Blog EM

Banksy, um artista de rua britânico, deixou uma crítica à crise dos refugiados em um campo designado para acolhê-los, em Calais, França. Num graffiti que desenhou no local, Steve Jobs aparece com um saco às costas e um computador Macintosh na mão.
A imagem pretende lembrar que se tivessem fechado as fronteiras ao pai de Steve Jobs, um imigrante sírio, provavelmente a Apple nunca teria existido.


"Dão-nos a crer que as migrações são um fardo para os recursos do país, mas Steve Jobs era filho de um imigrante sírio. A Apple é a empresa mais lucrativa do mundo, paga mais de 6 mil milhões de euros em impostos todos os anos - e isso é só porque deixaram entrar um jovem vindo de Homs", pode ler-se na descrição deixada junto ao desenho no muro.

O carro sem placas de SJ | Uma foto de SJ | Linus x Microsoft x Apple | O computador e a bicicleta | O discurso inspirador de SJ | Segredos do cérebro criativo

Exibições: 114

Comentário de Adilson Camacho em 21 dezembro 2015 às 18:57

Oi, Paulo, precisamos sempre nos lembrar dessas coisas que desmentem sensos comuns empobrecidos/embrutecidos pelo ódio! Obrigado. Abraço, Adilson.

Comentário de Paulo Gurgel Carlos da Silva em 22 dezembro 2015 às 0:51

Concordo(amos).

Abraço, Adilson.

Comentar

Você precisa ser um membro de Portal Luis Nassif para adicionar comentários!

Entrar em Portal Luis Nassif

Publicidade

© 2020   Criado por Luis Nassif.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço