Isso foi numa terça-feira,isto é , dois dias antes da Renata encontrar-se com o seu noivo e comunicar-lhe que ficaria comigo.

  Bom,há um velho ditado  que a mentira  e prazo de validade.O que é,se permitam,uma meia-verdade.Há mentiras que persistem há séculos,principalmente na cozinha da história.Como dizia o nazista Goebles"uma mentira,contada repetidas vezes,se torna uma verdade. E os nazis sempre foram especialistas em contar grandes mentiras e enganaram o povo alemão e deu a merda que todos sabem.

 Porém,a mentira comigo durou pouco.

 Era quarta-feira ,véspera do encontro da ruptura,eu estava na agência do Correios da 407 sul,cumprindo meu ofício enfadonho.Eram 10 e 30 da manhã quando Renata entrou na agência.Ela,ao ver-me no caixa do Sedex,ficou sobressaltada,estática,os olhos arregalados.Eu,por meu turno,falei comigo mesmo :" Fodeu ! "

 Renata pegou uma senha para o Sedex e eu acionei o painel eletrônico chamando a senha número 3.

 O diálogo foi esse - coma minha colega Rute ao lado ouvindo -:

 -Você é um mentiroso ! - Falou Renata ao colocar uma caixa de porte médio sobre as minhas mãos.

 - Eu posso explicar...

 -Jornalista free-lancer,canalha ! Por que me enganou ?

 Enquanto ela desancava comigo eu colava selos e fitas na embalagem,que tinha como destino Recife.

 -Não me procure mais,tenho nojo de mentirosos.

 -É que eu fiquei com receio de você ter preconceito em relação a minha função.

 Pesei a encomenda ,disse-lhe o valor;ela pagou e se foi com o olhar colérico.

 Ameacei ir correndo atrás dela,mas relutei.

 Enviei-lhe várias mensagens de texto e voz pelo zap naquele dia e não houve retorno.

 Encontrei Tuneca,por acaso,completamente doidão,na 207 sul e fumamos e bebemos.Nada lhe contei sobre Renata,mantinha-me firme ,mantendo o sigiloso romance que terminara naquela quarta-feira.

 No dia seguinte ,ao ligar o celular,reparei que Renata me bloqueou no zap.Merda !

 Nunca mais vui Renata sequer caminhar pelas quadras,ela,simplesmente,desapareceu.

 A minha última oportunidade de amar uma mulher se esvaiu quando Renata entrou naquela maldita agência.

 Três meses depois fui até o bloco J,onde morava Renata,e como conhecia o Chico,o zelador e o maior contador de histórias inverídicas da área,indaguei-lhe sobre Renata.

 -Paulinho,ela se casou com um cara que parece o pai dela e se mudou para o Colorado.

 Anos depois,já com meus cabelos castanhos claros sendo substituídos pelos fios brancos,reencontrei Renata ao lado de um velho de mais 60 anos,quase 70,e uma garotinha em torno de 10 anos de idade, no Boteco do Juca comendo piza.

 Ela nem sequer me olhou ,me ignorou solenemente .

Exibições: 15

Comentar

Você precisa ser um membro de Portal Luis Nassif para adicionar comentários!

Entrar em Portal Luis Nassif

Publicidade

© 2019   Criado por Luis Nassif.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço