A solidão de Pâmela Bório, ex primeira dama da Paraíba, so encontra paralelo (talvez) na vastidão de nossa covardia, de homens e mulheres progressistas (ditos) que habitam o universo medíocre da terra tabajara. Pessoalmente, não morro de amores por Pâmela. Porém, tenho por índole a irresignação, o inconformismo perante toda injustiça. Que me perdoem os conformistas do hoje, os eunucos devassos, que no ontem beijavam-lhes os pés e cantavam a beleza da mulher Pâmela, em prosa e verso, nela enxergando qualidades até então impensáveis. Perante aqueles (as) que no hoje e no ontem, também lincharam a professora Anayde Beiriz, eu acuso e proclamo: ‪#‎souPâmelaBório

                                   HISTÓRICO

Na segunda-feira (08), a ex primeira dama da Paraíba foi levada a depor de forma coercitiva, a Centra de Policia Civil da Paraíba, por não ter supostamente atendido a uma intimação da Superintendência de Policia, local. A ex primeira dama é acusada de agredir a babá de seu filho menor, igualmente filho do governador Ricardo Coutinho, da Paraíba. Pâmela, diz o contrário, e que ela foi a agredida pela babá.   O caso resultou em um Boletim de Ocorrência (nº 3229/2015) que foi registrado na 12ªDelegacia Distrital de João Pessoa, na quarta-feira (dia 3), pela própria Pâmela Bório.

Segundo a ex-primeira-dama, a babá vinha apresentando-se como doente e quando ela pediu que ela voltasse para sua casa, para se tratar, a babá, de nome Indaiá teria partido para a agressão física, dizendo que não iria e que só receberia ordens do pai da criança, referindo-se ao governador Ricardo Coutinho.

Acusada, Pâmela Bório parte para ofensiva e acusa o ex governador de envolvimento direto no que se convencionou chamar de "escândalo do Jampa Digital" . Acusa, ainda,  ex-secretária do atual governador, a Deputada Estela Bezerra e hoje Deputada Estadual  de desvio dos recursos num programa que não funciona.

Fernando Enéas de Souza - Defensor Público da Paraíba

Exibições: 378

Anexos

Responder esta

Publicidade

© 2022   Criado por Luis Nassif.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço