Portal Luis Nassif

Resgatando o Compositor/Cantor Hélio Sindô

 

Hélio Sindô nasceu em Senador Pompeu (CE) em 07/10/1919 e faleceu em 09/05/2005, em São Paulo. O curso primário concluiu na cidade natal, vindo a terminar o ginásio em São Paulo.

Na metrópole bandeirante influenciou-se pelo Rádio, tentando-o através da Educadora Paulista, no decorrer de 1938. Teve sorte nessa aventura, pois no curto espaço de tempo tornou-se um dos mais populares intérpretes da música do morro, a ponto de passar pelos microfones das grandes emissoras paulistas, como Cultura, Kosmos, Record, Educadora e finalmente Tupi, onde se mantém até hoje [1948].

As qualidades de cantor, nosso homenageado alia as de compositor, tendo inúmeras músicas, as quais ele mesmo interpreta. Gravando para importantes fábricas, Hélio Sindô (assim se assina) possui diversos números de sucesso postos na cera, todas com vendas apreciáveis. Sua grande aspiração está satisfeita, uma vez que pode ser considerado um Sambista nº 1 da Paulicéia, com um público numeroso a aplaudi-lo. Até hoje o “broadcasting” carioca não o tentou, apesar de vir ao Rio de Janeiro todos os anos e ser sondado pelos maiores de nossas estações.

Sua distração preferida é colecionar discos, selecionando os cantores ao seu modo. Também não se furta a uma festinha íntima, em que não lhe peçam para cantar. É que sua voz vale dinheiro e por isso mesmo é necessária poupa-la. Fora do Rádio desconhece outra profissão, uma vez que o “Rádio” lhe paga bem.

 

[Infelizmente não existe, ainda, um verbete do cantor/compositor Hélio Sindô, no Dicionário Cravo Albin da Música Popular Brasileira. As informações acima foram “garimpadas” na “Revista da Semana” / nº 08 / em 29 de maio de 1948].

 

Revista "O Malho" / Edição 0051 / Página 51 / 1944

Agora vamos colocar Música na Conversa!! Algumas composições/interpretações de HÉLIO SINDÔ!

 

Divina dama” (Henricão/Raul Marques/Bucy Moreira) # Hélio Sindô. Disco Continental (15.210) / Matriz (864). Lançamento (setembro/1944).

O costume dela” (Hélio Sindô/Arlindo Pinto) # Hélio Sindô. Disco Continental (15.453-A) / Matriz (10483). Gravação (06/09/1945) / Lançamento (outubro/1945).

Genoveva” (Hélio Sindô/Ernani Denardo) # Raul Torres. Disco Victor (80.0361-A) / Matriz (S-078331). Gravação (20/09/1945) / Lançamento (dezembro/1945).

Embrulho” (Djalma Mafra/Osvaldo dos Santos [Alvaiade]) # Hélio Sindô. Disco Continental (15.920-A) / Matriz (1856). Gravação (27/04/1948) / Lançamento (julho/setembro/1948).

Cabocla” (Hélio Sindô/Arlindo Pinto) # Hélio Sindô. Disco Continental (16.126-B) / Matriz (2087). Lançamento (1949).

Arrebenta a bexiga” (Mário Zan/Arlindo Pinto) # Hélio Sindô. Disco Continental (16.155-A) / Matriz (2236). Lançamento (janeiro/1950).

O Nesta” (Ciro de Souza/Polera [pseudônimo de Paulo de Carvalho pianista de casas noturnas e irmão do compositor Joubert de Carvalho]) # Hélio Sindô. Disco Continental (16.155-B) / Matriz (2237). Lançamento (janeiro/1950).

O nosso amor morreu” (Hélio Sindô/José Sacomani) # Miris de Oliveira. Disco Copacabana (5.536-B) / Matriz (M-1408). Lançamento (fevereiro/1956).

Asa negra” (Hélio Sindô/Adoniran Barbosa) # Demônios da Garoa. Álbum 'Samba no Metrô', 1975.

************

Fontes:

- Revista da Semana / nº 08 / 29/05/1948. [Biblioteca Nacional - Hemeroteca Digital Brasileira].

- Revista "O Malho" / Edição 0051 / página 51 / 1944.

- Site YouTube / Canais: “luciano hortencio”, “Lpdecarnaval Carnaval”.

- Site #radinha.

************

Exibições: 61

Comentar

Você precisa ser um membro de Portal Luis Nassif para adicionar comentários!

Entrar em Portal Luis Nassif

Publicidade

© 2018   Criado por Luis Nassif.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço