QUEREMOS MUDANÇAS OU SÓ DISCUTIR AS MAZELAS?

PRECISAMOS DE UM NOVO PARTIDO!

Muito diferente dos que aí estão!

Partido não pode continuar sendo como time de futebol que, cegamente, muitos, com paixão, comemoram até gol de mão.

Em todo mundo, não só no Brasil, os partidos apresentam estruturas centralizadoras, superadas para os dias atuais.

Tenho lido programas de vários partidos.

Em nenhum deles encontro clareza, definições de programas.

Fiquei, recentemente, entusiasmado com um resumo histórico de quase tudo que tem acontecido em nossa história, das críticas de como vêm sendo acumuladas todas as mazelas, em nosso país.

O entusiasmo durou pouco, pois, deram ao referido resumo; criado por um dos partidos mais recentes; a titularidade de PROGRAMA!

Sim! Os partidos estão surgindo, porém não apresentam projetos concretos!

Daqui a vinte anos, muitos desses dirigentes continuam lá e outros saem, apenas, para fundar outro partido com as mesmas características!

Proliferam teorias, ideias, discussões. Muitas mostraram e mostram o caminho para mudar o mundo. Porém, entre a teoria, a ideia e o discurso permeia um vasto mundo de contradições que conduzem ao divórcio da práxis. Outras teorias, ideias e discussões surgem, então, para explicar os motivos da trágica separação.

Um observador mais atento pode notar algo comum permeando entre os mundos da teoria e da prática: Sempre está presente um eterno grupo seleto a conduzir a evolução dos acontecimentos e um rebanho de seguidores, pouco comprometido, atuando na condução de uma multidão de não participantes. Com o tempo, dessa maioria não participativa surgem as contestações, quase sempre, oriundas das falhas que originaram esse divórcio entre teoria e prática. Assim, depois do nascente desconforto, proliferam antagonismos difusos.

Fica claro, que a falta de participação conduz à procura de outras soluções.

Um texto do Bruno Fiuza pode esclarecer a muitos que partido não é time de futebol!

Já no início, ele começa a desnudar os rótulos familiares que levaram e levam intelectuais e líderes populares a se afastarem da realidade que os cerca. São desinformados, pois estão voltados para o próprio umbigo e cacoetes.

Cita o feitiço reinante que se apoderou e se apodera das burocracias sindicais e partidárias. Dentro desse modelo surgiram o sindicalismo com líderes insubstituíveis e o famoso político profissional.

“O cidadão comum percebeu que a política não é propriedade privada dos políticos profissionais”.

Muitos que não pertencem a grupos extremamente radicais percebem perfeitamente tudo isso. Professores protestando, em massa, nas ruas, estão ecoando essa indignação. Outros grupos não têm o direito de alterar seu modo de protestar!

Sobre esse distanciamento entre sindicatos, partidos e povo que leva à lógica de quem chega ao poder, supondo que a política é assunto para “especialistas”: “Ora, foi justamente isso que levou às ruas em junho: a revolta contra o distanciamento entre aqueles que formulam a política e aqueles que apenas sofrem suas consequências”.

As pessoas sentem-se excluídas e começam a odiar os partidos. Daí pode surgir um funesto salvador da pátria. Foi assim que surgiu: UM POVO, UMA NAÇÃO, UM LÍDER!

Sem organização; sem partidos diferentes dos atuais; não será possível qualquer mudança construtiva. Execrar o sistema partidário atual é bem diferente de condenar, genericamente, a existência de partidos.

Foi essa distância entre povo e lideranças vitalícias que levou ao naufrágio tanto o Leste Europeu quanto a União Soviética.

“Foi um grito contra o abismo que existe entre a política institucional e o cidadão comum, criado por políticos profissionais”.

Tenho dificuldades, diante de pessoas não politizadas, em defender a tese de que há políticos honestos. O descrédito é geral! Por isso martelo, em meus comentários, sobre a necessidade de uma mobilização, de uma união, em torno da educação básica por considerar que um grande investimento nessa área poderá ser o ponto de partida para mudanças em nossa sociedade.

Sinto certa indiferença da sociedade pela educação, inclusive na internet. A educação é pouco discutida! Muitos estão esperando o estabelecimento de uma sociedade mais justa para que a educação receba a devida atenção, quando o caminho seria somar forças, exigindo mais investimento, para termos uma sociedade mais e mais exigente. Quando converso com pessoas de nível educacional mais simples, sobre como a educação deveria ser tratada, simplesmente dizem:” Maravilhoso, mas os políticos não querem”; “só Jesus Salva”; “eles querem um povo burro”; “mudar isso é impossível” etc.

A classe média coloca seus filhos nas escolas particulares, muitas de péssima qualidade. Continuamos, assim, mantendo uma sociedade para 15 a 20% da população.

Diante dessas discussões, para que ocorram transformações profundas, temos que partir para um novo projeto:

SE DESEJAMOS SOLUÇÃO PARA AS MAZELAS DESTE PAÍS, AFIRMO QUE NECESSITAMOS DE UM PARTIDO NOVO, EM TUDO, QUE DÊ ALTA PRIORIDADE À EDUCAÇÃO.

DISCUTIR UM PROJETO PARA ESSE PARTIDO É A GRANDE LACUNA DENTRO DO NOSSO PAÍS.

NADA DE PODER SÓ PELO PODER QUE É A NASCENTE DE PARTIDO SÓ PELO PARTIDO.

EXISTE, HOJE, UM PARTIDO QUE QUE LUTE PARA A APLICAÇÃO DE 15% DO PIB NA EDUCAÇÃO?

CURATIVOS NÃO RESOLVEM!

DIZEM LOGO: É MUITO, É UTÓPICO, O PAÍS VAI QUEBRAR ETC.ETC.

DEVEMOS DISCUTIR AS FONTES DESSES RECURSOS!

Pertenço ao conjunto daqueles que desejam ver a atuação de todos que almejam um mundo melhor sendo a popa dessa nau, onde se encontram a hélice que possibilita singrar por esse mar de injustiças e o leme que conduz esse PARTIDO (a nau).

Esse périplo, com destino ao porto dessa viagem, deve ter a participação desse povo sofrido e injustiçado. A tripulação dessa nau deve estar atenta à carta de navegação, para evitar um naufrágio ou encalhe.

Essa carta é o estatuto com regras de navegação rígidas e claras, com instrumental participativo. É a proteção de um programa bem definido.

O comandante não poderá, ao seu belprazer, alterar essa rota sem o aval da tripulação. No destino desse porto estarão esperando, de braços abertos:

A EDUCAÇÃO, logo na frente, clamando por 15% do PIB para que as crianças tenham escolas descentes, em tempo integral, com café da manhã, com almoço, com janta, com esporte e com transporte. Sugiro uma CPMF exclusiva para o ensino básico! Faz-se necessária, também, uma auditoria da dívida pública. Para dar maior aporte, os pais devem pagar 5% do salário/entrada por filho matriculado. A educação tem que ser federalizada! Nível de educação igual, em qualquer região do país!

A SAÚDE vem em seguida dizendo que apoia, integralmente, esse pleito; pois ela está ciente dos benefícios que terá com tantas crianças bem nutridas e com a certeza que os pais, também, menos estressados e melhor alimentados serão beneficiados, dispensando, inclusive o bolsa família que passa a ser um aporte a esse programa de salvação nacional.

O pequeno agricultor; com todo suporte da Embrapa; deve ser o principal fornecedor dessas escolas; sentirá as grandes melhorias proporcionadas pela chegada dessa nau (PARTIDO). Tanto essa gente do campo como os marginalizados das cidades, acostumados aos efeitos devastadores das naus piratas ou assemelhadas, ficarão, por certo tempo, reticentes, descrentes, crendo ser, apenas, mais uma.

Como nesse longo périplo estão previstas tempestades; causadas por corruptos, por grandes traficantes, pelos lavadores de fortunas recebidas desses piratas e todos aqueles que vivem desse estado de coisas ou são coniventes ou, simplesmente, indiferentes; então, essa grande embarcação (O PARTIDO) deve ter projeto e estrutura para atravessar esse mar revolto.

A passividade facilita a atuação desses psicopatas. Já dizia Luther King: "O que me preocupa não é nem o grito dos corruptos, dos violentos, dos desonestos, dos sem caráter, dos sem ética... O que me preocupa é o silêncio dos bons." Ele, aqui, possivelmente, engloba os omissos!

Nessa nau todos estarão imbuídos pelo ideal do bem comum. A rigidez do projeto e montagem da sua estrutura não devem sofrer avarias de grande porte ao singrar mar com nuvens negras. O estatuto não permitirá desvios da rota traçada. Tudo deve ser elaborado de tal modo que não haja disputa de poder, só pelo poder; por mais ardilosa que seja.

Outras naus existirão e, possivelmente, os tripulantes com ideais parecidos desejarão mudar de nau democraticamente, pacificamente, ou procurarão meios para adotar estrutura, montagem e estatuto dessas tripulações de modo semelhante. Os honestos, com certeza, notarão que não poderão continuar numa nau que, mesmo com disfarce, esteja sendo usada para a pilhagem. Muitos políticos, do baixo clero, descobrirão que se tornaram reféns do sistema.

Os tripulantes devem ter o conhecimento necessário; para não serem pegos de surpresa pelo discurso de eventuais corruptos, mafiosos e os lavadores de dinheiro proveniente dessa classe de psicopatas; pois há estudos que comprovam a existência dessa praga no meio da sociedade, numa percentagem de 3 a 5%, aproximadamente. Eles passam a ter menos influência, quando as leis são devidamente aplicadas e começam a ser identificados. Essa percentagem faz parte de pesquisas internacionais, bem fundamentadas.

Num país de 200 milhões, esses 3% são 6 milhões atuando em todas as esferas da sociedade. Pense no efeito multiplicador, devido à enorme influência que esses bandidos exercem sobre aqueles menos informados. Eles, em geral, têm um nível de inteligência acima da média, são dissimulados e bastante ativos no meio em que convivem. Não medem esforços para alcançar o que desejam.

Só um partido, como descrito, chegando ao poder, poderá colocar limites a essa escória, onde se encontram os corruptos, os traficantes e aqueles que lavam todo esse dinheiro.

Essa gente convive melhor num ambiente de injustiça social. São contrários a um investimento maciço na educação. Eles e aqueles que são influenciados sempre irão dizer, procurar convencer, que investir 15% do PIB na EDUCAÇÃO é uma meta ambiciosa, porém inviável, que o país não tem recursos etc. Na verdade, em médio prazo, isso será prejudicial a todos esses mafiosos. Não interessa a eles um povo esclarecido.

Quem pode achar que pessoas com mentes sadias cometeriam: crimes tão horrendos como a corrupção deslavada, atividades mafiosas e a execrável lavagem de dinheiro? É tudo isso que denigre, embrutece, empobrece uma nação. Quando um país se torna rico através da espoliação de outros povos, pode-se identificar o perfil de seus dirigentes que não titubeiam em fomentar guerras, enganando e manipulando seus compatriotas mal informados.

O mesmo comportamento, ou similar, verifica-se, também, dentro do próprio país, quando tudo é feito para manter o status quo que privilegia grupos em detrimento de todo o povo, sonegando-lhe a educação, a saúde e tudo que represente bem estar social. O psicopata, como já disse, é inteligente, manipulador e dissimulado, não sente culpa. É um mentiroso, está sempre à procura de estímulos, adora ser líder. Como exímio chantagista, consegue manter os políticos corruptos no bolso.

Esse partido deve prever, em seu estatuto: mandato único em todos os níveis; fim do alto clero que tudo pode, tudo decide. País unitário (seria o ideal); lei única; câmara única; deputados estaduais e vereadores só para fiscalização, recebendo, apenas, ajuda de custo. É um partido nascido do povo que deixa de ser mero figurante manipulado para ser ator.

Financiamento público exclusivo, evitando que os eleitos se tornem reféns do poder econômico; revezamento constante em todos os níveis desse partido, desde os menores núcleos à toda direção; não haverá coligações; fim da profissão “político”, o deputado estadual, o vereador continuarão sendo o torneiro, o professor, o médico, o taxista, o comerciante etc. Essa é a verdadeira democracia, um partido formado pelo povo!

Deputados estaduais e vereadores, como fiscais, devem ter todos os meios para denunciar os malfeitos. O número poderá triplicar para que haja revezamento.

Esse partido, até que essas mudanças não sejam alcançadas, levará ao povo essas mensagens de mudanças. Pouco a pouco irá conseguir a adesão da maioria de nossa população.

Esse é o caminho para, pacificamente, transformar esse nosso Brasil

Exibições: 375

Responder esta

Respostas a este tópico

Comentário de Plinio Marcos Moreira da Rocha em 10 outubro 2013 às 2:51

Prezado,

Me parece que o referencial de Partido Político esta equivocado, uma vez que, no Brasil não existe, em essência, Partido Político, uma vez que, pela Constituição, pela Legislação, vigente, a definição de Partido Político estaria próximo a algo como Instrumento Jurídico PODEROSO que sendo representante natural da Sociedade Brasileira, através do Judiciário, garantiria as necessárias formulações, e reformulações, de "usos e costumes" históricos que, apenas e tão somente, achincalham com o POVO Brasileiro.

Um exemplo pueril, mas de grande simbolismo, pode ser apresentado, a partir do "Decreto_legislativo" que "Equiparou os Salários do Presidente, Vice-Presidente, Ministros de Estados, Senadores e Deputados Federais", uma vez que, de forma simplório FERE DE MORTE a Constituição da República Federativa do Brasil, tendo em vista, que claramente VEDA qualquer Equiparação Salarial, bem como, qualquer Vinculação Salarial.

Tal, parte da premissa de que emitimos no final de 2010, período em que estava em tramite nas "mesas legislativas", o documento "ADPF - Inconstitucionalidade Equiparação Salarial DCL 3036-10", http://pt.scribd.com/doc/45800315/ADPF-Inconstitucionalidade-Equipa... , onde estamos SUGERINDO ao Excelentíssimo Procurador-Geral da República que efetive uma ADPF - Aguição de Descumprimento de Preceito Fundamental relacionada ao Projeto Decreto Legislativo nº3036/10, uma vez que, em essência, agride de forma mortal a Constituição da República Federativa do Brasil, portanto, é INCONSTITUCIONAL.

Principalmente, quando o mesmo foi formalmente entregue ao PSOL, ao PSTU, e ao Sindicato dos Bancários, que NADA fizeram, e por isso, um Decreto-Legislativo que FRONTALMENTE agride de MORTE a Constituição Federal é uma REALIDADE.

Cabe ressaltar, que naquela época estive no escritório de um Parlamentar do PSOL, onde durante aproximadamente 40 minutos, tentei, em vão, provocar um compromisso sobre uma possível atitude concreta do PSOL, e nada, pois, fui informado que o PSOL estava propondo um projeto de lei sobre o assunto, e que, o PSOL estava organizando um abaixo-assinado sobre a questão.

Minha indignação foi tão grande que perguntei ao "assessor" se o PSOL era um Partido Político ou uma Agremiação de Políticos, uma vez que, não estava sendo avaliada, em profundidade, as Responsabilidades de um Partido Político frente ao descalabro que era o citado Decreto-Legislativo.

O exemplo acima, pode ser utilizado, como referencial a qualquer Partido Político Brasileiro, uma vez que, todas as manifestações se dão sobre a qualidade da representatividade, como se esta representatividade, que deve ser exercida de forma independente do posicionamento político partidário, eximisse TODO e QUALQUER Partido político da representatividade dos interesses do POVO Brasileiro.

Sempre me proponho a assinar pela criação de um NOVO Partido Político, porque, tenho a esperança de que um dia, pelo menos um desses Partidos Políticos NOVOS, assuma sua Responsabilidade de SER um Representante Legítimo com a característica de ser um PODEROSO Instrumento Jurídico A SERVIÇO DA SOCIEDADE BRASILEIRA.

Quanto a Legislação, me permita continuar a entender, como um grande equívoco, uma vez que, razões outras impedem que o Código Eleitoral não evolua, como se TODO Código Jurídico somente pudesse evoluir através da manifestação do Congresso Nacional.

Para corroborar nosso entendimento, permita-me chamar a sua atenção para possíveis evoluções do entendimento Jurídico do Código Eleitoral Brasileiro,  

"Sugestão TSE Substituição Renuncia", http://pt.scribd.com/doc/2218376/Sugestao-TSE-Substituicao-Renuncia , onde apresento uma proposta de critério de substituição de Parlamentar Cassado, ou que tenha Renunciado, uma vez que, entendo que nestes casos não deveria ser utilizado o critério de suplência.

"Comunicacao Resposta TSE Peticao Justificativa", onde estamos Comunicando ao Excelentíssimo Ministro-Corregedor do Conselho Nacional de Justiça, o recebimento do Ofício 6.866/CDC do TSE referente à Petição Reflexão Justificativa de Ausência encaminhado Aquela Corte, em virtude, da citada Petição constar de email enviado ao Excelentíssimo Ministro-Corregedor.

"Sugestão TSE Atualização Código Eleitoral", http://pt.scribd.com/doc/2218369/Sugestao-TSE-Atualizacao-Codigo-El... , onde apresento uma proposta de atualização do Código Eleitoral, uma vez que, parte dele ainda remonta a 1965, isto e´, vivemos um Código Eleitoral, com legislação criada EM PLENA DITADURA.

"Sugestão TSE Anular Candidaturas de José Serra",http://pt.scribd.com/doc/2218362/Sugestao-TSE-Anular-Candidaturas-d..., onde tento configurar josé serra e psdb como litigantes de MÁ-FÉ, o que colocaria as candidaturas da Coligação do psdb à Prefeitura e ao Governo de São Paulo, como NULAS de Direito, o que teria como consequência natural, o fato concreto, de que os atuais Prefeito e Governador de São Paulo são ILEGÍTIMOS.

"PSDB – Propaganda ENGANOSA Saúde – Petição Encaminhada ao TSE",http://pt.scribd.com/doc/3429709/PSDB-Propaganda-ENGANOSA-Saude-Pet... , onde esta é mais uma tentativa de sensibilizar as Autoridades Responsáveis sobre premente e necessária atitude sobre Propaganda Político-Partidária veiculada em Horário leitoral gratuito em essência ENGANOSA, um vez que, INVERDADES TENDENCIOSAS são propaladas.

"Sugestão TSE Impedimento Roberto Jefferson Presidir Nacionalmente o PTB",http://pt.scribd.com/doc/2218374/Sugestao-TSE-Impedimento-Roberto-J... , onde apresento a proposta de que um Cidadão com Direitos Políticos SUSPENSOS não pode atuar em Partido Político, muito menos, ser seu Presidente Nacional, bem como, questiono propaganda político-partidária enganosa, onde um criminoso confesso se arvora a "herói".

"MPF- RJ Manipulação Lei Eleitoral Partidos Grandes", http://pt.scribd.com/doc/31671530/MPF-RJ-Manipulacao-Lei-Eleitoral-... , onde  estamos formalizando junto ao Procurador Chefe do Estado do Rio de Janeiro, em nome do Procurador Geral da República, questionamentos relacionados a MANIPULAÇÃO do Código Eleitoral, efetivamente, exercida pelos partidos grandes, com a permissão, pelo pura omissão, da justiça especializada.

"MANDADO DE INJUNÇÂO - Extinção PTB", http://pt.scribd.com/doc/36805328/MANDATO-DE-INJUNCAO-Extincao-PTB , onde estamos formalizando junto ao Supremo Tribunal Federal MANDATO DE INJUNÇÃO para Extinção do PTB frente ao fato concreto de que tem sido presidido nacionalmento por ex-filiado, em função de sua inelegibilidade.

Abraços,

Plinio Marcos

Comentário de Lafaiete de Souza Spínola em 10 outubro 2013 às 19:27

Plínio,

Prefiro a expressão PARTIDO POLÍTICO, levando em conta o que o público entende.

O partido que proponho usa a semântica atual, porém, explicitando a grande diferença dos existentes.

O partido que proponho não é para ser mais um!

Nota: Eu posto aqui no blog, porém, devido à quantidade de postagens, termina desaparecendo.

         Por isso, os comentários são mais proveitosos no FÓRUM.

Comentário de Plinio Marcos Moreira da Rocha em 12 outubro 2013 às 1:49

Lafaiete,

        Minhas colocações tinham como objetivo, colocar que para que existe algum Partido Político no Brasil, é necessário, que se crie mais um...

        Afinal, somente a partir de um possível NOVO, poderá ocorrer uma revolução de conceitos e valores que refletiram em ATITUDES Partidárias diferentes...

        Quanto ao cerne da questão, esta o Judiciário Brasileiro, que por exemplo, relutou em aceitar a Lei chamada "Ficha LIMPA", que ainda, não esta sendo efetivamente praticada, uma vez que, o ex-senador virgílio, hoje prefeito de Manaus, assumiu publicamente a responsabilidade por Improbidade Administrativa, mesmo tendo sido denunciado ao Procurador-Geral da República, formalmente por mim, candidatou-se e foi eleito prefeito.

         Portanto, enquanto vivermos em CAOS JURÍDICO o cenário político brasileiro dificilmente se modificará.

         Abraços,

         Plinio Marcos

Plínio,

Comentando sua observação: "Portanto, enquanto vivermos em CAOS JURÍDICO o cenário político brasileiro dificilmente se modificará."

Observe que a proposta desse novo partido, muito diferente dos atuais, é, justamente: Transformar o cenário político, eliminar o caos jurídico que você menciona, mudar todo sistema vigente.

Note que temos, desde já, como prioridade, de lutar pela proposta da educação. 

Esse é um partido cujo ator principal é o povo! 

Não é um partido elitista, não é um partido de salvadores da pátria, não é um partido para quem deseja se transformar em político profissional.

Não é um partido para troca de favores! É um partido que deve ter como meta acabar com qualquer tipo de financiamento privado.

Deve ser um partido sustentado pela mensalidade dos seus militantes.

Mandato único: Para o executivo, para o legislativo, para o STF, para os sindicatos, em todos os níveis.

Isso não é utopia!

Isso é para quem deseja, realmente, mudar o Brasil com a participação do seu povo!

 

Os partidos em sua grande maioria são apenas legendas de aluguel, não representam os ideais da maioria da população e tampouco os seus anseios, todavia muito pior que os partidos políticos é nosso velho poder judiciário, que é uma verdadeira jaula de feras sem dentes.

Valcir,

Mesmo que o tópico seja resumido, para a importância do tema, fica claro que um partido como o proposto vai mudar, profundamente, de modo democrático, toda estrutura do sistema vigente: Ao nível do executivo (já começa pelo mandato único); no congresso (câmara única, mandato único); a nível estadual e municipal (mandato único e os eleitos atuando, apenas, como fiscais); o judiciário, é claro, passará por profundas transformações, em todos os níveis, pois a estrutura atual é uma consequência do sistema vigente.

Os mascarados não tem como formar um partido, pois quem entra em um partido, entra com a cara a mostra.

Os mascarados formam um grupo de bandidos, tal qual o PCC.

Os neo liberais aplaudem esse tipo de coisa no atacado e depois censuram no particular.

Os verdadeiros democratas defendem uma justiça eleitoral isenta e transparente, financiamento público de campanha e normas e regras claras e isonômicas.

O partido que descrevo apresenta o povo como protagonista e não como figurante. Ele terá como prioridade no seu programa a EDUCAÇÃO. 

Propõe o fim dos programas baseados em generalidades!

Uma das características é o mandato único para todos os níveis!

É o fim dos "salvadores da pátria"!

A educação básica deve ser federalizada! 

Sebastião,

Este tópico foi publicado em 09.10.2013. O Nassif, que nos proporciona este espaço democrático, publicou no seu GGN

Tenho um tópico que publico faz três anos ou mais: UM PROJETO PARA A EDUCAÇÃO NO BRASIL.

Você já deve ter comentado. Lembro-me do seu interesse pelo tema educação.

Tenho minhas convicções e procuro divulgá-las. O que é considerado utópico, hoje, não será, com certeza, no amanhã. Amanhã será outro dia...

Só acredito em transformações com o povo participando como ator, sem manipulações, sem salvadores predestinados. Mudança pacífica, porém radical.

RSS

Publicidade

© 2021   Criado por Luis Nassif.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço