RENASCIMENTO DE FÊNIX,,,

(Luciane A. Vieira - 26/09/2013 - 23:22h)

Já não entendo mais
A virtude do amor
Pois ele se esvai de repente
Sem deixar, em si,
Algo de bom...
Se instaura a defesa da alma e
A incerteza do destino...
Sou fogo a deixar de arder...
Sou terra e nela mergulho
Minha fera...
Sou ar a bafejar tristezas tais
Que ao vento
Não se desfaz...
Sou lava a escaldar o espírito
E a água a resfriá-la,
Juntamente com a brisa fria
Da noite no deserto...
Enfim: sou Fênix a renascer
Das cinzas de meu
Estranho viver
Onde a violência se instaura
E o medo se perverte...
E a vida pede um novo renascer...
Sem um novo querer...

(Luciane A. Vieira - 26/09/2013 - 23:22h)

Exibições: 127

Comentário de Stella Maris em 27 setembro 2013 às 16:38

BRAVO! LUCIENE... sempre renascendo.

Comentário de Luciane Apª Vieira em 27 setembro 2013 às 16:39

Obrigada pelo carinhoso comentário, Stella!!!

Beijos em seu coração.

Luciane.

Comentário de Manoel Claudio Vieira em 27 setembro 2013 às 20:13

Parabens Luciane - ficou MUITO bom.

Abraço

Manoel

Comentário de Luciane Apª Vieira em 29 setembro 2013 às 18:52
Grata por seu comentario.
Um otimo domingo para vc.
Luciane.

Comentar

Você precisa ser um membro de Portal Luis Nassif para adicionar comentários!

Entrar em Portal Luis Nassif

Publicidade

© 2019   Criado por Luis Nassif.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço