Martnália Mendonça Ferreira, nasceu no Rio de janeiro, em 7 de setembro de 1965. Cantora, compositora e percussionista brasileira. Filha do sambista Martinho da Vila e da cantora Anália Mendonça (seu nome é uma mistura dos nomes dos pais), a cantora nasceu no bairro de Vila Isabel, Zona Norte do Rio de Janeiro. Desde criança foi cercada pela música. Mart'nália disse em entrevista:

Com quatro anos de idade, em Pilares, meu pai tocava um tan tan amarelo numa roda de samba com amigos. Lembro dele saindo pela porta e, como num passe de mágica, entrando na televisão. Achava isso o máximo. Minha casa era uma festa. Cresci com Clara Nunes e João Donato na minha sala.

Começou a carreira profissional aos 16 anos, fazendo vocais de apoio para o pai ao lado da irmã, Analimar. Em meados dos anos 1990, passou a realizar apresentações no circuito de bares, pequenas casas noturnas e teatros do Rio de Janeiro, o que culminou no lançamento de seu disco Minha Cara, voltado para o samba-canção. A partir de 1994, passou a integrar o grupo Batacotô, com quem lançou o Semba dos Ancestrais. A artista também foi percussionista da banda de Ivan Lins.

Mart'nália teve o privilégio de se tornar apadrinhada de grandes nomes da MPB graças a seu pai. Caetano Veloso foi o diretor artístico de seu disco Pé do meu Samba, além de compor a faixa-título, e Maria Bethânia produziu Menino do Rio. A partir desses dois álbuns, Mart'nália passou a atrair maior atenção da mídia e a ter uma agenda de shows mais estabelecida em todo o país, abrindo caminho para turnês internacionais pela Europa e África.


Luiz Melodia, nome artístico de Luiz Carlos dos Santos, nasceu no Rio de Janeiro, no dia 7 de janeiro de 1951. Cantor e compositor brasileiro de MPB, rock, blues, soul e samba. Filho do sambista e compositor Oswaldo Melodia, de quem herdou o nome artístico, cresceu no morro de São Carlos no bairro do Estácio.

Luiz Melodia foi muito influenciado pela Jovem Guarda, sobretudo Roberto Carlos.

Começou sua carreira musical em 1963 com o cantor Mizinho, ao mesmo tempo em que trabalhava como tipógrafo, vendedor, caixeiro e músico em bares noturnos. Em 1964 formou o conjunto musical Os Instantâneos, com Manoel, Nazareno e Mizinho. Lança seu primeiro LP em 1973, Pérola Negra. No "Festival Abertura", competição musical da Rede Globo, consegue chegar à final com sua canção "Ébano".

Nas décadas seguintes Melodia lança diversos álbuns e realiza shows, inclusive internacionais. Em 1987 apresenta-se em Chateauvallon, na França e em Berna, Suíça, além de participar em 1992 do "III Festival de Música de Folcalquier" na França.


Estácio, Holly Estácio
(Luiz Melodia)

Se alguém quer matar-me de amor
Que me mate no Estácio
Bem no compasso, bem junto ao passo
Do passista da escola de samba
Do Largo do Estácio

O Estácio acalma o sentido dos erros que eu faço
Trago não traço, faço não caço
O amor da morena maldita do Largo do Estácio

Fico manso, amanso a dor
Holliday é um dia de paz
Solto o ódio, mato o amor

http://clipvinil.blogspot.com/2010/06/martnalia-e-luiz-melodia-estacio.html

Classificação:
  • Atualmente, 0/5 estrelas.

Exibições: 55

Comentar

Você precisa ser um membro de Portal Luis Nassif para adicionar comentários!

Entrar em Portal Luis Nassif

Publicidade

© 2019   Criado por Luis Nassif.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço