A casa dorme,
O ar viaja fresco por meu corpo
A noite acompanha silenciosa
A lua desvelando sua escuridão...
Toco a grama, passeio minha mão,
Saudade do teu olhar,
Vislumbro você,
Inspiro, minha pele é leve, meu corpo quente
Imagino a seiva úmida brotando do teu amor
Adormeço.

Exibições: 38

Comentário de Euripedes Ribeiro de Sousa em 19 abril 2011 às 20:27
Gostei deste também! Levas jeito! Vá em frente!
Comentário de Erica Lorenz em 19 abril 2011 às 20:34
Obrigada!!

Gostei muito das tuas crônicas. Têm um tom jocoso de quem conta um "causo", mt divdertidas e mt bem elaboradas.
Comentário de Stella Maris em 19 abril 2011 às 20:40

Oxente!!

Euripedes aqui!

adisculpa aí, ô Erica,

mas tb gostei das poesias...

abrços viu..

Comentário de Erica Lorenz em 19 abril 2011 às 20:46
Puxa, obrigada, desse jeito vou me empolgar !!

Comentar

Você precisa ser um membro de Portal Luis Nassif para adicionar comentários!

Entrar em Portal Luis Nassif

Publicidade

© 2020   Criado por Luis Nassif.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço