No discurso do sarau dos 7.000, o Nassif comparou as pessoas que se reuniram em torno do blog e no portal aos cristãos na catacumba. A comparação me pareceu marcada mais pela perseguição que os cristãos sofriam do que pela boa nova que eles anunciavam. Eu entendo a referência à perseguição como fruto das marcas deixadas pelas ações virulentas movidas pela Veja contra ele, e as suas conseqüências na sua vida pessoal e de sua família.

No entanto, mais importante do que esse sentimento de perseguição, me parece que a dimensão mais relevante dessa nossa experiência nesse novo espaço é a possibilidade de abrir novos horizontes, é a oportunidade de descobrir novos mundos diferentes daqueles que conhecemos hoje.

Por isso, não consigo nos ver como cristãos nas catacumbas, mas como aqueles navegantes, metidos em suas frágeis embarcações, em busca de novos continentes e de novos mundos. As reações, com toda a sua carga retrógrada, não passam dos últimos estertores de um mundo que está morrendo e que faz o seu derradeiro e inútil esforço para se manter em cena.

Como no final da idade média, o mundo das grandes catedrais chega ao seu fim, juntamente com uma dada concepção desse mundo, representada pela rígida visão autoritária e centralizadora da igreja.

Enfim, é um novo mundo que nasce, é o renascimento, a bíblia de Gutemberg, os escritos de Lutero, a poesia e a literatura, os barcos ao mar e os novos mundos a descobrir.

Pensando nisso, eu me lembrei do musical Notre Dame de Paris, baseado na obra do grande Victor Hugo, e de uma passagem em particular; aquela na qual o poeta Gringoire e o arcebispo de Notre Dame Frollo discutem sobre Florença e a Renascença, sobre o mundo que morre e aquele que nasce.

Pois bem, meus amigos, é justamente o vídeo desta canção que eu deixo para vocês como mensagem de final de ano. Na esperança de que todo o mundo novo que nasce é sempre mais forte do que aquele que se encerra. Enfim, os barcos já partiram e o que virá será sempre mais interessante do que aquilo que ficou para trás.

Um grande abraço a todos e até o próximo ano.

A seguir o vídeo com a canção e a sua tradução:




Frollo:

Parlez-moi de Florence (Fale-me de Florença)
Et de la Renaissance (E da Renascença)
Parlez-moi de Bramante (Fale-me de Bramante)
Et de "l'Enfer" de Dante (E do inferno de Dante)

Gringoire:

À Florence on raconte (Em Florença se conta)
Que la Terre serait ronde (Que a terra seria redonda)
Et qu'il y aurait un autre (E que haveria um outro)
Continent dans ce monde (continente neste mundo)

Des bateaux sont partis déjà sur l'océan (Os barcos já partiram para o oceano)
Pour y chercher la porte de la route des Indes (Para buscar a porta do caminho das Índias)

Frollo:

Luther va réécrire le Nouveau Testament (Lutero vai reescrever o novo testamento)
Et nous sommes à l'aube d'un monde qui se scinde (E nós estamos na aurora de um mundo que se divide)

Gringoire:

Un dénommé Gutemberg (Um certo Gutemberg)
À changé la face du monde (Mudou a face do mundo)

Frollo:

Sur les presses de Nuremberg (Nas prensas de Nuremberg)
On imprime à chaque seconde (se imprime a cada segundo)

Gringoire:

Des poèmes sur du papier (Poemas no papel)
Des discours et des pamphlets (discursos e panfletos)

Les deux:

De nouvelles idées (novas idéias)
Qui vont tout balayer (que vão varrer tudo)

Gringoire:

Les petites choses toujours viennent à bout des grandes (As coisas pequenas sempre vêm ao início das grandes)
Et la littérature tuera l'architecture (E a literatura matará a arquitetura)

Frollo:

Les livres des écoles tueront les cathédrales (Os livros das escolas matarão as catedrais)
La Bible tuera l'Église et l'homme tuera Dieu (A bíblia matará a igreja e o homem matará Deus)

Ceci tuera cela (Isso matará aquilo)

Exibições: 93

Comentário de Sérgio Troncoso em 21 dezembro 2009 às 18:59
Ronaldo amigo, muito bonito esse musical que voce pôs. Felizes Natal e Ano Novo prá ti e tua família e um abração. Sérgio.
Comentário de Ronaldo Bicalho em 21 dezembro 2009 às 19:21
Um grande abraço para você também, grande Sergio.
Comentário de André Luís da Silva Leite em 31 dezembro 2009 às 11:50
Ronaldo, excelente post. A canção é sensacional. Bom ano para ti e toda a família. Abraços.

Comentar

Você precisa ser um membro de Portal Luis Nassif para adicionar comentários!

Entrar em Portal Luis Nassif

Publicidade

© 2019   Criado por Luis Nassif.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço