Todos os Vídeos Marcados O (Portal Luis Nassif) - Portal Luis Nassif 2020-11-28T00:08:05Z http://blogln.ning.com/video/video/listTagged?tag=O&rss=yes&xn_auth=no Amaranto canta "O Cravo casou com a Rosa" tag:blogln.ning.com,2013-01-25:2189391:Video:1055719 2013-01-25T12:27:15.673Z Luciana Gomes Machado http://blogln.ning.com/profile/LucianaGomesMachado <a href="http://blogln.ning.com/video/amaranto-canta-o-cravo-casou-com-a-rosa"><br /> <img src="http://storage.ning.com/topology/rest/1.0/file/get/2509722446?profile=original&amp;width=240&amp;height=180" width="240" height="180" alt="Miniatura" /><br /> </a><br />Música de Rodolfo Stroeter e Edgard Poças gravado pelo Amaranto no CD "Três Pontes".<br /> Vozes: Amaranto<br /> Violão: Tabajara Belo<br /> Baixo elétrico: Rodolfo Stroeter<br /> Efeitos e barulhinhos: Serginho Silva <a href="http://blogln.ning.com/video/amaranto-canta-o-cravo-casou-com-a-rosa"><br /> <img src="http://storage.ning.com/topology/rest/1.0/file/get/2509722446?profile=original&amp;width=240&amp;height=180" width="240" height="180" alt="Miniatura" /><br /> </a><br />Música de Rodolfo Stroeter e Edgard Poças gravado pelo Amaranto no CD "Três Pontes".<br /> Vozes: Amaranto<br /> Violão: Tabajara Belo<br /> Baixo elétrico: Rodolfo Stroeter<br /> Efeitos e barulhinhos: Serginho Silva De Que Te Queixas Língua Importuna? (Ária IV) & Arde O Velho Barril (Ária VII) - Marília Vargas tag:blogln.ning.com,2012-08-08:2189391:Video:1015729 2012-08-08T14:54:53.660Z A Música do Brasil http://blogln.ning.com/profile/AMusicaDoBrasil <a href="http://blogln.ning.com/video/de-que-te-queixas-l-ngua-importuna-ria-iv-arde-o-velho-barril-ria"><br /> <img alt="Miniatura" height="180" src="http://storage.ning.com/topology/rest/1.0/file/get/2509710347?profile=original&amp;width=240&amp;height=180" width="240"></img><br /> </a> <br></br>Compositor Português: Marcos Portugal (1762-1830)<br></br> Letra: Tomás Antônio Gonzaga - Marília De Dirceu<br></br> Desenho Masculino: Tomás Antônio Gonzaga<br></br> Obras: De Que Te Queixas (Ária IV) &amp; Arde O Velho Barril (Ária VII)<br></br> Intérprete: Marília Vargas<br></br> Pianoforte: Rosana Lanzelotte<br></br> Direção Musical e Flautas: Ricardo Kanji… <a href="http://blogln.ning.com/video/de-que-te-queixas-l-ngua-importuna-ria-iv-arde-o-velho-barril-ria"><br /> <img src="http://storage.ning.com/topology/rest/1.0/file/get/2509710347?profile=original&amp;width=240&amp;height=180" width="240" height="180" alt="Miniatura" /><br /> </a><br />Compositor Português: Marcos Portugal (1762-1830)<br /> Letra: Tomás Antônio Gonzaga - Marília De Dirceu<br /> Desenho Masculino: Tomás Antônio Gonzaga<br /> Obras: De Que Te Queixas (Ária IV) &amp; Arde O Velho Barril (Ária VII)<br /> Intérprete: Marília Vargas<br /> Pianoforte: Rosana Lanzelotte<br /> Direção Musical e Flautas: Ricardo Kanji<br /> Viola de Arame: Guilherme de Camargo<br /> Violoncelo Barroco: Maria Alice Brandão<br /> MUSICA BRASILIS: <a href="http://www.musicabrasilis.org.br/">http://www.musicabrasilis.org.br/</a><br /> <br /> '' De que te queixas,<br /> Língua importuna?<br /> De que a fortuna<br /> Roubar-te queira<br /> O que te deu?<br /> Este foi sempre<br /> O gênio seu.<br /> Levou, Marília,<br /> A ímpia sorte<br /> Catões à morte;<br /> Nem sepultura<br /> Lhes concedeu.<br /> Este foi sempre<br /> O gênio seu... ''<br /> <br /> '' Arde o velho barril, arde a cabeça,<br /> Em honra de João na larga rua;<br /> O crédulo mortal agora indaga<br /> Qual seja a sorte sua.<br /> Mas, ah! em bem me lembre: eu tenho ouvido<br /> Que na boca um bochecho d'água tome,<br /> E atrás de qualquer porta atento esteja,<br /> Até ouvir um nome.<br /> Que o nome que primeiro ouvir, é esse<br /> O nome que há de ter a minha amada.<br /> Pode verdade ser; se for mentira,<br /> Também não custa nada. ''<br /> <br /> * Tomás Antônio Gonzaga (Miragaia, Porto, 11 de agosto de 1744 — Ilha de Moçambique, 1810), cujo nome arcádico é Dirceu, foi um jurista, poeta e ativista político luso-brasileiro. Considerado o mais proeminente dos poetas árcades, é ainda hoje estudado em escolas e universidades por seu "Marília de Dirceu" (versos notadamente árcades feitos para sua amada).<br /> <br /> Ele nasceu em Miragaia, freguesia da cidade portuguesa do Porto, em prédio hoje devidamente assinalado. Era filho de mãe portuguesa (de ascendência inglesa, Tomásia Isabel Clarque) e pai nordestino(João Bernardo Gonzaga).[1] Órfão de mãe no primeiro ano de vida, mudou-se com o pai, magistrado brasileiro para Pernambuco em 1751 depois para a Bahia, onde estudou no Colégio dos Jesuítas. Em 1761, voltou a Portugal para cursar Direito na Universidade de Coimbra, tornando-se bacharel em Leis em 1768. Com intenção de lecionar naquela universidade, escreveu a tese Tratado de Direito Natural, no qual enfocava o tema sob o ponto de vista tomista, mas depois trocou as pretensões ao magistério superior pela magistratura...<br /> <br /> Leia mais sobre Gonzaga: <a href="http://pt.wikipedia.org/wiki/Tom%C3%A1s_Ant%C3%B4nio_Gonzaga">http://pt.wikipedia.org/wiki/Tom%C3%A1s_Ant%C3%B4nio_Gonzaga</a> Ouve O Silêncio - Aldo Baldin tag:blogln.ning.com,2011-12-16:2189391:Video:911236 2011-12-16T00:36:45.664Z A Música do Brasil http://blogln.ning.com/profile/AMusicaDoBrasil <a href="http://blogln.ning.com/video/ouve-o-sil-ncio-aldo-baldin"><br /> <img alt="Miniatura" height="180" src="http://storage.ning.com/topology/rest/1.0/file/get/2509690826?profile=original&amp;width=240&amp;height=180" width="240"></img><br /> </a> <br></br>Obra: Ouve O Silêncio - Claudio Santoro &amp; Vinicius de Moraes<br></br> Piano: Lilian Barretto<br></br> Intérprete: Aldo Baldin<br></br> <br></br> '' Cala<br></br> Ouve o silêncio<br></br> Ouve o silêncio<br></br> Que nos fala tristemente<br></br> Desse amor que não podemos ter<br></br> Não fala<br></br> Fala baixinho<br></br> Diz bem de leve um segredo<br></br> Um verso de esperança em nosso amor<br></br> Não, oh, meu… <a href="http://blogln.ning.com/video/ouve-o-sil-ncio-aldo-baldin"><br /> <img src="http://storage.ning.com/topology/rest/1.0/file/get/2509690826?profile=original&amp;width=240&amp;height=180" width="240" height="180" alt="Miniatura" /><br /> </a><br />Obra: Ouve O Silêncio - Claudio Santoro &amp; Vinicius de Moraes<br /> Piano: Lilian Barretto<br /> Intérprete: Aldo Baldin<br /> <br /> '' Cala<br /> Ouve o silêncio<br /> Ouve o silêncio<br /> Que nos fala tristemente<br /> Desse amor que não podemos ter<br /> Não fala<br /> Fala baixinho<br /> Diz bem de leve um segredo<br /> Um verso de esperança em nosso amor<br /> Não, oh, meu amor!<br /> Canta a beleza de viver!<br /> Saúda o sol e a alegria de amar<br /> Em nossa grande solidão ''<br /> <br /> * Prelúdios e Canções de Amor - Claudio Santoro &amp; Vinicius de Moraes<br /> <br /> ** Claudio Santoro -<br /> Manaus, 23/11/1919 - Brasilia, 27/3/1989<br /> Nascido em Manaus, Estado do Amazonas (1919), desembarcou no Rio de Janeiro aos 13 anos de idade para aper­feiçoar-se, após distinguir-se como violinista precoce.<br /> Depois de estudos iniciais, aproxima-se de Koellreutter. Após uma experiência consistente com o dodecafonismo, busca uma estética mais lírica e afinada com os ideais de lutas de classe. Em 1947, vai estudar em Paris, com Nadia Boulanger, e volta em 1950, trabalhando em programas infantis na Rádio Tupi. Os vínculos criados no Exterior sempre o levaram a reger e apresentar novas obras na União Soviética e em outros países europeus. Na década de 60, já atuando na recentemente inaugurada Universidade de Brasília, teve, por diversas circunstâncias, de transferir-se para o Exterior, fixando-se na Alemanha, onde mais tarde tornou-se professor de Regência e Composição na Universidade de Heidelberg, Mannheim. Faleceu em 1989. Santoro foi membro da Academia Brasileira de Música (cadeira nº 21) e de seu vasto catálogo, destacam-se a dodecafônica Música para cordas, os concertos, as 14 sinfonias, a Fantasia para violino e orquestra, Verborgenheit, o Ponteio e as Três abstrações, ambas para cordas, e a Brasiliana, para orquestra.<br /> <br /> A Obra de Claudio Santoro: <a href="http://www.claudiosantoro.art.br/Santoro/index.html">http://www.claudiosantoro.art.br/Santoro/index.html</a> Chiara Santoro - Ouve O Silêncio tag:blogln.ning.com,2011-12-12:2189391:Video:908977 2011-12-12T19:03:11.697Z A Música do Brasil http://blogln.ning.com/profile/AMusicaDoBrasil <a href="http://blogln.ning.com/video/chiara-santoro-ouve-o-sil-ncio"><br /> <img alt="Miniatura" height="180" src="http://storage.ning.com/topology/rest/1.0/file/get/2509693643?profile=original&amp;width=240&amp;height=180" width="240"></img><br /> </a> <br></br>Obra: Ouve O Silêncio - Claudio Santoro &amp; Vinicius de Moraes<br></br> Intérprete: Chiara Santoro<br></br> Piano: Eugenia Tamburri<br></br> <br></br> '' Cala<br></br> Ouve o silêncio<br></br> Ouve o silêncio<br></br> Que nos fala tristemente<br></br> Desse amor que não podemos ter<br></br> Não fala<br></br> Fala baixinho<br></br> Diz bem de leve um segredo<br></br> Um verso de esperança em nosso amor<br></br> Não, oh,… <a href="http://blogln.ning.com/video/chiara-santoro-ouve-o-sil-ncio"><br /> <img src="http://storage.ning.com/topology/rest/1.0/file/get/2509693643?profile=original&amp;width=240&amp;height=180" width="240" height="180" alt="Miniatura" /><br /> </a><br />Obra: Ouve O Silêncio - Claudio Santoro &amp; Vinicius de Moraes<br /> Intérprete: Chiara Santoro<br /> Piano: Eugenia Tamburri<br /> <br /> '' Cala<br /> Ouve o silêncio<br /> Ouve o silêncio<br /> Que nos fala tristemente<br /> Desse amor que não podemos ter<br /> Não fala<br /> Fala baixinho<br /> Diz bem de leve um segredo<br /> Um verso de esperança em nosso amor<br /> Não, oh, meu amor!<br /> Canta a beleza de viver!<br /> Saúda o sol e a alegria de amar<br /> Em nossa grande solidão ''<br /> <br /> * Chiara Santoro é natural do Rio de Janeiro, formou-se em canto lírico pela UniRio, sob a orientação da professora Mirna Rubim, onde participou das Oficinas de Ópera com Carol McDavit e cantou como Despina em "Cosi Fan Tutte" e Susanna em "As Bodas de Fígaro". Em 2006 transferiu-se para Roma, onde estudou no Conservatório di Santa Cecilia na classe de Elvira Spica e participou da montagem de "Une education manquée" de Chabrier, dirigida por Cesare Buratti. Participou em 2007 do Opera Studio da Accademia Nazionale di Santa Cecilia onde estudou com Renata Scotto. No Brasil, fez parte do projeto Ópera de Bolso, no Teatro Carlos Gomes, sob a direção de André Heller, na montagem de "O Rapto do Serralho" de Mozart, no papel de Blondchen. Apresentou-se na Alemanha por duas vezes em 2009, convidada pelo regente Erwin Meyer como solista no "Requiem" de Mozart, com a Praga Symphonietta e o Kammerchor de Oberkirch. Obteve o 1º lugar no VII Concurso Nacional de Canto A. Gi. Mus. em Roma, em 2009.<br /> <br /> ** Claudio Santoro -<br /> Manaus, 23/11/1919 - Brasilia, 27/3/1989<br /> Nascido em Manaus, Estado do Amazonas (1919), desembarcou no Rio de Janeiro aos 13 anos de idade para aper­feiçoar-se, após distinguir-se como violinista precoce.<br /> Depois de estudos iniciais, aproxima-se de Koellreutter. Após uma experiência consistente com o dodecafonismo, busca uma estética mais lírica e afinada com os ideais de lutas de classe. Em 1947, vai estudar em Paris, com Nadia Boulanger, e volta em 1950, trabalhando em programas infantis na Rádio Tupi. Os vínculos criados no Exterior sempre o levaram a reger e apresentar novas obras na União Soviética e em outros países europeus. Na década de 60, já atuando na recentemente inaugurada Universidade de Brasília, teve, por diversas circunstâncias, de transferir-se para o Exterior, fixando-se na Alemanha, onde mais tarde tornou-se professor de Regência e Composição na Universidade de Heidelberg, Mannheim. Faleceu em 1989. Santoro foi membro da Academia Brasileira de Música (cadeira nº 21) e de seu vasto catálogo, destacam-se a dodecafônica Música para cordas, os concertos, as 14 sinfonias, a Fantasia para violino e orquestra, Verborgenheit, o Ponteio e as Três abstrações, ambas para cordas, e a Brasiliana, para orquestra. Elizeth Cardoso - Zimbo Trio - Ginga Muxique tag:blogln.ning.com,2011-12-04:2189391:Video:897879 2011-12-04T19:52:53.520Z lucianohortencio http://blogln.ning.com/profile/LucianoSHortenciodeMedeiros <a href="http://blogln.ning.com/video/elizeth-cardoso-zimbo-trio-ginga-muxique"><br /> <img src="http://storage.ning.com/topology/rest/1.0/file/get/2509703543?profile=original&amp;width=240&amp;height=180" width="240" height="180" alt="Miniatura" /><br /> </a><br />Elizeth Cardoso e Zimbo Trio juntos na interpretação de GINGA MUXIQUE, de Maurício Tapajós e Hermínio Bello de Carvalho, durante show ao vivo no Teatro João ... <a href="http://blogln.ning.com/video/elizeth-cardoso-zimbo-trio-ginga-muxique"><br /> <img src="http://storage.ning.com/topology/rest/1.0/file/get/2509703543?profile=original&amp;width=240&amp;height=180" width="240" height="180" alt="Miniatura" /><br /> </a><br />Elizeth Cardoso e Zimbo Trio juntos na interpretação de GINGA MUXIQUE, de Maurício Tapajós e Hermínio Bello de Carvalho, durante show ao vivo no Teatro João ...