A música “Mangueira, não!”, popularmente batizada de “Silenciar a Mangueira, não”, foi composta, letra e música, por Herivelto Martins/Grande Otelo e gravada por Dalva de Oliveira e Dupla Preto e Branco (Herivelto e Nilo Chagas).

Mangueira, não!” (Herivelto Martins/Grande Otelo) # Francisco Alves/Trio de Ouro [Dalva de Oliveira “Dupla Preto e Branco”] e Carlos Machado e sua Orquestra. Disco Odeon (12393-B), 1943.

“Mangueira, não”

Acabaram com a Praça Onze!

Demoliram praças e ruas, eu sei

Podem até acabar com o Estácio

O velho Estácio de Sá!

Derrubem todos os morros

Derrubem meu barracão

Silenciar a Mangueira, não!

 

Mangueira foi o morro

que nasceu sambando

Mangueira foi o morro

que viveu cantando

Mangueira nasceu

Mangueira viveu

Fala tamborim, fala bateria!

Ninguém há de dizer

que Mangueira faleceu

(Mangueira não morre)

 

No filme “Berlim na Batucada” (Cinédia/1944) Francisco Alves interpreta o papel de um malandro e canta, entre outras, a composição “Mangueira, não!”.

Nas imagens, junto com Francisco Alves, aparecem Procópio Ferreira, Manoel Rocha, Chocolate (Dorival Silva), Delorges Caminha e Pery Ribeiro (criança).  Áudio excerto de "Ponteio" (Edu Lobo e Capinan).

************

Fontes

- Fotomontagem: Laura Macedo / Demais fotos acervo pessoal e internet.

- Foto inicial

- Francisco Alves - As mil canções do Rei da Voz - Abel Cardoso Júnior. Curitiba: Edição Revivendo, 1998.

- Site YouTube - Canais: “RADIODANTOS (REM)” / “Carlos Cotonete”.

 

************

Exibições: 305

Comentário de Laura Macedo em 2 junho 2015 às 22:58

Este Post foi destaque no Blog GGN/Luis Nassif Online.

Confira os comentários AQUI.

Comentar

Você precisa ser um membro de Portal Luis Nassif para adicionar comentários!

Entrar em Portal Luis Nassif

Publicidade

© 2019   Criado por Luis Nassif.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço