Seguindo a sugestão do Beto, indique os livros e, de preferência, uma resenha de até 2 mil toques.

Exibições: 2270

Responder esta

Respostas a este tópico

Chico Buarque + Álvaro de Campos é demais para meu coraçãozinho..... Não faz isso, não!Rs!
Té porque ela é marítima?

O turbilhonamento citado se me (a)aparece como a sucessão (tão rápida) do movimento das ondas e vagalhões golpeando as pedras...

naquela noite vi o vento, a espuma subindo, caindo, vi os homens desterrados, raivosos, sem raízes, elas arrancadas, fui vendo, me impregnando, ensopando-me de ódio daquilo que de mim não mais de mim fazia parte, reconheci os grãos de minhas desejãncias vendo se me escaparem por entre os dedos a areia da dos meus castelos da praia, tive raiva de mim, de todos, deslizando mar a dentro, tingindo a água e, salgando meu sangue, irmanei-me ao poeta.

Permiti-me. rs...

Associei, anos mais tarde com uma imagem que a Hilst me contou.
Não sei porquê, nem lembro de onde ela tirou.

(só pra zoar, aliás, táva-mos à sombra de uma das arvronas na frente da casa dela, sem insetos...rs)

"Na beira d'água de uma praia (deserta?) há um relógio sem ponteiros. Na areia alguém escreveu: É mais tarde do que imaginas."

Quem leu, ficou com a sensação de perda do Poeta Pessoa que, então, pirateia
sualma pro Diabo.

Ah, quase que, entre os cinco, encontro um livro dela. Mas não. Os dela ficam entre os dez.

Coisa boa revisitar a área aqui!

Brigado.
Sugiro a troca do mar pelos campos de Alberto Caieiro... Que parecem nao ter torvelinhos, mas é um engano. O dele de que mais gosto é o que postei em resposta à Simone, mas todos sao grandes. É o heterônimo mais "igual", no sentido de todos os poemas estarem no mesmo nível, o que nao acho que seja o caso de Álvaro de Campos ou de Fernando Pessoa Ele Mesmo.
Sualma pro diabo, eu e o Goethe, eu e a confirmação das mudanças necessárias. Teria 29?? Teria 30??

(Lembrei agora da coletânea, uma edição portuguesa, "Poesia para a infância". Tava na árvore de natal dos meus sete anos de idade. Meu pai, que andou morando na Espanha, trouxe. Era 1955, um ano depois em que choveu prata em São Paulo na inauguração do Parque do Ibirapuera.)

Quanta coisa que mexeu com os botões (da minha brusa...rs)

Ainda to passeando entre elas pra priorizar.

Uma (um livro) que não tenho medo de recomendar (e estará entre os cinco, seguramente!!)

Radiografia de La Pampa / Estrada, Ezequiel Martínez

É ler, pairar sobre a História...

(Esse, apareceu numa pilha de livros que um morto que morava no mesmo prédio que eu morei deixou pro alfaiate meu amigão. Espanhol das Canáriaas, e que não gosta de ler, o Ismael tinha (deve ter ainda) uma lojinha na entrada do Edifício Telma.

- Voy a echar en la basura. Quieres?

Escolhi pelo título. La Pampa me chamou.

Qui-lo...rs .

Cresci mais ainda.
será que é este?
Em minha opinião, desde Julio Verne aos 12 anos, até agora enquanto leio "O marxismo de Marx" de Raimond Aron, uma fina crítica ao marxismo, não consigo destacar 5 livros que mudaram a minha vida. Considero que os livros penetram meu eu pensante enquanto os leio, e imediatamente começam a fazer parte do que e de quem eu sou. Inclusive nem lembro de minhas leituras para citações, a simbiose é completa.
Mas li alguns dos livros aqui citados (de alguns nem me lembro mais qual era o causo), e considero que o importante é a saudação ao hábito de ler que objetiva a postagem do Nassif. Boas leituras a todos nós. Abraços.
Sérgio, não seja sacana! - rs - Não precisa "ter mudado sua vida" - rs - diga prá gente os que vc mais se emocionou, ou mais teve prazer ao ler! Abração!
O meu vício pela leitura começou em casa. Naquele tempo não tinha televisão,só rádio. Ouvia-se o Reporter esso, depois era conversas e brincadeiras. Lá pelas 22 horas cada um pegava seu livro e começava a ler. Minha mãe,
, muito organizada tinha um caderno de capa dura, onde colocava o titulo e autor do livro.Isso até os 95 anos. Eu comecei com livros de histórinhas, primeiro contadas por meus pais e depois lidas por mim. Monteiro Lobato li todos. Na adolescência:Madame Delly, Coleção Azul onde se sonhava com o principe encantado rsrsrs. E assim foram passando os anos sempre lendo muito. Livros que mudaram mina vida? Talvez dois :primeiro O mito do amor materno de Banditer e a uns trinta anos atrás Neurose e Desnvolvimento Humano de Karen Horne. Este me fez compreender minhas reações e a de outras pessoas diante dos problemas da vida. É um livro que está sempre na minha cabeceira.
Não dá para escolher 5.Li todos do Érico Verissimo. Tenho a coleção completa de A.J. Cronin.
Enfim são muitos os livros que passaram por minha vida e sempre tirei algo de bom de cada um.
Agora, na velhice, prefiro livros que me distraiam. Então passei para a leitura de policiais e acho que já li quase todos.
Poesia li vários e tenho muitos e todos me deixaram encantada. Pena que o livro é caro e aposentado não tem dinheiro para comprar. Mas meus filhos, de aniversário e Natal sempre me dão livros de presente,pois sabem que não consigo viver sem ler. Ainda bem que existe as bibliotecas, lugares onde emprestam livros por preço acessível. Como leio, na base de 4 a 5 por mês não dá para comprar.rsrsrsrs
Tem também os sebos onde se encontra muitos livros bons, e os amigos que nos emprestam.
O que mais preciso é ter em minha cabeceira livros para poder ler e ler.
Delly era veneno para moças. Taí, eu devia ter incluído os livros deles (sao 2 Delly, 2 irmaos) como os que mais influenciaram minha vida, embora no sentido negativo: ai a espera pelo Príncipe Encantado, que mal que faz... ) Agora, se você está lendo policiais, gosta de Arsene Lupin? Li todos, na adolescência. Mais muitíssimos de Charles Chan, e de outro autor de cujo nome nao lembro, cujos títulos começavam quase sempre com "O caso da ... ". De Sherlock Holmes tb li quase todos, mas gostava menos na adolescência. Eram policiais menos violentos do que os modernos.
Ana Lu eu não tive problemas em ler Delly. Quem na adolescência não sonha com um principe encantado?
Sherlock Holmes eu li vários, mas prefiro os policiais modernos. Das listas de livros que vários puseram, foram poucos que não li. Todos os livros me fizeram conhecer as várias tendências de religião,politica,etc... Mas que mudaram minha vida mesmo só os dois que já nominei.
Beijo
Ana Lú
Achaste ou não?
Rogério, você agora só escreve por enigmas? Achei ou nao o quê, cara pálida? Olha que vou repetir que você está parecendo alguém... (rs, rs, SEM OFENSA... )

RSS

Publicidade

© 2020   Criado por Luis Nassif.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço