Portal Luis Nassif

   Entrei na quadra 8 de Samambaia sul,uma quadra suja,com sacos de lixos rasgados pelos cachorros famintos e garrafas de cerveja e cachaça quebradas espalhadas pelas calçadas estreitas e repleta,infelizmente( mundo vil ! ),de moradores de rua implorando por uns caraminguados,cigarros e bebida alcoólica.Uma morena maravilhosa ,cabelos anelados ,olhos verdes enormes e trajando uma calça justa que realçava as suas curvas libidinosas surgiu em minha frente,de repente,do nada.Ela segurou meu braço esquerdo ( empunhava não direita uma pequena garrafa de uísque vagabundo ) e foi logo dando seu recado :" Tudo bem ? Há um complô em curso dos togados,comandado pelo Moro,para assassinar o Lula,o nosso líder . !" Dei um um pequeno sorriso para ela e falei " Você está viajando,morena,tá chapada !

 A bunda da morena,meus caros,era linda,empinada e os seus seios rijos ameaçavam pularem da camiseta vermelha  estampada com a sigla PF.O que seria PF ? Prato feito ? Filho da Puta ? Fêmas Putas ? Frente dos picaretas ? Sei lá,não conseguia decifrar a sigla,as duas letras maiúsculas,estava atordoado com sua beleza.

 " Não estou chapada,bebo para encarar a realidade funesta tome um trago,vai."

 Abro um parêntesis para avisar-lhes  que não irei respeitar o ponto parágrafo,os leitores que se virem e que o professor Pasquale que se foda ! Vamos lá.

  Bebi um bom trago.Que porra de uísque é este ,hen? ! Forte para cacete." Ela segurou com firmeza a minha mão direita e continuou com a sua tese do complô." Mataram a Marisa,agora querem matar o Lula,o nosso líder máximo.Venha até o meu aparelho ,vou lhe apresentar uns caras." cem metros adiante paramos em frente a uma casa de dois andares de cor cinza,em bom estado( ainda bem,Jesus ),mas de aspecto funéreo .Subimos por uma escada de madeira que rangia a cada passada dos nossos pés,parecia que ira desabar .Merda de escada ! Ela abriu a porta da sala,era imensa,e três caras estavam sentados em volta de uma mesa jogando pôquer ,bebendo uísque e fumando cigarro de palha.Malditos caipiras  do cerrado ! A mulher se chamava Fernanda."Oi,pessoal,este aqui é um cara que encontrei vagando pela quadra,ele se chama Marcelo Lamela. " Os caras me olharam de cima abaixo,inspecionavam meus trajes de simples.Aliás,apenas dois deles me olharam e se levantaram : Um grandão brancão,cabelos em desalinho,cara feia,e com um par de óculos tipo fundo de garrafa e o outro,um magricela ,com os cabelos cortados com a máquina 2,3 ou 4,sei lá,porra,não entendo nada de máquina de cortar cabelos,o terceiro ,que permanecia sentado e cm os olhos fixos nas cartas que segurava em suas mãos mãos,era um velho macilento de uns 86 anos,cabelos compridos,grisalhos,compridos,ralos e sebosos.Ora,ora - foi avisando o grandão -este cara é o escritor da Asa sul.O que tu faz aqui,cara ?" Olhei para cara feia dele,fui finalmente reconhecido,gente fui reconhecido pela segunda vez minha carreira improfícua de escritor.Viva JC ! Decerto era um leitor dos meus livros,admirador ou feroz crítico das minhas obras que foram publicadas no Detrito Federal..O cara se chamava Brandão e prosseguiu com o blá,blá identificatório :" Chegue-se mais,brother,sente-se ao lado dos bons.Li três livros seus ,Poemas de um Certo Verão,Últimos Poemas e o romance Memórias Desconexas.Gostei de todos os três,são bem desconexos mesmo." Sorri e falei-lhe : "Legal,que bom que encontrei um leitor neste fim de mundo,um leitor que gostou porque a maioria detestou.Os livros encalharam nas livrarias  e para livrar-me deles fiquei vendendo-os de bar em bar,dei para amigos e os exemplares que sobraram,uns 150,eu os queimei na pracinha da 202,sim,eu os queimei."

  Agora darei um ponto parágrafo,pois até eu estou me perdendo com esta narrativa de merda.

  O magricela pediu à Fernanda ( eu não parava de olhar para as sua bunda ,meu Deus !) que ela pegasse uma cadeira e mais um copo.Juntei-me aos "bons" a mesa. " Fernanda - sentiu um forte odor de margarina  que exalava do copo americano-,este copo tá cheirando a margarina,poderia me ver outro? "Fernanda  enfiou a boca no gargalo na sua garrafinha de uísque de quinta e prontamente trouxe um outro copo,desta vez limpo,assim eu esperava ( reparei que a pia da cozinha americana- tudo era americano na porra da casa - estava imunda  e com vários pratos sujos empilhados ),depois sentou-se nos sofá  e cruzou as pernas em em forma de X.Que panturrilhas,meu Deus,que panturrilhas ! 

 " Marcelo ,a Fê lhe trouxe aqui porque ela deve ter contado  - o grandão era o líder do grupelho - que a quadrilha dos togados  querem assassinar o presidente Lula." 

 Sim,ela me contou sobre o complô ( bebi uma boa talagada do uísque que colocaram sem gelo no meu copo ,fiz cara de mau ).Acho que vocês estão com as mentes corroídas pela bebida,pelo uísque de merda que vocês bebem todos os dias ." O magricela me olhou feio e avisou ao Brandão : " Brandão,este cara é comunista,é mais um escroto comunista de Brasília  !" Pensei em dar-lhe uma bofetada,apenas pensei,segurei meu ímpeto porque não daria conta de sair na porrada com o Brandão.

Brandão bateu o jogo,aliás a rodada,pegou uma pilha de moedas de 1 real que estava sobre a mesa ,o sorriso era largo.Levantou-se da cadeira e começou a discursar : " somos da Frente Popular,Front Popular ( seria melhor Frente Populista,né),somos Lulistas assumidos,somos uma tendência armada dentro do PT para defender a integridade física do nosso líder maior.Não gostamos de comunistas " Com o dedo indicador apontado para o meu rosto ,ele me acusou : Vocês se uniram a UDN e mataram Getúlio !,Sim,vocês mesmo  ! Fizeram,com exceção do Pc do B,uma aposição feroz ao Lula o tempo todo,é a esquerda que a direita gosta." Fiquei colérico,achava aquele diálogo e aquele cenário bizarros,com exceção,é claro,da estonteante Fernanda ,mulher do Brandão,o chefão.Não me fiz de cacão,levantei-me da mesa ( porra,o quatro olhos era grandão pra cacete ,imaginava apanhar ) e comecei a argumentar.Sim,antes o velho declarou : " Por quê nós envelhecemos,a velhice é uma merda ,nunca mais tive uma mulher,ainda falam na merda do ciclo da vida,a vida não tinha que ter ciclos,tínhamos que ser eternamente jovens ." Bom,o velho foi o que menos falou merda. E fui logo me contrapondo ao Brandão : " Não sou de nenhuma organização comunista,não sou comunista ! Não matei  Getúlio,Kenedy,M.Luther King,Malcon X,Jango,Brizola...aliás,Brandão essa frase de que sou a esquerda que a direita gosta você plagiou do Brizola.Porra,cara,seja mais criativo." Vi que Fernanda estava excitada com a discussão e esfregava a vulva por cima da calça com uma das mão.Continuei,agora andando em círculos no piso branco encardido ,a falar ." Não tenho a ver com a morte da Marisa ,do Mariguela,do Chico Mendes,do Allende e nem de Jesus Cristo.Nunca tramei nada ! Só gosto de escrever,beber e de bocetas ,só isso." O magricela também levantou-se  ( e o velho a repetir : Por que a gente envelhece ? Que merda  ! ) e atacou-me . " Você é um escroto comunista sim ! O Brandão leu seus livros e seus artigos no jornal A Luta." Parti para o contra-ataque : " cara, não me venha com ameaças não,sou filho de uma judia com um anarco-cristão ( Fernanda ficou boquiaberta).Sacou a mistura explosiva ? " Brandão retirou os óculos fundo de garrafa ,arregalou os olhos ( pensei que eu levaria uma porrada na cara) e Fernanda,após o êxtase do gozo e bêbada,interveio : "Rapaziada,vamos ter calma,nada de porrada.Realmente esta de judia com um anarco-cristão é foda mesmo,bombástica !  Vamos nos snetar ,beber e conversarmos civilizadamente.Afinal  somos todos brasileiros,né.Somos cidadãos  fodidos,mal tratados ,cidadãos de de terceira categoria nesta merda do DF." Antes de sentar-se,mais calmo,aquiesceu : " Minha gata tá certa ,aliás quase certa.Só os gaúchos não se consideram brasileiros ,se acham superiores.Ficam com aquela falácia  gaúcha de corno de que o Rio Grande é um outro país,em qualquer evento  ficam desfraldando a porra daquela bandeira deles,do Rio Grande,se acaham machões,e foderam na Revolução Farroupilha,tomaram no rabo dos Imperiais,com Garibaldi e tudo.Na verdade  são veadões e estã tão fodidos como o resto do povão deste país.Vivem chamando Lula de Paraíba.Só existiram quatro gaúchos patriotas : Getúlio,Brizola,Jango e Prestes,só ! " O clima ficou ameno,os ânimos se acalmaram e o rumo da prosa mudou. " Marcelo ,qual será seu próximo Livro ?" Indagou-me Fernanda ao colocara seu braço em volta dos meus ombros arqueados pela bebida - quase tasquei-lhe um beijo em sua boca carnuda,me contive,não sou trouxa. " Parei de escrever,hoje trabalho na merda do Bradesco ,ganho uma merda por mês e não colaboro mais com A Luta.Fui expurgado da Asa sul e hoje moro nesta merda de Samambaia sul,na quadra 10,em um quarto e sala e não tenho uma mulher há 3 meses.Aliás - virei-me para o Brandão e perguntei-lhe em tom jocoso -,você citou Prestes como um bom gaúcho,Prestes era comunista.Não entendi."

  "Meu filho,Prestes rompeu com o PCB,com a URSS(!) e juntou-se a Brizola,esqueceu ?.Prestes,o querido velho,acordou para a realidade e viu as cagadas que os comunistas fizeram.Sacou ?"

 Tudo transcorria bem ,falávamos sobre vários assuntos ao mesmo tempo ( e eu sarrava minha perna direita na perna de Fê) : futebol,fórmula truck,Rimbaud,Silvio Santos,a Turma do Chavez,jornalismo,movimento LGBT,Bolsonaro,sexo livre,maconha,enfim quase tudo.O papo fluía bem,tão bem que bebemos as duas de uísque que estavam na mesa.Eu estava pra lá de Zanzibar ! E sonhava com a bunda de Fernanda.Foi quando o velho me veio com uma proposta dadaísta,si,dadaísta!

Com a porra do cigarro de caipira no canto da boca  lá veio a proposta :" vOC~E É CARIOCA,SEU SOTAQUE É CARREGADO,É FORTE,TEM CHIADO DEMAIS.E TODO CARIOCA É MALANDRO E MALUCO.TOPA ACOMPANHAR O LULA EM TODOS OS EVENTOS EM QUE ELE ESTIVER  E PROVAR TODA A CACHAÇA E COMIDA QUE LHE FOREM SERVIDA PARA EVITAR QUE EL MORRA ENVENENADO ? VOCÊ GANHARÁ UMA BOA GRANA SE CONSEGUIR SOBREVIVER E DEIXARÁ UMA BOA HERANÇA AOS SEUS PARENTES,CASO VENHA A MORRER.É MELHOR QUE TRABALHAR PARA BANQUEIRO,NÃO ACHA ? "

  Tive um ataque de riso,todos gargalhavam também.Levantei-me trôpego da cadeira,quase caí,e respondi ao velho :Legal,se a porra da cachaça estiver envenenada  quem morrerá será eu ,não o Lula,serei herói do PT.Porra,não fode,velho,seja você o provador,vá tomar neste rabo velho.Vou nessa ,rapaziada,um abraço,espero não vê-los mais,somente a Fernanda." Antes de ir levei um soco do Brandão que ficou enciumado,mas foi um soco de leve,só para assustar-me.

 

 OBS: peço desculpas aos leitores pelos possíveis erros de digitação,escrevo de uma lan house,tenho que correr,se não pagarei mais de 10,00,não fiz revisão,façam vocês.Um grande abraço. Ah,sim,o meio conto publicarei quando eu puder.Abraços.

 

Exibições: 35

Comentar

Você precisa ser um membro de Portal Luis Nassif para adicionar comentários!

Entrar em Portal Luis Nassif

Publicidade

© 2018   Criado por Luis Nassif.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço