centenário de nascimento de Noel Rosa, a Rádio Batuta mergulha no universo do Poeta da Vila para traçar um perfil de um dos maiores, mais criativos e originais artistas da música brasileira. O documentário, dividido em oito capítulos, contou com depoimentos de Caetano Veloso; Luiz Tatit; do jornalista, pesquisador e crítico musical João Máximo; de Sérgio Cabral (jornalista, escritor, compositor e pesquisador); do letrista, produtor e ensaísta Carlos Rennó; do jornalista Leonardo Lichote; dos ensaístas Santuza Naves e Júlio Diniz; e do pesquisador Carlos Sandroni. Com uma linguagem mais rigorosa e ensaística, o documentário é apresentado por Francisco Bosco.

As canções que eles fizeram para mim
Com o intuito de mostrar o quanto o passado musical é integrado ao presente, Francisco Bosco convida grandes músicos da atualidade a escolher, dentro do acervo IMS, canções que influenciaram ou serviram de inspiração para a sua obra. No primeiro programa, o cantor e compositor João Bosco destaca canções gravadas em 78 rpm de épocas distintas da música brasileira – Ernesto Nazareth, Dorival Caymmi, Almir Ribeiro foram alguns dos artistas comentados. Nas semanas seguintes, serão apresentadas entrevistas com Marisa Monte, Monarco, Mariana Aydar, entre outros.

Os Batutas
- Série
Com caráter mais informativo e introdutório, o programa apresentado por Claudia Diniz traz a público a vida e a obra de grandes mestres da canção popular brasileira. O primeiro homenageado é o compositor, instrumentista, cantor e ator Custódio Mesquita, que, se fosse vivo, completaria 100 anos em 2010.

A canção no tempo - Série
O programa apresenta sucessos de diferentes épocas da música brasileira, sempre
contextualizados com o ambiente cultural, social e político em que foram produzidos. O primeiro programa apresenta um panorama do período entre 1901 e 1905. A série é inspirada e tem pesquisa baseada no livro A canção no tempo: 85 anos de músicas brasileiras, de Jairo Severiano e Zuza Homem de Mello.

O fim da canção - Aulas-show
O ciclo de aulas-show apresentado por José Miguel Wisnik e Arthur Nestrovski no IMS em 2009 sobre o fim da canção foi transformado em programa. A série, com 16 capítulos, apresenta ao ouvinte um minipanorama musical, a partir de uma seleção de canções da música brasileira dos últimos 50 anos. A cada programa, Wisnik e Nestrovski abordam o tema do fim da canção partindo de algumas canções-chave, interpretadas ao vivo e depois comentadas em contraponto com novos questionamentos.

Música para escovar os dentes
Os ouvintes terão acesso a playlists com determinados recortes do acervo. Uma seleção já estará no ar na inauguração da rádio: uma lista de clássicos da música brasileira.


Poemúsica
A Rádio Batuta coloca à disposição dos ouvintes a noite de música e poesia que reuniu, em março no IMS, Augusto de Campos, Cid Campos e Adriana Calcanhotto. O espetáculo pensou e cantou poesia concreta.

Vitamina B
Programa informativo, com curiosidades e histórias interessantes e pouco conhecidas sobre as canções e seus autores e intérpretes, que fazem parte do rico acervo do IMS. O programa com as pílulas musicais é apresentado pela coordenadora de música do IMS, Bia Paes Leme.

Rádio-pensamento
Temas instigantes discutidos por pensadores brasileiros estão sempre em pauta nessa série. No primeiro programa, o arquiteto Paulo Mendes da Rocha e o crítico de arte Ronaldo Brito discutem as contradições de Brasília, no ano em que a cidade completa 50 anos. O programa foi gravado no Instituto Moreira Salles do Rio de Janeiro e fez parte do seminário Brasília: imagem, imaginário, realizado durante a exposição As construções de Brasília.

Acontece no IMS
Matérias sobre a programação dos três centros culturais do IMS (Rio de Janeiro, São Paulo e Poços de Caldas), com informações sobre exposições, filmes, palestras, shows, lançamentos, entre outros. O programa é apresentado por Carla Paes Leme.


Fonte: Rio & Cultura
http://www.rioecultura.com.br/news/noticias3.asp?id=733


Acesse!


http://ims.uol.com.br/radiobatuta


Exibições: 234

Comentário de elizabeth em 24 agosto 2010 às 13:06
Batutissima.
Comentário de Helô em 24 agosto 2010 às 13:09
Adivinha em quem eu pensei quando navegava pelo Instituto Moreira Salles? :)
Beijos, Beth.
Comentário de Simone-Rosa Tupinambá em 24 agosto 2010 às 13:23
Merci, Helô. Grande notícia, e eu adoro ouvir rádio.
Comentário de Helô em 24 agosto 2010 às 13:38
Simone, Gilberto, a síntese da Beth foi perfeita! Fico tão feliz quando vejo um projeto assim que larguei tudo o que estava fazendo para compartilhar logo essa ótima notícia. Viva o IMS com suas iniciativas em prol da cultura!
Beijos.
Comentário de Gilberto Cruvinel em 24 agosto 2010 às 13:42
Que Tesouro, Helô!

Cada programa melhor que o outro
Estou ansioso para ouvir o programa sobre o Noel.
Tem a Aracy cantando Feitio de Oração, que maravilha!
Ai que vontade de estar na festa de lançamento no Rio.

Obrigado pela diquíssima
Beijos
Gilberto
Comentário de Oswaldo Conti-Bosso em 24 agosto 2010 às 17:02
Hello Helô,

Ouvi o documentário "Sabiás, pardocas e feitiçarias" na Rádio Batuta, ou melhor, mergulhei no universo de Noel Rosa.

O "poeta da vila" e "filósofo do samba" ser lembrado, entre tantos, com idéias da altura de um pensador como Sigmund Freud e um filósofo com Talles de Mileto é simplesmente brilhante documentário, um primor, uma obra de arte, um masterpiece. Pela densidade da obra, precisa ser revisto.

Para não dizer que não falei das flores, à fala de Caetano-narciso (não o músico) sobre o poeta da vila, lembrei da canção de Carly Simon de 1973, "Yo're so vain" (you're so vain, you probably think this song is about you, you're so vain, I bet you think this song is about you), os burburinhos apontam que o cara é o Mick Jegger, mas no contesto do documentário, serve como uma luva ao Caetano-narcisico, ou usando as idéias de Freud à Caetano, "o ego não é senhor nem em sua própria morada", e também a Noel: "O humor é a vitória do ego sobre a realidade.

Você fez aniversário e eu só vi depois, mas não disse nada, e você nos brinda com um presente que é uma beleza, como sempe. Que os deuses a proteja.
Sds,
Comentário de Laura Macedo em 24 agosto 2010 às 19:30
Helô,

Com a permissão da Elizabeth, dica batutíssima :))

Vou lá conferir. Valeu a socialização da informação.
Beijos.
Comentário de Gilberto Cruvinel em 24 agosto 2010 às 22:49
Laura,

Tem um programa inteirinho para o Custódio Mesquita.

Gilberto
Comentário de Helô em 26 agosto 2010 às 23:07
Hello, Bosso!
Mano Caetano, grande músico, de vez em quando gosta de polemizar. Ele também está presente no programa de Noel, mas tempos atrás resolveu dizer que a música Feitiço da Vila era racista. Ê Caê! Quanto ao aniversário, ainda está no prazo de validade, pois o mês de agosto ainda nem terminou. Obrigada.

Laurinha
É pra gente ficar horas ouvindo, aprendendo, curtindo... Maravilha!

Gilberto
E o Custódio aparece no post do Oscarito, viu? Foi mais um grande compositor que teve grandes sucessos no Teatro de Revista. Dias atrás, comprei em um sebo o livro "Prazer em Conhecê-lo", de Bruno Ferreira Gomes. Ainda não li, mas já entrou na fila de espera.

Beijos e obrigada a todos.

Comentar

Você precisa ser um membro de Portal Luis Nassif para adicionar comentários!

Entrar em Portal Luis Nassif

Publicidade

© 2018   Criado por Luis Nassif.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço