RAIO DE LUAR

(Luciane A. Vieira – 16/02/2012 – 13:00h)

 

Claro raio fulgindo

No firmamento infinito

De meus pensamentos,

Subsiste formoso

Em meus sentimentos

Colorindo de luz

Meus esquecimentos...

Tuas lágrimas banham

Minha face macerada

Pelo sofrimento...

Fulge... Vibra... Incendeia...

Translúcida

Remonta vidas

Despeja cascatas

Semeia ilusões

Desperta louvores

Instiga amores

E traz, dentro de si,

Inúmeras fugas

De insana solidão...

E esse fúlgido raio escorregadio

Incendeia a minha

Visão já vazia...

 

 

Exibições: 66

Comentar

Você precisa ser um membro de Portal Luis Nassif para adicionar comentários!

Entrar em Portal Luis Nassif

Publicidade

© 2019   Criado por Luis Nassif.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço