Portal Luis Nassif

Uma “greve de fome” em Cuba vale mais do que 800 nos EUA

Por Revista Consciência.Net em 16/07/2011

 

160711_presos-nos-EUA

 

Cuba – Comunicaçom, via Diário da Liberdade

Visão direto de Cuba – [Luis Ernesto Ruiz Martínez] Pode parecer uma proposta intrigante, adequada apenas aos especialistas dedicados ao profundo estudo das matemáticas superiores. No entanto, os grandes meios de (des)informação foram encarregados de provar o seu critério de verdade inegável.


Basta que em Cuba, o contra-revolucionário Guillermo Fariñas anuncie uma nova “greve d..., para que, como abelhas ao mel, venham centenas de “jornalistas dedicados” cobrir o evento. Com um pouco de “palavras adoçadas” e muitas “fotografias cênicas”, os “fatos” começam a ser devorados por agências de notícias a serviço da “liberdade de expressão”.

É uma receita amplamente estudada e orquestrado com a conhecida etiqueta MADE IN USA. Recentemente, Naislet Rojas (em seu blog tienelapalabra), nos mostrava a mais recente das “palhaçadas” de “intelectualóide” Farina, que foi novamente repercutida na imprensa internacional desta forma: “O opositor Guillermo Fariñas foi brutalmente agredido pela polícia nacional [...]“. Sempre da mesma maneira e quase exatamente com mesmos termos. Simples casualidade?

Infelizmente, nos Estados Unidos, aparentemente, por obra e graça de algum desconhecido ou artigo constitucional, deve-se sempre aplicar o velho ditado “Faça o que eu digo, não faça o que eu faço”. Não importa a gravidade da situação de seus cárceres, nem que 800 detentosem seis prisões estaduais, decidam entrar em greve de fome, para protestar contra as condições em que vivem.

As agências de notícias, que divulgam rapidamente e exaustivamente qualquer “inventividade” ..., agora estão completamente em silêncio, após vários dias de greve de fome e que alguns detentos tenham sido hospitalizados com problemas decorrentes dessa. A situação foi criada por prisioneiros confinados em celas de segurança máxima, conhecidas como Unidades Habitacionais de Segurança (SHU, do inglês Security Housing Units), que já gerou protestos de familiares e ativistas de direitos humanos.

É como se os jornalistas, tão comprometidos com a “liberdade de expressão”, recebessem ordens de seus editores de que essa não é uma notícia de interesse. Felizmente, a mídia alternativa repercute esta situação. É uma luta nada fácil, mas que está sendo lentamente ganha.

A realidade em que vivemos se encarrega de me dar, com perdão dos colegas matemáticos, a razão: 01 em cuba parece ser maior do que 800 nos EUA.

Luis Ernesto Ruiz Martínez é Professor de Tecnologia Educativa da Universidade de Ciências Pedagogicas em Holguín/Cuba.

Tradução de Robson Luiz Ceron - blog Solidários

 

http://www.consciencia.net/uma-greve-de-fome-em-cuba-vale-mais-do-q...

 

Exibições: 41

Comentar

Você precisa ser um membro de Portal Luis Nassif para adicionar comentários!

Entrar em Portal Luis Nassif

Publicidade

© 2019   Criado por Luis Nassif.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço