Sinhô e Francisco Alves - "O Bobalhão"

Capa da Partitura - “O Bobalhão” com o compositor José Barbosa da Silva - Sinhô e o intérprete Francisco Alves.

José Barbosa da Silva (1888-1930), conhecido pelo apelido de Sinhô, é uma unanimidade quanto se trata de apontar o mais popular compositor de samba das primeiras décadas do século XX.

Que o samba é o ritmo emblemático do Brasil ninguém duvida, assim como que foi ouvindo as músicas de Sinhô que o Brasil aprendeu a gostar de samba.

Francisco Alves (1898-1952), o nosso eterno Rei da Voz, dispensa comentários. É um dos grandes mitos da Música Popular Brasileira. Considerando os meios de comunicação da época em que viveu, foi um artista cuja popularidade estava sempre em alta. Foi o pioneiro na gravação de disco elétrico no Brasil.

Sua carreira artística, infelizmente, foi abortada no dia 27 de setembro de 1952, quando um desastre de automóvel tirou-lhe a vida deixando uma legião de brasileiros inconsoláveis.

O bobalhão” (Sinhô [José Barbosa da Silva]) # Francisco Alves e Orquestra do Cassino Copacabana. Disco Odeon (10.113-A) / Matriz (1477). Lançamento (fevereiro/1928).

______

Agradecimentos especiais aos amigos pesquisadores: Miguel Nirez de Azevedo (liberação do fonograma) e Gilberto Inácio Gonçalves pela gentileza na montagem do vídeo acima.

______

************

Fontes:

- Banco de Dados do Acervo Nirez (aqui)

- Capa Partitura - Instituto Piano Brasileiro (aqui)

- Dicionário Cravo Albin/Verbetes: Sinhô (aqui) e Francisco Alves (aqui).

- Site YouTube/Canal: “Gilberto Inácio Gonçalves”.

************

 

Exibições: 168

Comentar

Você precisa ser um membro de Portal Luis Nassif para adicionar comentários!

Entrar em Portal Luis Nassif

Publicidade

© 2019   Criado por Luis Nassif.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço