Será COVARDIA do STF a certeza da não judicialização do Impeachment

Plinio Marcos Moreira da Rocha <pliniomarcosmr@terra.com.br> 10 de maio de 2016 01:07

Responder a: pliniomarcosmr@gmail.com

Para: cm@coe.int, veneci@coe.int, informtirana@coe.int, coe.yerevan@coe.int, coe.pristina@coe.int, conseil-europe.rabat@coe.int, conseil-europe.tunis@coe.int, coeinbrussels@coe.int, bureaudeparis@coe.int, ankara.office@coe.int, fieldbaku@coe.int, belgrade.office@coe.int, fieldchisinau@coe.int, kyiv@coe.int, informmoscow@coe.int, coe.sarajevo@coe.int, coe.skopje@coe.int, informtbilisi@coe.int, odgp@coe.int, correiocc@cconstitucional.org.mz, fernandoc@supremo.gov.cv, mariadoceumont@hotmail.com, tribunal@tribconstitucional.pt, stjustica@cstome.net, tribunal.recurso@tribunais.tl

Cc: Lkoechlin@oas.org, cidhdenuncias@oas.org, cidhoea@oas.org, pliniomarcosmr@gmail.com

Assunto: Será COVARDIA do STF a certeza da não judicialização do Impeachment

------- Mensagem encaminhada -------

De: Plinio Marcos Moreira da Rocha pliniomarcosmr@terra.com.br

Para: gabinete.presidente@tribconstitucional.pt, gab.vice-presidente@tribconstitucional.pt, tribunal@tribconstitucional.pt, processos@tribconstitucional.pt, gre@tribconstitucional.pt, biblioteca@tribconstitucional.pt, Mpublico@tribconstitucional.pt, ecfp@tribconstitucional.pt, geral@jf-alvalade.pt, cne@cne.pt, belem@presidencia.pt, adc@concorrencia.pt, cej@mail.cej.mj.pt, secretariado-direccao@mail.cej.mj.pt, secretariado-estagios.mp@mail.cej.mj.pt, secretariado-estagios.juizes@mail.cej.mj.pt, formacao-def@mail.cej.mj.pt, cristina.c.messias@mail.cej.mj.pt, biblioteca-dc@mail.cej.mj.pt, arquivo-dc@mail.cej.mj.pt, info@jf-lumiar.pt, geral@cada.pt, joana.pizarro@erc.pt, info@erc.pt, correio@dgpj.mj.pt, icjp@fd.ulisboa.pt, cidp-icjp@fd.ulisboa.pt, reitoria@ulisboa.pt, geral@estadio.ulisboa.pt, presidente@fa.ulisboa.pt, info@fba.ul.pt, info.fcul@ciencias.ulisboa.pt, secretariadodir@fd.ul.pt, geral@ff.ul.pt, info@letras.ulisboa.pt, fml@medicina.ulisboa.pt, geral@fmd.ulisboa.pt, cg@fmv.ulisboa.pt, fmh@fmh.ulisboa.pt, geral@psicologia.ulisboa.pt, instituto.ciencias.sociais@ics.ul.pt, geral@ie.ulisboa.pt, igot@ulisboa.pt, cgisa@isa.ulisboa.pt, correio@iscsp.ulisboa.pt, presidencia@iseg.ulisboa.pt, mail@tecnico.ulisboa.pt, info@sas.ulisboa.pt, geral@museus.ul.pt, info@confucio.ul.pt, 3Is@reitoria.ulisboa.pt, idl@fc.ul.pt

CC:

Assunto: Será COVARDIA do STF a certeza da não judicialização do Impeachment

Data: 10/05/2016 04h06min46s UTC

------- Mensagem encaminhada -------

De: Plinio Marcos Moreira da Rocha pliniomarcosmr@terra.com.br

Para: ramon.mendez@dne.miem.gub.uy, relacionesexternas@aduanas.gub.uy, relacionesinstitucionales@sigen.gov.ar, rguimaraes@mercosur.org.uy, rmencia@mercosur.org.uy, Roxanasanchez2003@yahoo.com.ar, rramilo@msp.gub.uy, rscheuer@mercosur.org.uy, rsurraco@mercosur.org.uy, sbenavides@vue.org, sdinama@adinet.com.uy, sduarte@conacyt.gov.py, sebastian.torres@dni.miem.gub.uy, secagri@minagri.gov.ar, secapc@mef.gub.uy, secddhh@mec.gub.uy, secdir@onsc.gub.uy, secfiscorte@adinet.com.uy, secmin@minterior.gub.uy, secministro@mec.gub.uy, secmujer-sec@sce.cnc.una.py, secpriv@mecon.gov.ar, secpriv@medioambiente.gov.ar, secpriv@turismo.gov.ar, secretaria@dinamige.miem.gub.uy, secretaria@dinapyme.miem.gub.uy, secretaria@dne.miem.gub.uy, secretaria@dni.miem.gub.uy, secretaria@mercosur.int, secretaria@mercosur.org.uy, secretaria@ugt.org.br, secretariainju@mides.gub.uy, secretariapriv@mininterior.gov.ar, secretariaprivada@jus.gov.ar, senad@telesurf.com.py, seprimef@mef.gub.uy, silvana.montesdeoca@mrree.gub.uy, sloto@mercosur.org.uy, sm@mrree.gub.uy, snufces@mercosur.org.uy, sprivada@mic.gov.py, sramirez@seciu.edu.uy, ssilvia@uocra.org, strinter@mspbs.gov.py, suala@mrecic.gov.ar, subie@mrecic.gov.ar, subsec@mef.gub.uy, subsecretaria@mec.gub.uy, subsecretario@mides.gub.uy, subsecretario@miem.gub.uy, subsecretario@msp.gub.uy, subseindu@mecon.gov.ar, sunia1800@gmail.com, surintegrado@mppre.gob.ve, sweissel@mtss.gub.uy, tellechea@mec.gub.uy, tmatsuo@mre.gov.py, uai@mgap.gub.uy, ubiriafiscorte@adinet.com.uy, umin@me.gov.ar, unalisis@mef.gub.uy, unidadsecretario@sedronar.gov.ar, urualadi@adinet.com.uy, utpc@hacienda.gov.py, vayala@mercosur.org.uy, vfigueredo@cultura.gov.py, viceministra@mec.gub.uy, victorfranco8@gmail.com, vidal.pereira@hotmail.com, vmreipy@gmail.com, vpereyra@mercosur.org.uy, waguero@mic.gov.py, wbogarin@mic.gov.py, yanina.corsini@dni.miem.gub.uy, zaratefb@gmail.com, zaratefb@yahoo.com, zherebia@hotmail.com, zp5msb@gmail.com, zso@dgeec.gov.py, zulmasosaportillo@gmail.com

CC:

Assunto: Será COVARDIA do STF a certeza da não judicialização do Impeachment

Data: 10/05/2016 04h06min03s UTC

------- Mensagem encaminhada -------

De: Plinio Marcos Moreira da Rocha pliniomarcosmr@terra.com.br

Para: jagnolo@mercosur.int, jcorvalan@bcp.gov.py, jfelez@mercosur.org.uy, jigorra@ursec.gub.uy, jlivieres@mre.gov.py, jmcalvo@ine.gub.uy, jmiola@mercosur.org.uy, jmiranda@mec.gub.uy, jose_cuevas@hacienda.gov.py, jose.heijo@dni.miem.gub.uy, jpereira@mre.gov.py, jrobaina@mef.gub.uy, karinarodrig@gmail.com, karineh@bcu.gub.uy, khashimoto@mre.gov.py, laura.dacosta@mef.gub.uy, ldighiero@aduanas.gub.uy, lizverahermosa@gmail.com, lkechichian@mintur.gub.uy, Lmacedo.competencia@mef.gub.uy, lorenahague@hotmail.com, lriart@rieder.net.py, maddario@mre.gov.py, mamarilla@mre.gov.py, maravictoria@hotmail.com, mariaboldorini@hotmail.com, maruiz@aduana.gov.py, mdemestri@mercosur.org.uy, mercoaladi@dedicado.net.uy, mercosul@inmetro.gov.br, mercosul@itamaraty.gov.br, mercosur@mppre.gob.ve, mercosur@mrree.gub.uy, mercosur@mspbs.gov.py, mercosur@mtss.gub.uy, mferretti@mercosur.org.uy, mghiglia@mercosur.org.uy, mgomez@mercosur.org.uy, mhottum@mercosur.org.uy, ministra@mides.gub.uy, ministra@mujer.gov.py, ministro.estado@itamaraty.gov.br, ministro@mct.gov.br, ministro@mdic.gov.br, ministro@mgap.gub.uy, ministro@mj.gov.br, ministro@mopc.gov.py, ministro@msp.gub.uy, ministro@mspbs.gov.py, ministro@saude.gov.br, ministromtss@mtss.gub.uy, mjt@conexion.com.py, mllano@mre.gov.py, mlopez@mercosur.org.uy, mmcaceres@mre.gov.py, mmelgarejo@mercosur.org.uy, mmoccero@mercosur.org.uy, monica@seciu.edu.uy, mpena@mic.gov.py, mpiacenza@mgap.gub.uy, mtrolon@mic.gov.py, mzarategui@mercosur.org.uy, ndasilva@mre.gov.py, negociaciones.organismos@mrree.gub.uy, nferreira@mef.gub.uy, nimia.torres@gmail.com, noymeyore@yahoo.com, nto@dgeec.gov.py, olga.otegui@dne.miem.gub.uy, osgci@minamb.gob.ve, osrodriguez@mre.gov.py, osvaldoayala@conatel.gov.py, pablo.villar@dinapyme.miem.gub.uy, palvarez@mec.gub.uy, pbaez@mercosur.org.uy, pcaceres@sas.gov.py, pier.rossi@dinamige.miem.gub.uy, pilar.silveira@mef.gub.uy, politica@mrree.gub.uy, prensa@mre.gov.py, presidencia@conacyt.gov.py, presidencia@enap.gov.br, presidencia@fecomerciopr.com.br, presidencia@inaes.gov.ar, presidencia@incaa.gov.ar, presidencia@incoop.gov.py, presidencia@ursec.gub.uy, privada@mincyt.gov.ar, privada1@cultura.gov.ar, privadadh@derhuman.jus.gov.ar, privadaministro@desarrollosocial.gov.ar

CC:

Assunto: Será COVARDIA do STF a certeza da não judicialização do Impeachment

Data: 10/05/2016 04h05min15s UTC

------- Mensagem encaminhada -------

De: Plinio Marcos Moreira da Rocha pliniomarcosmr@terra.com.br

Para: aayala@mre.gov.py, agandolfo@cnd.org.uy, ajuridica@seam.gov.py, albertoozorio@hotmail.com, amartinez@mercosur.org.uy, antorgua@telesurf.com.py, apc@mef.gub.uy, aperdomo@mic.gov.py, apuglia@mercosur.org.uy, aquintas@mercosur.org.uy, bbarrioss@hotmail.com, bbelmont@mic.gov.py, bolano@mercosur.org.uy, bramiez@mides.gub.uy, capacitacionmps@adinet.com.uy, carmen.estrades@mef.gub.uy, caveiro@mic.gov.py, cbuttnner@mopc.gov.py, ccarvallo@mercosur.org.uy, ccenturion@mre.gov.py, ccm.venezuela@mppre.gob.ve, ccooperacionbol@gmail.com, cduran@mef.gub.uy, cflores1533@hotmail.com, cgimenez@mic.gov.py, claremsendara@gmail.com, cnd@cnd.org.uy, Congreso.secretaria@ci.gub.uy, cparis@mic.gov.py, crisanta@telesurf.com.py, cservin@mic.gov.py, cservini@bcp.gov.py, danielraimondi@yahoo.com, dborda@hacienda.gov.py, destout@mec.gub.uy, dfraga@mercosur.org.uy, dgap3@mrree.gub.uy, dgim5@mrree.gub.uy, dgp@mag.gov.py, dgt@mjt.gov.py, diaj11@mrree.gub.uy, digesa@msp.gub.uy, dinadef@poderjudicial.gub.uy, direccion@ain.gub.uy, direccion@intn.gov.py, dscarone@mef.gub.uy, dtraverso@mintur.gub.uy, dyinde@dinatran.gov.py, efeschen@bcp.gov.py, efrenkel@mercosur.org.uy, elagomarsino@presidencia.gub.uy, Eliana.embid@dnt.gub.uy, erogel@mercosur.org.uy, ester.banales@dne.miem.gub.uy, evera23@hotmail.com, evers@conatel.gov.py, fbarreiro@mre.gov.py, fberasain@mtss.gub.uy, fernandog@aebu.org.uy, fiscorte@adinet.com.uy, florenzo@presidencia.gub.uy, francisco_ruizdiaz@hacienda.gov.py, fsilvamong@cu.com.py, furest@bcu.gub.uy, gabimag@telesurf.com.py, gabinete-mi@uninet.com.py, gabinete@seam.gov.py, gabinetemag@gmail.com, gabrielisola@gmail.com, gagresta@dicyt.gub.uy, gaintablian@mec.gub.uy, galcaraz@mic.gov.py, galeanojc@hotmail.com, galeanojc@ssme.gov.py, galtruda@mef.gub.uy, gcolman@bcp.gov.py, gibarra@sas.gov.py, gii@conatel.gov.py, gracielabarreto@yahoo.com, gsoverina@mic.gov.py, gusad_cazal@yahoo.com, gvillalba@mic.gov.py, hdolsa@bcp.gov.py, iberetta@mercosur.org.uy, icau@mec.gub.uy, ikutscher@mercosur.org.uy, inalbarte@ine.gub.uy, info@hardysaeca.com, infosenatur@senatur.gov.py, inmujeres@mides.gub.uy, Inteligencia.comercial@mrree.gub.uy, intendente@imcanelones.gub.uy

CC:

Assunto: Será COVARDIA do STF a certeza da não judicialização do Impeachment

Data: 10/05/2016 04h04min28s UTC

------- Mensagem encaminhada -------

De: Plinio Marcos Moreira da Rocha pliniomarcosmr@terra.com.br

Para: coord.graduacao@idp.edu.br, mestrado@idp.edu.br, coord.academica@idp.edu.br, coord.ead@idp.edu.br, idpincompany@idp.edu.br, secretaria@idp.edu.br, biblioteca@idp.edu.br, financeiro@idp.edu.br, patrimonio@idp.edu.br, tecnologia@idp.edu.br, gecom@idp.edu.br, idp@idp.edu.br, jcabral@fa.ulisboa.pt, amleite@fa.ulisboa.pt, jacobcabido@fa.ulisboa.pt, jafonso@fa.ulisboa.pt, rui.marcelino@almadesign.pt, lmmateus@fa.ulisboa.pt, ce@fa.ulisboa.pt, lucia@fa.ulisboa.pt, sec.directivo@fba.ul.pt, sec.cientifico@fba.ul.pt, sec.pedagogico@fba.ul.pt, academicos@fba.ul.pt, tesouraria@fba.ul.pt, recursos.humanos@fba.ul.pt, financeira@fba.ul.pt, biblioteca@fba.ul.pt, comunicacao@fba.ul.pt, gai@fba.ul.pt, aefbaul.informa@gmail.com, caassis@ciencias.ulisboa.pt, dmdias@ciencias.ulisboa.pt, mlmathias@ciencias.ulisboa.pt, mgrodrigues@ciencias.ulisboa.pt, mlmathias@ciencias.ulisboa.pt, jstapisso@ciencias.ulisboa.pt, rmrebelo@ciencias.ulisboa.pt, ojluis@ciencias.ulisboa.pt, hncabral@ciencias.ulisboa.pt, jmpalmeirim@ciencias.ulisboa.pt, mlmathias@ciencias.ulisboa.pt, ofpaulo@ciencias.ulisboa.pt, pcsimoes@ciencias.ulisboa.pt, excelencia@ul.pt, gcj@fd.ulisboa.pt, mailpgr@pgr.pt, csmp@pgr.pt, correio.dciap@pgr.pt, cibercrime@pgr.pt, gcsi@pgr.pt, mail@gddc.pt, correio.nat@pgr.pt, cm@coe.int, veneci@coe.int, informtirana@coe.int, coe.yerevan@coe.int, coe.pristina@coe.int, conseil-europe.rabat@coe.int, conseil-europe.tunis@coe.int, coeinbrussels@coe.int, bureaudeparis@coe.int, ankara.office@coe.int, fieldbaku@coe.int, belgrade.office@coe.int, fieldchisinau@coe.int, kyiv@coe.int, informmoscow@coe.int, coe.sarajevo@coe.int, coe.skopje@coe.int, informtbilisi@coe.int, odgp@coe.int, correiocc@cconstitucional.org.mz, fernandoc@supremo.gov.cv, mariadoceumont@hotmail.com, tribunal@tribconstitucional.pt, stjustica@cstome.net, tribunal.recurso@tribunais.tl

CC:

Assunto: Será COVARDIA do STF a certeza da não judicialização do Impeachment

Data: 10/05/2016 04h03min45s UTC

------- Mensagem encaminhada -------

De: Plinio Marcos Moreira da Rocha pliniomarcosmr@terra.com.br

Para: gabinetepessoal@presidencia.gov.br, jorgeviana.acre@senador.leg.br, jose.agripino@senador.leg.br, gab.josepimentel@senado.gov.br, sarney@senador.leg.br, katia.abreu@senadora.gov.br, lidice.mata@senadora.gov.br, lindbergh.farias@senador.leg.br, lobaofilho@senador.leg.br, lucia.vania@senadora.gov.br, luizhenrique@senador.leg.br, magnomalta@senador.leg.br, crivella@senador.leg.br, maria.carmo@senadora.gov.br, marinorbrito@senadora.gov.br, mario.couto@senador.leg.br, martasuplicy@senadora.gov.br, paulobauer@senador.leg.br, paulodavim@senador.leg.br, paulopaim@senador.leg.br, simon@senador.leg.br, reditariocassol@senador.leg.br, renan.calheiros@senador.leg.br, roberto.requiao@senador.leg.br, rollemberg@senador.leg.br, romero.juca@senador.leg.br, gabminjoaquim@stf.jus.br, mgilmar@stf.jus.br, imprensa@alvarodias.com.br, justica.aberta@cnj.jus.br, marcoaurelio@stf.jus.br, gabineteluizfux@stf.jus.br, audienciasgilmarmendes@stf.jus.br, audienciacarmen@stf.jus.br, gabmtoffoli@stf.jus.br, audiencias-minrosaweber@stf.jus.br, audienciamlrb@stf.jus.br, gabconselheiroclaudioportela@cnmp.mp.br, sgct.subsidios@agu.gov.br, francisco-ricardo.silva@agu.gov.br, denise.rezende@agu.gov.br

CC:

Assunto: Será COVARDIA do STF a certeza da não judicialização do Impeachment

Data: 10/05/2016 04h03min08s UTC

------- Mensagem encaminhada -------

De: Plinio Marcos Moreira da Rocha pliniomarcosmr@terra.com.br

Para: gerencia@escolademagistrados.com.br, hcruz@tjes.jus.br, ines.porto@cnj.jus.br, informacoesprocessuais@pgr.mpf.gov.br, internacional@pgr.mpf.gov.br, ivo.correa@presidencia.gov.br, jgfernandes@tjes.jus.br, johaness@presidencia.gov.br, jorgearm@presidencia.gov.br, jorgeviana.acre@senador.leg.br, jose.agripino@senador.leg.br, joselia.silva@cnj.jus.br, julia.perez@cnj.jus.br, justica.aberta@cnj.jus.br, katia.abreu@senadora.leg.br, leila.morais@presidencia.gov.br, lidice.mata@senadora.leg.br, lindbergh.farias@senador.leg.br, lobaofilho@senador.leg.br, lucia.vania@senadora.leg.br, luis.padilha@presidencia.gov.br, luizhenrique@senador.leg.br, luizsan@presidencia.gov.br, magnomalta@senador.leg.br, marcelo.neves@cnj.jus.br, marcilandia@presidencia.gov.br, marco.branco@tjpa.jus.br, marcoaurelio@stf.jus.br, marcus.aguiar@presidencia.gov.br, maria.carmo@senadora.leg.br, mariana.moraes@cnj.jus.br, marilene.polastro@cnj.jus.br, marinorbrito@senadora.leg.br, mario.couto@senador.leg.br, martasuplicy@senadora.leg.br, miguel.mattos@presidencia.gov.br, mirian.lipovetsky@presidencia.gov.br, nair.baptista@presidencia.gov.br, nina.gomes@presidencia.gov.br, norberto@presidencia.gov.br, oliveira.marilda@terra.com.br, ouvidoria.judiciaria@tjpa.jus.br, paula.sousa@cnj.jus.br, paulo.mauricio@presidencia.gov.br, paulo.vannuchi@institutolula.org, paulobauer@senador.leg.br, paulodavim@senador.leg.br, paulopaim@senador.leg.br, pedrotaques@senador.leg.br, play@rtp.pt, protocolo@cnmp.gov.br, rafael.dubeux@presidencia.gov.br, randolfe.rodrigues@senador.leg.br, renan.calheiros@senador.leg.br, renata.guerra@cnj.jus.br, roberto.filho@cnj.jus.br, roberto.requiao@senador.leg.br, rodrigo.dindo@presidencia.gov.br, rollemberg@senador.leg.br, romero.juca@senador.leg.br, rosangela.luiz@cnj.jus.br, rrodrigues@presidencia.gov.br, sandra.santos@cnj.jus.br, sarney@senador.leg.br, secretaria@ajufe.org.br, secretaria@esmesc.org.br, sejavoluntario@tjba.jus.br, simon@senador.leg.br, spinula@spinulaecamello.adv.br, tania.casagrande@presidencia.gov.br, vicepresidente@tjes.jus.br

CC:

Assunto: Será COVARDIA do STF a certeza da não judicialização do Impeachment

Data: 10/05/2016 04h02min29s UTC

------- Mensagem encaminhada -------

De: Plinio Marcos Moreira da Rocha pliniomarcosmr@terra.com.br

Para: turma.recursal.ac@trf1.jus.br, turma.recursal.al@trf1.jus.br, turma.recursal.ap@trf1.jus.br, turma.recursal.am@trf1.jus.br, turma.recursal.ba@trf1.jus.br, turma.recursal.ce@trf1.jus.br, turma.recursal.df@trf1.jus.br, turma.recursal.es@trf1.jus.br, turma.recursal.go@trf1.jus.br, turma.recursal.ma@trf1.jus.br, turma.recursal.mt@trf1.jus.br, turma.recursal.ms@trf1.jus.br, turma.recursal.mg@trf1.jus.br, turma.recursal.pa@trf1.jus.br, turma.recursal.pb@trf1.jus.br, turma.recursal.pe@trf1.jus.br, turma.recursal.pr@trf1.jus.br, turma.recursal.pi@trf1.jus.br, turma.recursal.rj@trf1.jus.br, turma.recursal.rn@trf1.jus.br, turma.recursal.rs@trf1.jus.br, turma.recursal.ro@trf1.jus.br, turma.recursal.rr@trf1.jus.br, turma.recursal.sc@trf1.jus.br, turma.recursal.sp@trf1.jus.br, turma.recursal.se@trf1.jus.br, turma.recursal.to@trf1.jus.br, secad.ac@trf1.jus.br, secad.al@trf1.jus.br, secad.ap@trf1.jus.br, secad.am@trf1.jus.br, secad.ba@trf1.jus.br, secad.ce@trf1.jus.br, secad.df@trf1.jus.br, secad.es@trf1.jus.br, secad.go@trf1.jus.br, secad.ma@trf1.jus.br, secad.mt@trf1.jus.br, secad.ms@trf1.jus.br, secad.mg@trf1.jus.br, secad.pa@trf1.jus.br, secad.pb@trf1.jus.br, secad.pe@trf1.jus.br, secad.pr@trf1.jus.br, secad.pi@trf1.jus.br, secad.rj@trf1.jus.br, secad.rn@trf1.jus.br, secad.rs@trf1.jus.br, secad.ro@trf1.jus.br, secad.rr@trf1.jus.br, secad.sc@trf1.jus.br, secad.sp@trf1.jus.br, secad.se@trf1.jus.br, secad.to@trf1.jus.br

CC:

Assunto: Será COVARDIA do STF a certeza da não judicialização do Impeachment

Data: 10/05/2016 04h01min45s UTC

------- Mensagem encaminhada -------

De: Plinio Marcos Moreira da Rocha pliniomarcosmr@terra.com.br

Para: joaquimneto@anadep.org.br, adpacre.adpacre@gmail.com, adepal.alagoas@gmail.com, adepam@adepam.org.br, imprensa.adepam@gmail.com, adepbahia@adepbahia.com.br, secretaria@adpec.org.br, adepdf@adepdf.org.br, adepes.defensoria@gmail.com, ana-oliveira@defensoriapublica.go.gov.br, adpema2011@gmail.com, presidencia@adpema.com.br, secretaria@adpema.com.br, contato@amdep.org.br, adepms@terra.com.br, adep@adepmg.org.br, adpep@hotmail.com, adpep@adpep.org.br, apdp_pb@hotmail.com, thaisa.oliveira@defensoria.pr.gov.br, assocdefensorespe@gmail.com, apidep@hotmail.com, adperj@adperj.com.br, adpergs@adpergs.org.br, secretariaamdepro@hotmail.com, brunobalbe@terra.com.br, adper@adper.org.br, temuniz@yahoo.com.br, apadep@apadep.org.br, presidencia@apadep.org.br, adepesc@gmail.com, secretaria.adpese@gmail.com, adpeto@defensoria.to.gov.br, secretaria@adpeto.org.br, comunicacao@adpeto.org.br, defensoriageral@ac.gov.br, diretoriageral.dpg@ac.gov.br, diretoria.geral@ac.gov.br, gabinetegeral.defensoria@ac.gov.br, defensoria@defensoria.al.gov.br, info@defensoria.al.gov.br, defensoria.publica@bol.com.br, defenap.gov@hotmail.com, adv.valente@bol.com.br, gabinete@defensoria.am.gov.br, gabinete@defensoria.ba.gov.br, gabinete@defensoria.ce.gov.br, diretoria.defensoria@gmail.com, diretoria@defensoria.df.gov.br, defensoria@dp.es.gov.br, defensoria-publica@defensoriapublica.go.gov.br, cleomar-filho@defensoriapublica.go.gov.br, marcelo-soares@defensoriapublica.go.gov.br, defensoriageral@dpe.ma.gov.br, judpema@hotmail.com, aldyfilho@hotmail.com, gabinete@dp.mt.gov.br, gabinete-dpge@defensoria.ms.gov.br, defensorgeral@defensoria.ms.gov.br, gabinete@defensoria.mg.gov.br, subdefensoria@defensoria.mg.gov.br, dppara@defensoria.pa.gov.br, gabdpg@gmail.com, defensor@defensoria.pb.gov.br, vanildo@defensoria.pb.gov.br, gabinete@defensoria.pr.gov.br, mgtelles@defensoria.pe.gov.br, mgtelles@hotmail.com, defensoriapublica@defensoria.pi.gov.br, subdefensoria@defensoria.pi.gov.br, corregedoria@defensoria.pi.gov.br, dpgerj@dpge.rj.gov.br, gabinete@dpge.rj.gov.br, defensoriapublica@rn.gov.br, defensorageral@dpe.rs.gov.br, subdefensor@dpe.rs.gov.br, contato@defensoria.ro.gov.br, imprensa@defensoria.ro.gov.br, dperr@hotmail.com, dpg@defensoria.sp.gov.br, defensoria.geral@defensoria.se.gov.br, jesus.lacerda@defensoria.se.gov.br, gabinete@defensoria.to.gov.br

CC:

Assunto: Será COVARDIA do STF a certeza da não judicialização do Impeachment

Data: 10/05/2016 04h00min58s UTC

          Hoje, tive a desconfortável oportunidade de ver, e ouvir, mais uma vez, declarações do bom advogado-geral da união, gilmar mendes, que infelizMENTE esta ministro do Supremo Tribunal Federal, e Vice-Presidente do Tribunal Superior Eleitoral, tendo em vista que, apressou-se a ratificar que não há condições de se judicializar o processo de Impeachment, ora em curso no Senado Federal, a despeito da Anulação das Sessões de Votação do Impeachment na Câmara de Deputados, pelo Atual Presidente da Câmara de Deputados, por entender que ocorreram “vícios” que tornam nula as Sessões, sendo eles:

      • As lideranças partidárias fecharam questões contra e a favor do impeachment, o que não é 

         permitido pelo Regimento Interno da Câmara.

      • O Regimento obriga o presidente da sessão a registrar o resultado numa resolução, o que não foi

         feito.

         Estando estas questões corretas, pode-se mesmo assim, reconhecer que as Sessões Anuladas são Atos Jurídicos Perfeitos ?

         Sendo esta uma questão Processual, não caberia ao Supremo Tribunal Federal, avaliar judicialmente, a questão, de Ato Jurídico Perfeito, afinal, não é o Supremo Tribunal Federal, o Órgão Democrático Institucional com a Atribuição de GARANTIR a INTEIREZA do Direito Constituído ?

         Volto a apresentar a “crítica” feita na quarta-feira (27/08/2014) a decisão tomada na véspera pela Corte Eleitoral de barrar a candidatura ao governo do Distrito Federal José Roberto Arruda, que tenta obter aval para manter a candidatura, pelo bom advogado-geral da união, gilmar mendes, que esta Ministro do Supremo Tribunal Federal,e Vice-Presidente do Tribunal Superior Eleitoral, que em momento inadequado, afirmou:

                     “Todo tribunal tem escrúpulo em mudar a jurisprudência e justifica, e justifica. Quem

                       tem  responsabilidade institucional, justifica. Quer dizer, estou mudando por causa

                       disso. E não faz de conta que ontem eu estava votando assim e hoje estou votando

                       assado. Isso é brincadeira de menino. [...] A gente não cria jurisprudência 'ad hoc'

                       [para uma finalidade específica]. Quem faz isso é tribunal nazista", afirmou o ministro

                       antes da sessão desta quarta.

         Será que o Supremo Tribunal Federal, realMENTE é um “tribunal nazista”, onde, apenas e tão somente, “meninos brincam” ?

         Será que o Poder Judiciário Brasileiro não se reconhece FISCAL do Processo desde de seu início, de tal forma, que um GOLPE, que, concretamente, esta em curso, não venha a ser judicializado pela Comunidade Internacional, como, o Golpe sofrido por Chaves, que provocou um “governo de 2 dias” ?

         Por que será que, entre todos os ministros do Supremo Tribunal Fedral, o bom advogado-geral da união, gilmar mendes, que infelizMENTE esta ministro do Supremo Tribunal Federal, e Vice-Presidente do Tribunal Superior Eleitoral, com clara posição “A FAVOR” do Impeachment, bem como, com posição político-partidária incontestávelmente contrária a corrente político-partidária do Governo Dilma, é sempre o primeiro a se manifestar ?

         Talvez, o bom advogado-geral da união, não tenha clareza do que seja considerar-se “SUSPEITO”, ou mesmo “IMPEDIDO”, de se manifestar sobre tão latente sentimento, que indubitavelmente embota qualquer possível imparcialidade ?

         Tenho um sentimento claro de que o próximo Vice-Presidente, que ora comanda, o processo de Impeachment no Senado, em seu íntimo, esta ansioso para assumir a Vice-Presidência, sentimento sentido pelo Presidente da Câmara de Deputados, ora afastado, portanto, como é possível entender, ou aceitar, que os maiores interessados no Impeachment estejam à frente do Processo ?

          O mínimo que poderia ter ocorrido, nos dois casos, seria o afastamento por se declararem “SUSPEITOS”, ou “IMPEDIDOS”, de tal forma, que o processo ficasse com a máxima característica de IMPARCIALIDADE.

          Quando a liderança partidária do pmdb, decidiu “fechar questão A FAVOR” do Impeachment de forma indiscutível, inquestionável, quiça visceral, ratificou-se a certeza de GOLPE pelo partido de maior bancada, ora aliada, a oposição, como se situação nunca tivesse sido. Esperamos que o Plenário do Supremo Tribunal Federal, reavalie as constantes afirmações de que o Impeachment não será judicializado, pois, com toda a certeza, o envolvimento internacional da questão, poderá fazê-lo em FORUM INTERNACIONAL, algo, que colocaria nosso Poder Judiciário, em situação mais fragilizada do que esta, pois, é de conhecimento internacional, que a maioria dos Deputados Federais eleitos no último pleito, o foram por Coligações Proporcionais ILEGAIS e INCONSTITUCIONAIS.

          Isto, porque o Supremo Tribunal Federal se recusou, através do “cancelamento da autuações”, por não ser advogado, das Ações Populares Pet. 5.783 e Pet. 5.794, e da “ignoração” dos Agravos Regimentais e Embargos de Declaração impetrados, entendo Eu, por pura “covardia” de avaliar demandas tão impactantes no cenário político brasileiro, que por isso, é simplesmente, promíscuo.

          Muitos, entendem que o Congresso Nacional é reflexo, para alguns que não Eu, de que o POVO BRASILEIRO não sabe VOTAR, uma vez que, para outros como Eu, é reflexo da Manipulação do Direito Eleitoral pelos partidos grandes, com a parcimônia do Poder Judiciário, e pela omissão dos partidos pequenos.

           Isto é Brasil, que brevemente, será Brazil S.A., onde o menos importante será os interesses do POVO BRASILEIRO, afinal, esta crise tem origem no fato de que Dilma ter sido o primeiro Presidente da República Eleito contra a vontade do “MERCADO”, razão pela qual, qualquer movimento “contra” Dilma o “dolar baixa” e a “bolsa sobe”, dando aos incautos a impressão de que a economia esta se recuperando, como também, qualquer movimento “a favor” de Dilma o “dolar dispara” e a “bolsa cai”, dando aos incautos a impressão de que a economia esta em recessão.

            Afinal, o Brasil esta em queda nas avaliações das “agências internacionais” SEM ATRASAR QUALQUER PAGAMENTO DE DÍVIDA EXTERNA, ou seja, apenas e tão somente, em função da especulação da “crise política”, reflexo da promiscuidade política permitida pelo Poder Judiciário Brasileiro.

            Entendo que o bom advogado-geral da união, gilmar mendes, que infelizMENTE esta Ministro do Supremo Tribunal Federal, e Vice-Presidente do Tribunal Superior Eleitoral, ainda não esteja familiarizado, com Valores, e Conceitos, da Instituição da qual faz parte, razão pela qual, reproduzo abaixo, parte do texto “A Constituição e o Supremo” que consta do site oficial do Supremo Tribunal Federal.

"Ninguém é obrigado a cumprir ordem ilegal, ou a ela se submeter, ainda que emanada de autoridade judicial. Mais: é dever de cidadania opor-se à ordem ilegal, caso contrário, nega-se o Estado de Direito." (HC 73.454, Rel. Min. Maurício Corrêa, julgamento em 22-4-96, 2ª Turma, DJ de 7-6-96

“O princípio da isonomia, que se reveste de auto-aplicabilidade, não é – enquanto postulado fundamental de nossa ordem político-jurídica – suscetível de regulamentação ou de complementação normativa. Esse princípio – cuja observância vincula, incondicionalmente, todas as manifestações do Poder Público – deve ser considerado, em sua precípua função de obstar discriminações e de extinguir privilégios (RDA 55/114, sob duplo aspecto: (a) o da igualdade na lei; e (b) o da igualdade perante a lei. A igualdade na lei – que opera numa fase de generalidade puramente abstrata – constitui exigência destinada ao legislador que, no processo de sua formação, nela não poderá incluir fatores de discriminação, responsáveis pela ruptura da ordem isonômica. A igualdade perante a lei, contudo, pressupondo lei já elaborada, traduz imposição destinada aos demais poderes estatais, que, na aplicação da norma legal, não poderão subordiná-la a critérios que ensejem tratamento seletivo ou discriminatório. A eventual inobservância desse postulado pelo legislador imporá ao ato estatal por ele elaborado e produzido a eiva de inconstitucionalidade.” (MI 58, Rel. p/ o ac. Min. Celso de Mello, julgamento em 14-12-1990, Plenário, DJ de 19-4-1991.)

“A ordem jurídico-constitucional assegura aos cidadãos o acesso ao Judiciário em concepção maior. Engloba a entrega da prestação jurisdicional da forma mais completa e convincente possível. Omisso o provimento judicial e, em que pese a interposição de embargos declaratórios, persistindo o vício na arte de proceder, forçoso é assentar a configuração da nulidade.” (RE 158.655, Rel. Min. Marco Aurélio, julgamento em 20-8-1996, Segunda Turma, DJ de 2-5-1997.)

“Conhecer de um recurso por outro, ainda que ocorra erronia, pode configurar violação de norma processual infraconstitucional, e não ofensa ao princípio constitucional de que 'a lei não excluirá da apreciação do Poder Judiciário lesão ou ameaça a direito' (...)." (AI 134.000-AgR, Rel. Min. Moreira Alves, julgamento em 12-3-1991, Primeira Turma, DJ de 3-5-1991.) No mesmo sentido: AI 157.933-AgR, Rel. Min. Moreira Alves, julgamento em 7-3-1995, Primeira Turma, DJ de 18-8-1995.

Atenciosamente,

Dr. Plinio Marcos Moreira da Rocha

“Colando” (copiando) Grau de Doutor de “Merda”, com Doutorado em Direito de “Merda” (inexistente), em Estabelecimento de “Merda” (inexistente), reconhecido pelo Ministério de Estado da Educação de “Merda (que TUDO assiste, duplo sentido), de um Estado de Direito de “Merda” (que TUDO permite), conforme o documento “Sugestões de ação no RESGATE da Credibilidade”.

http://pt.scribd.com/doc/145276286/Sugestoes-de-Acao-no-RESGATE-da-...

Rua Gustavo Sampaio nº112 apto. 603 – LEME – Rio de Janeiro – RJ

CEP – 22.010-010

Tel. (Res) 2542-7710

Tel. (Cel) 9 8618-3350

Penso, não só Existo, Me Faço PRESENTE

Um Cinquentão com índole de um Jovem revolucionário apaixonado por TUDO que se envolve, por isso, tem a Despreocupação Responsável em MUDAR Conceitos e Valores.

A Despreocupação Responsável em MUDAR Conceitos e Valores

La leggerezza responsabile di MODIFICARE Concetti e Valori

Die Nachlässige verantwortlich zu ändern Konzepte und Werte

Descuidos a la Responsable de CAMBIAR conceptos y valores

De onzorgvuldige Verantwoordelijke VERANDERING van concepten en Waarden

The Responsible Easiness in CHANGING Concepts and Values

Le négligent responsable de changement Concepts et valeurs

                                                                                                     إن إهمال المسؤولين إلى تغيير المفاهيم والقيم      

不注意な変更概念と値に責任

Analista de Sistemas, presumivelmente único Cidadão Brasileiro COMUM, que mesmo não tendo nível superior completo (interrompi o Curso de Executivo, com o primeiro semestre completo em 1977), portanto, não sendo Advogado, nem Bacharél, nem Estudante de Direito, teve suas práticas inscritas nas 6ª, e 7ª, edições do Prêmio INNOVARE, ambas calcadas no CAOS JURÍDICO que tem como premissa o PURO FAZER DE CONTAS, reconhecidas, e DEFERIDAS pelo Conselho Julgador, conforme o documento INNOVARE Um Brasileiro COMUM No Meio Juridico II,

http://pt.scribd.com/doc/46900172/INNOVARE-Um-Brasileiro-COMUM-No-M...

Exibições: 232

Comentar

Você precisa ser um membro de Portal Luis Nassif para adicionar comentários!

Entrar em Portal Luis Nassif

Publicidade

© 2019   Criado por Luis Nassif.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço