Walter Silva vibrava com o público que lotava o Teatro Paramonut no início da década de 1960, em São Paulo.

Os Centros Acadêmicos, ávidos por levantar fundos para as formaturas, passaram a procurar Walter Silva para promover shows de Bossa Nova. A cada segunda-feira uma festa do gênero se realizava no teatro da avenida Brigadeiro Luis Antônio, que ficou famoso como o Templo da Bossa.


Nos shows, Walter Silva adotou a política de reservar a primeira parte para os artistas iniciantes, espécie de abertura de carreira, oportunidade muito bem aproveitada por jovens cantores, compositores e músicos como Chico Buarque, Milton Nascimento, Taiguara, Jair Rodrigues, Toquinho, Sérgio Mendes, Conjunto Roberto Menescal, Zimbo Trio, Jonjo Trio e muitos outros.

Os cartazes dos shows de Bossa Nova no Teatro Paramount são hoje peças de colecionadores. Retratos de um momento dos mais brilhantes da história da música popular brasileira, interessam não apenas aos que participaram do movimento - no palco, bastidores ou platéia - como aos historiadores.

Abaixo,fotos de três desses cartazes. Três estilos gráficos diferentes para três segmentos de cursos universitários, os principais geradores daqueles shows pioneiros, que abriram portas para carreiras importantes, como é o caso de Taiguara e Chico Buarque, que pela primeira vez enfrentaram o público profissionalmente, no palco do Teatro Paramount, em Sampa.(Confiram na foto abaixo).



Reparem bem quem são os artistas amadores desses shows...












O Teatro Paramount amamentou a Bossa Nova, até ela ter forças e ganhar o mundo. Graças ao bom ouvido de um radialista chamado Walter Silva (Picapau), que nos deixou hoje, 27 de fevereiro de 2009, para produzir infinitos shows para Tom Jobim, Vinicius de Moraes, Paulinho Nogueira, Elis Regina, Walter Santos e outros que ja se foram e eram assíduos frequentadores dos shows promovidos pelo nosso saudoso Picapau.

A festança "no andar de cima" promete....





Fonte: Os Grandes Sambas da História (fascículos da Ed. Globo, pág 542/543, 1998).

Exibições: 729

Comentário de Helô em 28 fevereiro 2009 às 10:31
Laurinha
Depois de sua chamada, fui correndo pegar o "Chega de Saudade" e reler o capítulo onde Ruy Castro cita Walter Silva. Que importância ele teve para a Música Popular Brasileira! Alô, alô, seu Nassif!
Trouxe pra você uma foto do livro.
Beijos.

Dois na Bossa: Elis Regina (com Jair Rodrigues, o produtor Walter Silva e o Jongo Trio - Toninho, Cido e Sabá).
Comentário de João Sabóia Jr em 28 fevereiro 2009 às 13:27
Lembro, eu menino uns 10 ou 12 anos, ele tinha um programa ao meio dia, acho que na rádio bandeirantes, fazia um "quiz" para os ouvintes e quem acertava levava uma coleção de LP's. Meu tio Imar que ouvia diariamente o Pica Pau, acertou um dia e vi cegar em cas, onde ele tb morava uns 5 Lps de musica brasileira...
Comentário de Laura Macedo em 28 fevereiro 2009 às 19:53
O programa que ele fazia na Rádio Bandeirantes era "O Picaque do Pica-Pau"
João, que bom que você guardou na sua memória afetiva essas lembranças...
Abraços.
Comentário de Laura Macedo em 28 fevereiro 2009 às 20:13
Helô, realmente ele foi super importante para a Música Popular Brasileira.
Antes do carnaval, dando uma pesquisada no meu acervo - pensando em futuros posts -, deparei-me com essas fotos e tive a ideia de fazer um post falando da importância dele pra a MPB.
Quando soube ontem a noite do seu falecimento, cancelei toda a minha agenda e coloquei a "mão na massa" para produzir o post. A pressa foi tão grande que esqueci de citar a fonte de pesquisa. E só agora a tarde parei em casa para acessar o computador.
Grata pela foto, amei!
Beijos.

Comentar

Você precisa ser um membro de Portal Luis Nassif para adicionar comentários!

Entrar em Portal Luis Nassif

Publicidade

© 2019   Criado por Luis Nassif.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço