A irrelevância da renúncia do Papa perante os brasileiros.

Escutei a notícia da futura renúncia do Bispo de Roma lá pelas 16h do dia 11 e às 2h da madrugada do dia 12 procurei na Internet notícias sobre o assunto. A ausência de notícias mais detalhadas não me surpreendeu muito, mas a repercussão que esta notícia está tendo no Brasil que talvez mostre o porquê da renúncia do mesmo;

Não sei se foi o carnaval, não sei se é a influência dos evangélicos ou mesmo a decadência da outrora poderosa Igreja Católica no Brasil, mas as repercussões estão sendo mínimas e poucas de apoio à figura do Papa.

Em todos os portais os comentários são de vários tipos, mas não li nenhum de solidariedade e preocupação. Há vários comentários que claramente são evangélicos, que questionam a existência de um Papa, geralmente são comentários raivosos e utilizando palavras um pouco grosseiras tento desqualificar toda a estrutura católica. Junto com estes vêm os revoltados, que talvez tenham sido educados na religião católica e procuram através de enumeração de fatos como os de pederastia de religiosos, notícias sobre os negócios nebulosos da Igreja e outros expressarem raiva à estrutura eclesiástica. Também há dos místicos que começam a colher profecias daqui e dali para mostrar a iminência do fim do mundo.

Agora o mais interessante de tudo que não vi comentários de ateus convictos, aqueles que além de não acreditarem na Igreja não acreditam em religião nenhuma, isto é interessante e me parece que a não existência deste tipo de comentário junto com os comentários anteriores mostram talvez a verdadeira razão da renúncia do Papa.

A Igreja Católica só tinha uma possibilidade de sobrevivência há trinta ou mais anos, a chamada teologia da libertação e a opção pelos pobres. Esta estratégia (a Igreja não é movida por reflexão religiosa, mas sim por estratégia política) de apoiar os movimentos populares na América Latina e África, foi abortada completamente pelo papa João Paulo II e continuada pelo cardeal Ratzinger retornando a Igreja Católica a sua já velha e conhecida “opção pelos ricos e poderosos”.

Alguns, como o ex-frei Leonardo Boff, um dos teóricos da Teologia da Libertação, ainda esperam um Papa mais aberto, porém esta será a primeira vez que se elege um Papa com outro vivo e atuante, e talvez este seja o motivo da renúncia. A Igreja vai escolher um Papa comunicador, não aberto, mas mediático, pois sentido o que acontece no outrora maior país católico do mundo, o Brasil, talvez a Igreja tente com outro Papa ainda tentar manter o pouco que lhes resta em termos de domínio temporal e religioso no mundo, à medida que o projeto de Ratzinger de retomar forças nos países do primeiro mundo foi um imenso fracasso.

Exibições: 133

Responder esta

Respostas a este tópico

Interessante seu comentário sobre ateus.
Porém, o diria um ateu, neste momento?

Com certeza, como ateu que sou, diria o que o autor escreveu a respeito
da Teologia da Libertação e a opção pelos pobres, que a igreja catolica
destruiu, sob a regência de dois papas horrorosamente retrógados.

Eu, realmente andava tão preocupado com a sucessão pontifícia, que somente hoje, depois de tanto ler e ouvir falar da tal renuncia, fiquei sabendo que o cara é um tal de Bento XVI. Eu achava que o nome dele era Paulo VI.

Nao é irrelevante para nós porque, se como dizem um dos candidatos com chance é o arcebispo de Sao Paulo, isso seria terrível, daria força aos pitacos da Igraja na política brasileira. Mais do que ela já faz. 

Ah, e boa parte dos comentários que vi no blog-mae (inclusive meus...) eram provavelmente de ateus: especulando sobre as causas, imaginando escândalos no Banco Ambrosiano, algum caso de pedofilia que o papa tivesse ocultado e estivesse prestes a explodir, ou falando de intrigas de poder no Vaticano. Dificilmente religiosos fariam comentários desse tipo. 

Ana Lú.

Dentro do ateísmo podemos ter aqueles que são ateus porque chegaram a esta conclusão, são uma espécie de "teólogos da não existência de Deus", por outro lado temos os revoltados, aqueles que por um motivo ou outro pessoal se revoltaram contra a figura divina e se declaram ateus. Estes últimos estão esperando ficar velhinhos para se reconverterem, os primeiros morem sem esta preocupação.

RSS

Publicidade

© 2020   Criado por Luis Nassif.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço