À primeira "vista" pode parecer um discussão boba.

Mas o fato é que se o homem não convencionasse insistir em que este "Deus" é masculino, possivelmente não haveria tanto preconceito, principalmente religioso, contra as mulheres.

E por que os homens temem tanto as mulheres a ponto de quase sempre tentar torná-las submissas, etc, etc... ?


Exibições: 1737

Responder esta

Respostas a este tópico

Oi Gunter, então, quer saber que é Ônfale? Onfale é uma mulher. Poderosíssima! Não precisou nem ser deusa pra colocar Hércules(este sim, filho de um deus, aliás, DO deus, o poderosão Zeus) aos seus pezinhos. Sôripes falou do hermafrodite e Analu já me "proibiu" de vir com o mito do hermafrodita. Vamos então de ônfale, que também quer dizer umbigo. Mas vai ter de ser mais tarde, que acaba de dar minha hora, preciso trabalhar. bj

Gunter,

O poder feminino de Ônfale segundo Rubens:

@Emilia, não conhecia, obrigado.

@Gilberto, se eu entendi, essa puxando orelha é Ônfale e o bonitão é Zeus?

Gunter,

O "bonitão" é Hércules. A gostosona, até com carnes moderadas  para Rubens, é Ônfale.

@all

AnaLú diz "num vem de andrógino"

Emilia diz "me proibiu de vir com o mito do hermafrodita"

Eurípedes diz "Andrógino não. È ficção. Trata-se de hermafroditismo mesmo."

Eu me referia a hermafrodita mesmo, como diz Eurípedes, com os dois órgãos reprodutivos. 

Pra mim (posso estar equivocado) andróginos "aparecem" como misturas de sexos, resultam muito bonitos/as aliás, mas reprodutivamente são de um gênero só e não serviriam pra ideia que queria passar pra Deus. Se ele/e é criador/a de tudo, deve ter os dois gêneros, não um com fachada dúbia.

@Marquesa - Deixa de onda que eu te proibi de qualquer coisa, vá? Imagina se eu tenho a ilusao de que posso te proibir de algo; nem poder para isso, nem vontade de. Disse, brincando, com rs, rs bem claros, para você nao vir de andrógino porque era um mito sem pé nem cabeça, justifiquei porquê, etc.

Repetir vinte vezes algo falso nao faz virar verdade...  Como aliás todos nós sabemos, costumamos denunciar o uso desse tipo de coisa na mídia.  

Obrigado, Gilberto.

Psé, eu não conheço mas me disseram que nas obras de Rubens há grande generosidade. 

îxe, agora que vi que Emilia já avisava tratar-se de Hércules, falha nossa!

"O mito é o tudo que é nada"

Gunter, então voltei.

Bem, vamos à Ônfole. Ônfole era uma mulher, daquelas de fechar o comércio, como diria meu avô. Cheia de atitude e de carnes (como já bem ilustrou o Gilberto). O amor dela e Hércules estava escrito nas estrelas. Hércules é aquele mesmo, aquele saradão da imagem. O dos doze trabalhinhos. Eis que um dia, ele deu um senhor e hercúleo piti e matou um qualquer que não me lembro. E Hermes, aquele mesmo que juntou com Afrodite para fazer o hermafrodito, que não entra contudo nesta história aqui, o vendeu, como castigo, à Ônfole. Ela, que não era boba nem nada, logo, muito caridosa, no intuito de aliviar as penas do bonitão, sem outras intenções, fez dele o seu amante.  E não é que deu liga? Ambos pareciam satisfeitos um com o outro. Enquanto ela o vestia com lindas vestes  e adornos femininos, ela mesma empunhava a pele do leão de Neméia e a clave ( o que, à época seria o equivalente a vestir cuecas). Mas porque eu me lembrei de Ônfole mesmo? Ah sim! Porque ia contar algo sobre os seres unos presos pelo umbigo, mas fui dissuadida a não tocar neste assunto. ( R-alhures para Analu: kikiki, vou dispensar o uso do meu título nobiliário, afinal, o Rabicó não está com esta bola toda. Se ainda fosse a Marquesa de Pompadour ....) Mas aí, um assunto leva a outro, de um umbigo fui a outro e cheguei em Ônfole. Esta era danadinha. Nem deusa era e colocou um herói ( cruzamento de um deus e um mortal) ali, totalmente submisso a ela. E melhor, voluntária e alegremente. Enfim, nos achamos visionários? Que nada. Os gregos eram. Estamos ainda e sempre dando voltas em torno dos mesmos problemas. Continuamos ainda a discussão de quem manda mais, o homem ou a mulher. E metemos até deus no meio. Ônfale é que era pho...  que nem deusa era, se deu foi muito bem!

Em tempo: alguém falou aí pra trás, li ontem, sobre a serpente e se ela era a cobra ou “o cobro”. Cobra ou cobro ela era é muito boa de persuasão. Cochichou no ouvido da Eva que maça emagrecia. Como haveria Eva de resistir a tão poderoso argumento? (numa pausa aqui, fazendo uma boquinha com uma maçãzinha prá compensar o fim de semana na roça).

 

Essa Ônfale deve ter feito coisas da pesada. Duas coisas me fazem pensar assim:

- eu não lembrar dela de livros infanto-juvenis (deve ter aparecido nos "12 trabalhos...", de Lobato, mas com alguma suavização.)

- vocês todos a conhecerem! (e eu não, isso geralmente acontece com coisas da pesada...)

"Enquanto ela o vestia com lindas vestes  e adornos femininos, ela mesma empunhava a pele do leão de Neméia e a clave..."

Mas então Drag Queens e Drag Kings têm origem na mitologia grega?!? Visionários mesmo!

x-x-x-x-x

Eu conheci esses mestiços de deuses e humanos como semideuses, não como heróis. Mas minha base pra isso é mínima, algum livro do tipo "mitologia para crianças".

Finalmente: Ônfale era humana-humana?




Me perdoe, mas nao tenho alternativa para te chamar... Emília para mim é algo quase "sagrado"; sou quem sou graças a Lobato, e Emília é algo muito real na minha vida. E nao consigo reconhecer a Emília na persona que você associou ao nome dela. Claro que você tem todo direito de ter uma visao da Emília diferente da minha, mas nao consigo te chamar de Emília. Nao posso te chamar pelo nome que você usava antes, porque você disse que ele a identificaria diante de pessoas de sua vida off-line, e respeito muito isso. Entao optei pelo "Marquesa" como uma conciliação, é um título da Emília, mas que nao me causa o mesmo efeito que o próprio nome dela. Mas posso tb te chamar de V. 

@Gunter: ela nao aparece nos 12 Trabalhos de Hércules de Lobato. 

RSS

Publicidade

© 2022   Criado por Luis Nassif.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço