Kvas é uma bebida refrescante,  fermentada, típica da Rússia e Ucrânia, também bastante comum em alguns outros países da Europa Oriental. Seu nome deriva da palavra "zakvaska" (fermento). O mais usual é o kvas com álcool de baixo teor, bastante suave. Existe, também, o kvas sem álcool.É preparada a partir do fermento de pão, farinha de centeio, malte e maçãs.Existe uma variedade de sabores, dependendo da fruta que lhe for acrescentada..Ele é utilizado, também, no preparo de alguns pratos típicos, como - por exemplo - a okroshka (sopa fria deliciosa, que me lembra a casa da minha amiga Olga).


okroshka

Existe o kvas industrializado, inclusive pela fábrica da Coca-Cola, que lançou no mercado norte americano o kvas sob o nome de "Krushka & Bochka Kvass" (foto abaixo).


 Também na Rússia, é claro,  existe o kvass industrializado, que deve ser muito melhor do que o da Coca-Cola. Veja, a seguir, uma foto do kvas de Kuban:


 Marca Nikola



 Vendedor de kvas sem ácool nas ruas

Existe o kvas caseiro, muito habitual na Rússia e mais saudável. E existe uma variedade enorme de receitas de kvas, o que o leitor que souber russo poderá conferir no link a seguir:







A que escolhi para o post é uma bem simples - básica e tradicional.Vamos lá:

Ingredientes:

  • 1kg de pão de centeio (pão preto), que poderá ser em forma de "tijolo"ou pão de forma;
  •  

  • l lt água fervente ;
  • 25 gr de fermento biológico seco ou 1 tablete e meio de fermento biológico fresco:

  • 200 grs de açúcar (um copo dos grandes);
  • 2 colheres de sopa de de uva passa;
  • 4 galhinhos de hortelã (facultativo);

 Preparação:
  •  Cortar o pão em pequenos pedaços;

  •  Levar o pão forno para torrar um pouco: quanto mais escuras as torradas, mais escuro será o kvas; no entanto, tome cuidado para que elas não queimem, senão sua bebida ficará amarga;

 
  •  Coloque as torradas em um recipiente de vidro ou de esmalte (nunca utilizar recipientes de alumínio no preparo do kvas, pois ele oxida).

  • Acrescente  a água fervente;
  • Coloque 5 colheres de açúcar;

  • Misture tudo com uma colher de pau, sem amassar o pão;
  • Tampe o recipiente,  e aguarde por 5 ou 6 horas, até que a água esfrie, na temperatura adequada (ligeiramente  morna - se a água estiver muito quente, a bebida não fermentará);
  • Acrescente o fermento já diluído e misture bem com a colher de pau, até que o fermento de dissolva todo por igual (o fermento pode ser pré dissolvido ou não.Na receita da foto abaixo foi utilizado o fermento biológico fresco em pó):



  • Tampe  o recipiente, usando para isto um pedaço de tecido, fechado hermeticamente e deixe fermentando ainda por cerca de um dia e meio em um lugar morno (costumo enrolar o recipiente em uma manta e guarda-lo no forno desligado);

  •   Depois deste prazo de descanso, peneire a mistura com um filó bem fininho, separando o líquido da massa, que será reservada e servirá de isca da próxima vez que fizer o kvas;
  • Coloque o resto dos temperos(açúcar, passas e hortelã opcional):
  •  


  • Quando a bebida começar a espumar, abra, mexa bem e tampe novamente,deixando descansar por umas 8-12 horas;
  • Última etapa: agora você pode engarrafar o kvass (pode usar garrafa de cerveja), onde você já colocou previamente uvas passas.


  •  Pela quantidade de ingredientes, a receita demandará mais de uma garrafa, daí, observe bem: se você utilizar duas garrafas, coloque uma colher de passas em cada garrafa, ou seja, divida as passas igualmente pela quantidade de garrafas utilizadas;
  • Deixe a garrafa em um local fresco (não frio) até que as passas flutuem e sedimentos da mistura fiquem depositados no fundo da garrafa;
  •  Tampe e leve à geladeira - e pronto, já pode saborear seu kvas! 




Exibições: 219

Comentar

Você precisa ser um membro de Portal Luis Nassif para adicionar comentários!

Entrar em Portal Luis Nassif

Publicidade

© 2019   Criado por Luis Nassif.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço